Páginas

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Nós, no Rodeo

Clicar


É o primeiro ministro do país mais atrasado da Europa e de um governo que ainda o atirou mais para o fundo do poço desse atraso.

É um primeiro ministro dandy, com laivos de tiques e toques e com corte de fato a condizer.

Sabe-se agora, pelo jornal online i que é um cliente de uma das lojas mais prestigiadas do mundo da moda dos famosos, do dinheiro e do...cosmopolitismo, para dizer assim.

O primeiro ministro português, declaradamente um teso que só ganha 5 mil euros por mês, tem o nome posto na montra da loja de novos ricos de Rodeo Drive, Beverly Hills, California.

Assim, como a foto mostra, numa parolice que incomoda um cidadão deste país, o nome que lá vem, José S., tem o desgraçado acrescento de... primeiro-ministro de Portugal.

Mas porque raio não lhe puseram antes o título de "engenheiro pela universidade Independente"? Sempre deixava Portugal inteiro, de fora desta vergonha.

Portugal, vejam só, chegou a este ponto!



182 comentários:

zazie disse...

Pois olhe, deve ser um unhas de fome que nem uns trapinhos trás para a namorada.

Coitada, essa ainda tem de andar aos saldos na Zara.

carlos disse...

Desculpem lá, mas aí há marosca.
Sou absolutamente anti-Sócrates; quando ele aparece na TV com aquele tom cantado de vendedor da banha da cobra, fico logo mal disposto.
Mas essa eu não compro: ali ele não entra de certeza; até porque o que veste não tem nada de bom gosto, mais parece um daqueles representantes de laboratórios que se vêm pelos hospitais. Nem é capaz de escolher uma gravata de jeito, de maneira que anda com aqueles panitos de uma cor que parecem vómito.
Nah! esta eu não compro definitivamente.

água na boca disse...

Carlos,
leia o nome José Sócrates, Prime Minister of Portugal, escrito na montra da loja, em baixo. Acho que é uma montra. Não acho que seja uma montagem.

zazie disse...

Não é por nada, mas esta até se resolve facilmente- alguém que faça um telefonema para a loja e pergunte.

Acabou-se. Eu, se visse isto, passava-me a obrigava os gajos a apagarem o nome de Portugal.

Ficassem lá com o JS e Hilgas ou outras trampas a que possa estar ligado- agora em nome de um governante de Portugal, é que nunca.

zazie disse...

Mas ele também faz férias clandestinas.

Isto faz-me lembrar outra historieta bem antiga, contada pelo próprio Paulo Portas, mal criou o Independente. Dizia ele que tinha gostos tão requintados e manias tais, que até as peúgas de seda negra encomendava do Vaticano.

Foi ao ler isto que adivinhei que o tipo era larilas.

Doca Seca disse...

Ei... Carlos!
E quem é que disse que os Américas teem bom gosto?

Colmeal disse...

Também concordo com a retirada do nome Portugal da lista.
Da maneira que isto está, alguns desgraçados têm o nome nas montras porque devem e não conseguem pagar, em contrapartida existem uns querubins que parece que ainda gozam com a situação.
Está no seu direito de comprar quem ou o que ele quiser ... Desde que o faça a título individual e não meta o nome de Portugal nisto. Já basta o arrastar do bom nome de Portugal no Reino Unido.

Karocha disse...

Rodeo Drive?

Gente fina é outra coisa!!!!

Mani Pulite disse...

De onde vem o dinheiro para ele fazer compras nessa loja?

Karocha disse...

Eu,não sei!!!
Euromilhões?????????

zazie disse...

ahahahahaha

Agora ficou tão engraçado com a música de fundo

":O)))))

Karocha disse...

LOOOOLLLLLLLL José!

roldao disse...

não era até ao fim de Abril passado que o MP se comprometeu a divulgar o resultado do inquerito instaurado às pressões feitas aos procuradores do caso freeport?
E então ninguem fala no assunto?

josé disse...

Do bijan, o sítio, aqui vai mais música:

tengo la camisa negra

zazie disse...

ahahahahahahahha

Cada vez melhor

":O))))))

Karocha disse...

ahahahahahahahahahahahahahahahahahah

josé disse...

Que tipo patético. Como é possível que tenhamos uma pessoa assim, como PM?

Nem o Santana!

Karocha disse...

Tem razão José!
E se dizemos alguma coisa, ainda dizem que é inveja...
Com esta maneira de pensar,não se vai a lado nenhum.

Colmeal disse...

Bem agora que a sessão das sextas já terminou e que ficámos a saber mais uns "azares" desta família pitoresca, resolvi tentar saber mais sobre esta loja exclusiva :
" Bijan, The Most Expensive Store in The World!

Located at 420 Rodeo Dr. in Beverly Hills sits The House Of Bijan boutique, the most expensive store in the world. After researching this "fact" it appears to remain unchallenged and accepted, apparently no other stores are vying for the title. From the outside the Bijan boutique is exquisite yet slightly uninviting. The names of some of Mr. Bijan's well-known clients are engraved on the front window of the boutique and an appointment is the only way to gain access into this exclusive world, where a pair of socks will cost you $50. A suit, $50,000. In 1981, Bijan created the first perfume for men, the 6 oz. bottle is now priced at $3,000. The Bijan perfume bottle is a featured exhibit at the Smithsonian! Mr. Bijan's exclusive designs now include suits, shirts, ties, shoes, scarves, jewelry, and watches, briefcases, luggage and, of course, fragrances. "

Depois resolvi entrar no site http://bijan.com/ que tem aquela musica em fundo que o José já referiu ...
Curioso que após esperar uns minutos que o site carregasse, seleccionei o separador "The Best" e grande desilusão no meio dos nomes referidos no site não encontrei o JS, mas esperem existem 117 fotografias e o site começou a fazer um slideshow de todas ....
Já acabou e nem sinal do JS (por acaso aquilo parece mais um album de Billderberger´s).
Já descobri, o tipo só deve ter comprado 1 par de meias por 50 dólares e isso não dá direito a foto, ou será que ele nunca foi cliente desta loja ?

Leonor disse...

"Como é possível que tenhamos uma pessoa assim, como PM?"

Parece-me relativamente simples: a existência de telhados de vidros. Muitos. Demasiados. E nos vários quadrantes. Daí que não convenha mexer muito, nem fazer grandes ondas, caso contrário os estilhaços podem atingir os nossos e é uma chatice!

Leonor disse...

Reparem que nem o PR manda nada.
Ao pedido de contenção, no passado dia 25 de Abril, os partidos respondem (alguns dias depois) com a aprovação da lei do seu financiamento nos termos em que todos sabemos.

carlos disse...

Mais uma vez e não é para provocar: aposto que o tipo nunca lá pôs os pés. Gosto é do pormenor do cliente Sir Elton Jonh. Fantástico: deixam lá entrar paneleiros, desde que paguem a conta.

Leonor disse...

Não sei se é verdade ou não, mas não vejo nisso qualquer problema. O homem é livre de fazer compras onde bem entende. Acho menos correcto que usem o cargo público que desempenha para colocá-lo na montra e, através disso, fazer publicidade à loja, na medida em que envolve o país.
E de duas, uma: ou o PM autorizou a colocação do nome (como a maior parte das lojas já fazem hoje - solicitando que o cliente preencha um formulário e autorize ou não a divulgação) ou não autprizou e considero que é vitima do marketing da empresa.

joshua disse...

Se se explicasse pedagogicamente a um pobre, a um desempregado, a um endividado, a um desesperado, a um falido, o que significa moral/eticamente o PM de Portugal frequentar/consumir da Bijan, The Most Expensive Store in The World!, haveria espaço para piadas e pretextos para humor?!

Não nos façam justiça, não. A esta luz, leio de outra forma, mais escandalizada, a declaração de amor de Dias Loureiro a Sócrates aquando da 'biografia', os abraços apertados extremosos de Almeida Santos ao PM, o silêncio de Soares, o paleio irrelevante de Sampaio, a distracção do Bloco Central.

Na verdade, isto está a ficar muito sério. Provavelmente, com o despudor e o cinismo silencioso e conivente que por aí vai, não ficará do Regime pedra sobre pedra.

joshua disse...

Don't count on it, Leonor. Virão pedir-nos desculpa novamente por ser verdade, mais uma entre milhares delas para passar adiante? Fazer um desmentido?

Leonor disse...

Preferia muito mais ver esclarecidos outros assuntos que têm assombrado o carácter do PM. Esses sim, a ser verdadeiros, dão-nos uma dimensão da pessoa que nos governa.

Quanto à indumentária, nada tenho a dizer desde que ele não o faça com dinheiro que não lhe pertença. É só. Conheço muita (?) gente que tira à boca, às férias, etc, para vestir nas lojas caras. Se for esse o caso, acho irrelevante. Se o dinheiro tiver outras proveniências, já a questão é outra!

joshua disse...

Nunca o curriculum político devidamente desenterrado de um titular máximo mereceu tanto escrutínio e tantas reservas.

Escrutínio em vão quanto às consequências de asunção de responsabilidades em virtude da própria honorabilidade e desprendimento do Poder. Desde logo um perigo ambulante esse ficar tudo como está.

Reservas que dão em nada. Quanto mais entalado no seu passado, defendido pelos símbolos de privilegiatura do Regime, mais tudo na mesma e desde logo tudo pior para a grande massa desvalida de portugueses.

Em face de tal currículo, a indumentária do espécimen assume contornos simbólicos num país a derrapar economicamente em todos os parâmetros e pode/deve ser questionada em face dos rendimentos que não a suportariam, justificariam tal como o célebre imóvel Edifício Heron Castilho, na Rua Braamcamp, Lisboa.

Leonor disse...

Não confundamos as coisas.
Uma, o gosto ou vontade de vestir na loja mais cara do mundo. Qual é o problema? Fá-lo com os 5mil/mês que ganha? Nada a dizer. Fá-lo com dinheiro que emprestado? Nada a dizer. Fá-lo com dinheiro que não têm? Pergunto: onde vai buscá-lo? Dependendo da resposta, terei algo a dizer.

Outra, as suspeitas de corrupção, de tráfico de influências, de pressões em áreas soberanas, etc. Nestas é que reside a verdadeira questão e de importãncia pública.

Dizem que o jornalismo da TVI não é jornalismo? Pois, que digam.
E pode até não ser, na concepção de verdadeiro jornalismo, mas eu gosto que me informem, cabendo-me a mim filtrar o que merece credibilidade ou não.
Apraz-me saber que houve um procurador que apesar dos indícios existentes (ainda que ténues) de suspeita sob determinada pessoa acabou por tomar uma decisão que inviabilizou a investigação em determinado sentido. Isto, sim, preocupa-me muito mais que a indumentária do PM.

zazie disse...

Leonor:

Mas que conversa de treta! há algum PM sem ser terceiro mundista que ande a comprar roupa em lojas de artistas de Hollywood?

Isto é patético. Completamente terceiro mundista e ridículo.

Não há mais nada a dizer. E está visto que ele não é um artista, para fazer estas coisas.

É um chefe de governo de um país em péssima situação económica.

Eu acho isto saloio até em ricos, quanto mais num representante de Estado.

josé disse...

"Apraz-me saber que houve um procurador que apesar dos indícios existentes (ainda que ténues) de suspeita sob determinada pessoa acabou por tomar uma decisão que inviabilizou a investigação em determinado sentido. Isto, sim, preocupa-me muito mais que a indumentária do PM."


O que a TVI devia fazer era ir directamente ao processo que não está em segredo de justiça porque está para julgamento e ver com os próprios olhos a investigação realizada.

E ver se houve jeito. Se houve suspeita de condescendência como houve no caso Melancia.

Ainda pode e deve ser feito, porque a segurança com que o autor do despacho de arquivamento do MP falou no jornal nacional da TVI, falou merece inquérito jornalístico.

Não confio naquela segurança. Não confio.

E estou farto destas merdas demasiado seguras por pontas.

zazie disse...

Qual é o problema?

Ainda pergunta?

Eu não entendo esta malta da geração do "sucesso"- vêem o mundo à Big Brother.

josé disse...

Esta história do Rodeo Drive diz mais deste indivíduo do que milhentos discursos na AR. Isso e mais o cheque-brinde para a Fashion Clinic e a inauguração de um centro de fitness com honras de Estado, aqui há uns meses.

Diz muito e deve ser mostrado pelo que diz.

Não é irrelevante.

zazie disse...

Completamente.

Isto é uma polaroid que diz tudo.

Mas como foi essa do cheque que ele recebeu para se vestir na Clinic?

Não estou a par.

joshua disse...

Eu mantenho, Leonor, que está tudo ligado e não é a indumenta, senão o problema da credibilidade profunda altamente duvidosa do PM o que nos preocupa, o que se exorbita e falsifica na vida privada repercute na vida pública.

josé disse...

Há uns anos no tempo de Mário S. como presidente da República a sua dama aparecia muito singela na caridadezinha que dantes criticavam às brigadas do Tomás.

O Vasco Pulido Valente escreveu uma crónica sobre isso para dizer que um único tailleur da senhorita valia mais do que as fatiotas juntas do pessoal de apoio. Não disse assim, mas foi este o sentido.

Estas coisas a mim, não escapam.

Leonor disse...

"Não confio naquela segurança. Não confio."

Pois, também eu não. Embora tenha registado o facto do autor do arquivamento ter tido o cuidado de perguntar à jornalista se tinha o despacho dele com ela... e só depois a resposta.

Mas estou certa que o inquérito jornalistico não se fica por aqui, se é que já não o fizeram e a peça não está já na calha.

Karocha disse...

Foi prenda dos ministros zazie!

josé disse...

O cheque foi uma prenda que os ministros deste governo lhe deram, para gasto na tal Fashion Clinic que é uma loja que agrega várias roupas de marca.

Há uma mesmo atrás da casa de Pinto da Costa, na Boavista, à Foz no Porto.

Suponho que também será a essa loja que o escritor italiano Roberto Saviano se refere no seu livro Gomorra...

josé disse...

O cheque foi de cerca de 5 mil euros, no Natal passado. 5 mil euros para estas roupas das marcas italianas mais prestigiadas é quase nada.

Se for no tal bijan, é uma gorjeta.

zazie disse...

Ele vive do erário público. Não é nenhum magnata que fez fortuna por esforço próprio.

Nunca fez nada fora da política ou o que fez, ele próprio não se recorda.

E ainda se acha normal que apareça numa montra de Beverley Hills?

zazie disse...

Que coisa mais imbecil. Então os ministros tratam-no como uma mascote alimentada a pão-de-ló e apinocada em estilista?

Isto já bateu no fundo.

Leonor disse...

Ok, ok, eu aceito as vossas opiniões. Mas posso expressar a minha, ainda que seja de alguma benevolência com o PM?

Eu mantenho: para mim torna-se menos relevante o facto de fazer compras na rodeo, excepto se isso tiver outras ligações que até agora ainda não vi serem divulgadas.

Quanto à pinderiquice que possa denotar, nada a opôr. Que seja pindérico, que seja coisa de artista, que estamos em crise, que devia ter contenção...
mas se os 5 mil chegam para isso e o homem é vaidoso/pindérico..
É como disse, isso não me repugna nada ou tanto como as outras coisas. Essas, sim, graves!

Leonor disse...

Recordo-me bem dessa do centro de fitness. Mas aí a coisa foi diferente. Apareceu, se bem me lembro, no carro do governo e ter falado como político, para depois negar que tenha lá estado nessa qualidade.

Karocha disse...

A TVI,já tem de certeza Leonor e, vai largando a conta gotas, vai ver!
Quanto aos trapos do Sr. PM, eu também quero saber de onde vem o dinheiro, Leonor e de trapos percebo eu e, respectivos preços!

josé disse...

É a simbologia que importa, neste caso.

Um patarata só por ter chegado a primeiro ministro deste desgraçado país de parolos, acha-se no direito de figurar na montra de outro parolo de Beverly Hills que vende roupa de marcas italianas a preços de pele de chinchila.

Para quê? Que simbologia pretende transmitir?

Quererá que os trabalhadores despedidos e aqueles de quem anda sempre a falar em nome da Esquerda, saibam disto?

Mani Pulite disse...

"Isto" faz parte dos sinais exteriores de riqueza a acrescentar a tudo o resto que sabemos mais o que ainda se desconfia.Os novos ricos do volfrâmio,os volframistas,sabia-se que o dinheiro vinha ...do Volfrâmio.Os novos ricos da política de onde vem o dinheiro?Ou é milagre de Fátima ou roubo descarado que tem de ser investigado,desmascarado e punido.

Leonor disse...

Está bem, José. Por esse prisma, posso até conceber que denota incoerência no discurso, mas só. :)

josé disse...

A verdade é que os líderes dos povos da Esquerda, tipo Brejhnev, viviam como nababos. Uma colecção de carros de pasmar e vida de luxo e fausto relativo.

Mas isso, eram as incoerências deles.

Entre nós temos este pindérico que até mete dó.

E vingativo, o gajo.

zazie disse...

Mas que diabo- um PM é alguma coisa comparada a artista emigrante ou a futebolista de renome para que a sua vida nada tenha a ver com a forma como aqueles que governa vivem?

Isto faz algum sentido, inclusive em termos de propaganda das nossas confecções e de tudo o mais?

V.s estão a falar de um PM como se fosse um empresário rico, ou uma vedeta que anda na boca do mundo e daí ter nome na montra, ao lado do Spilberg.

E, ainda por cima, de um partido dito de esquerda- um socialista.

Leonor disse...

José: é uma pena que não comente mais.

Tem uma memória fantástica ou, como diz, estas coisas não lhe escapam.

Colmeal disse...

Devem ter reparado que no pedaço de texto que colei no meu último post, dizia que um fato custa 50.000 dólares ....
À taxa de hoje, ele ganha 5000 € o que dá 6.706,11 dólares ou seja para comprar um fatinho naquela loja precisa de 37.305,04 € que é como quem diz 50.000 dólares ...

Leonor disse...

Zazie? Hello? Já entendi.

zazie disse...

É isso mesmo. Isto é coisa de bimbo saloio que fica ofuscado pela ribalta.

E compra título de engenheiro, por causa do status e vai comprando tudo o mais, sempre à custa da "vida da polis".

zazie disse...

Já que, daquilo que fez sem ser na política ou "nasalembra" ou era melhor ter ficado quieto- que aquelas casas de imigrantes é que deviam acompanhar o nome no Rodeo Drive.

Leonor disse...

Ora aí estão umas continhas que não fiz!! 37 mil aéreos para um fatinho???
Fónix!! Não fazia ideia!!
Está visto: sou eu que estou fora dessa realidade.

zazie disse...

Colmeal- por acaso, esta treta merecia que alguém perdesse tempo e sacasse mesmo informação acerca das compras que o sujeitinho lá fez.

josé disse...

zazie:

Hoje já não tenho tempo e amanhã também, porque acaba de me dar uma ideia divertida...

Veremos o que sai daqui.

100anos disse...

Essa história de um gajo andar atrás das lojas da moda para se vestir tipo "dernier cri" sempre me pareceu coisa de larilas.

Leonor disse...

As contas do comeal deixaram-me sem fala!!
Já pondero rever a minha opinião. :-)

Leonor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Colmeal disse...

Zazie,
O problema está em como sacar a informação. Se a nossa comunicação social funcionasse e não fosse só a TVI a pôr a boca no trombone isto ia lá, assim .... o tipo e todos os ministros recusam-se a falar para a TVI.
Como isto está a ficar mais parecido com o Brasil do que parece talvez fosse necessário importarmos este jornalista pra fazer companhia à Manuela :

O Justiceiro

Rebel disse...

Haja calma, meus senhores e minhas senhoras!
Para que vamos nós tentar saber o que ele comprou?
E, se de repente um de vós descobre que afinal comprou langerie em saldo e que não era para a putativa namorada? O que é que vocês vão arranjar?
Logo algumas vozes se vão levantar que andamos a ser desgovernados pela internacional Gay!
Pensando melhor, é melhor irmos com calma, mas irmos. Sou todo ouvidos. Lamento não poder dar uma colaboração mais activa, mas acabei de chegar do trabalho e ainda tenho de ir jantar. Mas, assim que acabar, aqui estarei para saber de alguma novidade!

zazie disse...

Fico à espera do resultado da ideia.

Eu penso que isto até nem era assim muito difícil de se saber.

Eles devem ter sabido muito mais do que a simples fotografia.

Leonor disse...

Hummm! Suspeito que vão tarde. A esta hora já a coisa foi contornada. Tem sido assim em todas as situações. Quando não atalham à priori, fazem-no à posteriori, ainda que muitas vezes de forma não convincente. Terão a loja a invocar o direito à reserva... e por aí fora.

Karocha disse...

Carotes os trapos,não é Leonor?

josé disse...

Uma das coisas que me tem impressionado com este indivíduo é isto:

Na AR havia um documento original com as declarações manuscritas sobre as habilitações. Esse documento desapareceu. O MP não investigou o facto, quanto investigou a licenciatura.
Sobrou um documento apócrifo eventualmente falsificado.

Nas obras da Covilhã e Guarda, há papéis que não batem certo. Coisas que podem estar falsificadas, atenta a discrepância entre datas.
Não foi investigado.

Agora, desaparecem documentos simples como sejam procurações e registos de pagamento de sisa.
Ninguém investiga.

Isto não é nem pode ser uma coisa normal, em democracia.

josé disse...

Assim, as perguntas que se impõem:

Quem faz este tipo de coisas? Quem ajuda nisto?

Karocha disse...

Grandes perguntas José!
E já agora porquê?

Leonor disse...

Ora, tá ver!! Isso, sim, são questões importantes.

Falsificações, concursos sem procedimentos, compradios, sempre os mesmos protagonistas, em diversas situações, ao longo dos anos, sempre o ambiente e o imobiliário... e agora, mais recentemente - graças a jornalistas sem medo - a justiça envolvida e incapaz de dar resposta.
O que se passa?
Quem investiga os investigadores?

Leonor disse...

Trapos carotes, karocha?

Ponha carotes nisso!!! Ao ponto de ponderar rever a minha opinião. Como é que um PM com 5mil/mês compra um fato de 37 mil euros?
E se fore uma compra regular como diz a notícia?

Bem, não sei o quê dizer...

josé disse...

O porquê já o sabemos bem: para não se conhecerem os documentos originais. E com um motivo à vista: são comprometedores, segundo o que se sabe.

No caso do documento da AR só o original permitiria fazer um exame pericial à letra para se saber quem escreveu e quando.

No caso das câmaras, é mais complexo mas vai dar ao mesmo.

Agora, ainda se torna mais interessante: não se percebe a razão real, o que levanta suspeitas que em princípio não deveriam existir.

josé disse...

E não temos ninguém que oficialmente se disponha a fazer as investigações, por dever de ofício e sem tergiversações.

Está mais que comprovado.

É esse o drama maior.

Leonor disse...

E mais, José:
por que não vemos a directora do DCIAP e o sr. PGR a vir a público, agora, como vimos no início?
Foi necessário o João Palma avançar publicamente com aquelas declarações?
Pois é, como suspeitava e o disse na altura, algo de muito estranho se passa e obriga alguém que tem o poder de investigar vir a terreiro dizer o que disse.

joserui disse...

O gosto e mau gosto é uma coisa. Dizem os entendidos que o senhor veste bem. Óptimo.
Mas o que entendo do post do José, além da vergonha para o país, é a curiosidade de onde o senhor vai buscar o dinheiro para frequentar estas lojas. Porque quando se entra nestes níveis de vida, não há literalmente dinheiro que chegue.
O que se vê na foto "Rodeo Collection" é o considerado centro comercial mais caro do mundo, segundo a página que o José aponta. Ao alcance dos super-ricos. Se isto não é um sinal exterior de riqueza, não sei o que é. -- JRF

josé disse...

Antes de poder dizer qualquer coisa sobre os preços das farpelas, talvez fosse preferível saber o preço das roupitas por lá.

Não deve ser assim tão estratosférico, mas...

josé disse...

Há por aí um manto diáfano de fantasia a encobrir uma realidade que cada dia se apresenta mais feia.

josé disse...

Santana nisto?

Nem aos calcanhares! Nem como sombra.

Leonor disse...

Há uma hipótese (já pensei nela):
A constituição de um movimento qualquer-coisa (composto por cidadãos interessados na verdade e que queiram dispor-se a gastarem uns tostões) com o objectivo único de se constituir assistente e fiscalizar as investigações, acompanhandos-as e requerendo a produção de prova. Só assim!!

joserui disse...

E desculpem se repito coisas, tinha ficado sem internet e entretanto apareceram 70 comentários! -- JRF

josé disse...

Os preços das roupas nas praças europeias mais conhecidas, como a Navonna ou a Vendôme, podem ser apreciados por quem passa e veja.

Já vi e fiquei esclarecido: nunca um indivíduo que ganhe 5 mil euros por mês pode sequer aspirar a entrar e mercar seja o que for.
Não chega. E nem é preciso, para dizer a verdade.

Então...porque é que neste caso será preciso?

E de que maneira?

joserui disse...

Isto é uma polaroid que diz tudo.Até diz demais. Mas demais já toda a gente sabe sobre este indivíduo e não acontece nada. -- JRF

josé disse...

Leonor:

Não chega constituir-se assistente, porque só no fim se tem acesso aos autos e nessa altura Inês é morta. E eles sabem muito bem disso.

A não ser que se indique logo o que é preciso fazer, por requerimento:

Vão aqui e ali, farejem isto e aquilo, apreendam mais isto e aqueloutro, falem com este e aquele.

Se for assim...mas duvido que aquelas cabeças pensantes aceitem as sugestões.

zazie disse...

Por acaso acho que não sabemos nem a missa metade.

Karocha disse...

José
O menino de oiro, pertenceu ao governo, do Guterres que abandonou o pântano!
Que saberá ele, para o deixarem e a outros, fazer tudo?
Às vezes e, ultimamente mais do que queria,uma frase que me disse o malogrado Fausto Correia no Pedro V...

Colmeal disse...

É isso mesmo José. Porque será preciso e de que maneira ?

Que o tipo tem um ego do tamanho do Freepór já a gente sabia ...

Será que descobriu o segredo dos alquimistas e transforma qualquer metal em ouro ?

Leonor disse...

Mas era precisamente isso que eu sugeria. Esperar pelo final? Ora essa!! Basta ler as notícias e juntar requerimentos de prova. Se não tivessem outro mérito, tinham pelo menos o mérito de obrigar a indeferir fundamentadamente e obrigá-los a estarem atentos.
Ou, por outra, perceber-se-ia por que raio não o fizeram e, aí, teriamos responsáveis.

joserui disse...

Hehe, não sabemos a missa a metade é verdade. Mas já sabemos demais. E suficiente. Eu sei. Para não querer o indivíduo para primeiro ministro. Aliás, nem para contínuo na AR o queria. -- JRF

joserui disse...

José, então o "i" era o jornal do regime e já anda a chatear o admirável indivíduo? Não contava com esta ao segundo dia. -- JRF

Karocha disse...

Do adiantado da hora, faltou o penso!

Leonor disse...

O José Maria Martins têm uma actuação com a qual nem sempre concordo, mas, no caso, acho que ele ainda vai surpreender muito!!

josé disse...

Este tipo não tem categoria alguma como governante. Não tem saber, não tem preparação política séria para além dos truques básicos das influências.

Não sabe escolher bem os ministros ( quem escolhe um Pinho, só pode mesmo estar a dizer que o fez por ser do Espírito Santo), não sabe programar ideias para desenvolver verdadeiramente um país.

E mesmo assim anda para aí a pedir mais uma maioria absoluta.

Este país está doido.

Leonor disse...

"porque só no fim se tem acesso aos autos e nessa altura Inês é morta" - ok, mas saberíamos então porque morreu Inês.

josé disse...

O i não é necessariamente um projecto para apoiar o governo.

Mas não significa que seja um bom jornal. Não é.

Leonor disse...

E vai ter a maioria, quer apostar?

josé disse...

Bem. Já é tarde, reparo agora.

Pedro disse...

Bom, aquilo também não é assim tão caro, é mais conversa de saloio: uns sapatos testoni custam uns duzentos contos, uma gravata ricci uns 70... bom, o putativo engenheiro sai dali todo janota por menos de 10 mil euros, o que, para luxo, nem sequer é muito.

Pedro disse...

bom, 10 mil talvez não, o serviço deve custar uns 3 ou 4 mil dólares, penso eu.

Mani Pulite disse...

Portugal é dominado por duas grandes Ordens iniciáticas e secretas:as Ordens Maçónica e Macunica cada vez mais inter-penetradas.É para esses lados que temos de olhar para explicarmos os mistérios dos encobrimentos,dos desaparecimentos de documentos ,dos arquivamentos,das absolvições,dos enriquecimentos e notoriedades súbitos e do muito dinheiro sujo que por aí circula e compra tudo e todos.

joserui disse...

Mas não significa que seja um bom jornal. Não é.Os jornais são todos para acabar :) . E o Rupert Murdoch já foi avisando que daqui a um ano o conteúdo dele na net é para pagar. -- JRF

Leonor disse...

E digo-lhe porquê:
A começar logo pela justiça: ao contrário do que ouviamos no início do freeport, agora já ninguém defende urgência, nem haverá pressa alguma em concluir as investigações. Já apontam para início de 2010. Claro, é muito conveniente. O resultado (fosse ele qual fosse) seria de enorme celeuma: havería os que se indignariam com o arquivamento e os que insultariam a investigação com argumentos de "cavalas, "campanhas negras", etc.

Depois, porque para o Zé povinho estas coisas passam todas ao lado.

Por último, porque a lei do financiamento dos partidos vai permitir, como nunca, uma campanha esbanjadora e demolidora com as reformas e não sei mais o quê.

hajapachorra disse...

100 comentários?!?! Porra, fico animado: qual freeport, qual covadabeira, qual heroncastilhao, qual magalhães, qual indepndente, é nos trapos que o eng. de vão-de-escada se vai enforcar. Cada um tem o enterro que merece e o homúnculo nem o sortilégio da trapaça tem. O zé-ninguém que chegou a PM cai esganado por uma fatiota de basbaque.

hajapachorra disse...

Esperem aí, pareceu-me ouvir com estes que a terra há-de comer, mais cedo que tarde se estes estoira-vergas não forem despachados,pareceu-me ouvir ao tal procurador que os indícios eram ténues para incomodar um secretário de Estado. O respeitinho é muito bonito e se é assim para um secretariozeco qualquer quanto não vacilará tremebundo o procurador que tenha a dita de tropeçar no nome do zé feito PM...

hajapachorra disse...

É isso, saem pérolas quando menos se espera: este é um 'governo' de estoira-vergas.

zazie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rebel disse...

Parece-me que ele não era propriamente pobre ou sequer remediado no começo desta Alcapónica carreira. Contudo, tenho a impressão que nem O bill gates, mesmo roubando mais do que nos rouba, se aguentaria nas finanças a comprar roupa ali.
Também pode nunca lá ter comprado nada e o seu nome surgir abusivamente ali. Mas esta última hipótese já é só académica!

zazie disse...

Para se ter uma ideia do que pode ter comprado, basta ver os nomes que o acompanham- o Rudy Giuliani, o Reagan, Putin e até o John Irving

ahahahah

Rebel disse...

Fui ver o preço dos hotéis e fiquei com a sensação de que não terei dinheiro,nem para dormir à porta deles. Está, portanto, excluída a hipótese de lá ir para saber alguma coisa!
Hihi

hajapachorra disse...

Há outra explicação: o lorpa nunca saiu de S. Francisco mas pagou para lhe bordarem o nome na montra.

Leonor disse...

Zazie:
Dou a mão à palmatória. Talvez a situação não seja tão inócua como eu a supus no início. Mas se não for, caso venha a saber-se, será pelo que a carteira de quem ali compra possa vir a demonstrar atentos os valores que li ali em cima. Aí sim, concedo outra leitura, mas torna-se necessário saber mais, muito mais.

Rebel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rebel disse...

Andam todos preocupados com as roupas do Sócrates e ninguém parece atento a que a filha do Alberto Costa está a ganhar três mil e qualquer coisa € para controlar o site do Ministério da Justiça.... Não vos parece "interessante"???
Como o regabofe está a chegar ao fim, entramos na fase do "fartar vilanagem"

zazie disse...

Ele já ia às reuniões do Bilderberg muito antes de ser PM.

zazie disse...

E levado pelo Balsemão.

Em nome de quê? quem era ele para ir a estas reuniões?

Mani Pulite disse...

Os rendimentos declarados pelo Homem são conhecidos.O José já os publicou.O Zézito era um teso no principio e mesmo hoje é um remediado tendo em conta as remunerações oficiais dos políticos.Nada que permita tudo o que se sabe sobre património,carros,compras e modo de vida.A gota não bate com a perdigota e para estoirar com as vergas o dinheiro tem de vir de outras fontes.O caso Rodeo Drive é mais uma peça no puzzle que encaixa perfeitamente nas revelações que se têm sucedido em catadupa desde o caso da pseudo licenciatura e que hoje nos permitem ter certezas absolutas acerca daquilo que o sujeito de facto é e como actua.

Mani Pulite disse...

Uma pergunta para ser respondida por um formando das Novas Oportunidades:Quantos "Magalhães" são necessários para comprar um fatinho de 50000$ no Bijan?Quem acertar recebe um par de meias de 50$ comprado na Rodeo Drive.

vml disse...

Comprar um fato? Falem com o meu primo.

joshua disse...

No meio de tanta Mentira, meio natural de um Peneirento incompetente, tenho de acreditar que se suscitará a descoberta da última gota, de um passar ainda mais das marcas qualquer que possa sacudir a réstia indignável que a gente albergue.

O que fará acordar um povo hipnotizado pelos serviços de alienação informativa ministrados pela RTP, controlados pelo ASS?!

Atrevo-me a dizer que nunca tivemos como PM uma concentração tão espessa de fajutice por centímetros cúbico de gente.

Rebel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rebel disse...

Mani Pulite,
Os "formandos" das "Novas Oportunidades" são tecnicamente designados por "adultos" e esses adultos já estão abrangidos pelo eescloa e não pelo Magalhães. É uma boa questão para B1 (pergunte-me o que é B1 se quiser que eu lhe explique!).
As Novas oportunidades têm já nove anos de idade e são fruto de velhas oportunidades que nunca existiram.
Dir-me-á que as pessoas precisam é de escola. Responder-lhe-ei que algumas delas sim, seguindo mesmo esse caminho, aconselhados pelos técnicos.
Sobretudo, não se esqueça que se estas Novas Oportunidades existem, é porque a escola, tal como a concebemos neste pântano, não cumpriu nem cumpre satisfatoriamente a sua missão.
Quando perceber que o Ministério da Educação não passa de um elefante branco da administração pública, que existe sobretudo para pagar favores políticos e colocar a parasitagem que gravita em torno dos sucessivos governos, vai concluir que As Novas Oportunidades afinal até salvam qualquer coisa desta catástrofe. Tenho adultos que se formaram em Engenharia em Universidades Públicas, não foram colegas de José S., tenho adultos a formarem-se em Psicologia, em Jornalismo tudo em Universidades Públicas, porque aqueles que optaram por privadas, contra a minha recomendação, nem lhes passo cartão!
Toda esta gente não fez o nono ano da escola. Tive um adulto que tinha feito 6 anos de estudo na Alemanha que se recuso a entrar na Escola para onde viria em Portugal a que chamou um conjunto de barracas, está a fazer um Curso de tradutor. Tive outro que me obrigou a ir reler Levinas porque - infelizmente para mim! - gostava daquele tipo de filosofia. Tive outro ainda que obrigou o formador de Matemática a ir relembrar a estatística que tinha aprendido para casa, pois sabia mais que ele nesse domínio.
Tudo isto começou com o Governo de Guterres e este governo apenas aproveitou o que estava feito, amplificou mal a sua existência, para retirar proveitos políticos.
Se consultar as estatísticas do ME acerca do assunto, vai concluir que a coisa não é assim tão má! Péssimo mesmo é que tenha de haver "Novas Oportunidades" para quem nunca teve oportunidades.

Rebel disse...

O José que me desculpe este excurso, mas tocaram-me num ponto que me é caro. Devo ser o mais antigo técnico de RVCC deste País. Luto todos os dias com dificuldades da mais diversa ordem para dar mais instrução a muitas pessoas que dela carecem e também eu me sinto enxovalhado pelo aproveitamento político que se faz do programa. Mas, nestas coisas, há sempre a tendência para um paralogismo chamado "generalização abusiva" e é isso que profilacticamente quero desde já combater!

A propósito, tenho a casa cheia de miudagem universitária por causa da queima das fitas e perguntei há pouco a um estudante de Direito do 3.º ano da FDUL se sabia alguma coisa de Hamurabi. Nunca tinha ouvido falar, não sabia quem foi Hamurabi. A História do Direito na FDUL, começa e acaba no Direito Romano... isto não é uma forma de analfabetismo?
Quando a minha mulher perguntou se sabiam fazer um despacho saneador, também não sabiam.
Afinal o que se anda a ensinar e o que se anda a aprender naquela Faculdade? (formulo a pergunta deste modo, para não cair na generalização abusiva que atrás referia!
José, mais uma vez lhe peço desculpa por ter fugido do tema deste post, mas pisaram-me as tamanquinhas, se me permite a expressão.

JC disse...

Já alguém deu conhecimento à TVI, por e'mail, deste assunto das compras milionárias de Sócrates?
Acho que valia a pena fazê-lo, eventualmente com um link para este blogue.

Penso que abrir um telejornal com a notícia: "Sócrates compra roupa na loja mais cara do Mundo" teria um impacto enorme no "povão", maior do que a corrupção do caso Freeport.
Enquanto o País anda de tanga, Sócrates gasta fortunas em trapos.
Queria vê-lo a fazer-se de vítima, depois disto.

Pedro disse...

É isso mesmo! A Universidade Portuguesa é um conjunto de barracas!

Olhe, já que fala nisso, era meter em prática aquele artigo, não me lembro do número, do código do hammurabi que diz que quem constrói uma casa para alguém, não a constrói devidamente, deve ser executado. Tanta ruína neste país e tão poucos na lenha.

Tino disse...

O Rodeo tem a ver com vacas.

Ora a especialidade arquitectónica do engenheiro são mesmo os currais de vacas transformadas em maisons.

Condiz, portanto.

Rebel disse...

Boa, Tino! Agora tudo faz sentido!
Está tudo certo!

Rebel disse...

Há, concerteza, na redacção da TVI quem tenha por missão ler toda a imprensa!
Se há coisa que eles já saberão, mesmo antes de nós, é essa!
Se o "peixe" for graúdo", devem estar a investigar ou se já investigaram, a aguardar o momento que entendem oportuno! Regra básica da teoria dos jogos: jogar o trunfo no momento certo e não o desperdiçar em momento que não tenha tanto impacto!

Currector disse...

Ai as meninas...

"que nem uns trapinhos trás para a namorada" pôr os trapinhos por traz.

"Preferia muito mais ver esclarecidos outros assuntos que têm assombrado o carácter do PM." que é realmente um assombro que prefere menos assombrar os eleitores que já estão ensombrados com tanto brilho.

zazie disse...

É verdade, tinha reparado no erro mas já não vim a tempo.

zazie disse...

Também era um erro estúpido; toda a gente sabe escrever trazer.

Mas não deu por outros- foi desatenção, concerteza":OP

Karocha disse...

Acontece zazie!
Se todos os problemas fossem esses, táva-mos bem, não é Currector????

Karocha disse...

zazie

Este é o problema desta terra!
Estamos a falar de corrupção e, de dinheiros gastos sem sabermos de onde vêem e, aparece alguém a Currectar!
Não ligue...

zazie disse...

Mas não me incomoda nada que corrijam erros. Por acaso dei por aquele mal o escrevi mas depois deixei ficar.

Só achei piada o currector só dar pelos erros femininos quando andam por aí outros com barbas.

";O)

Karocha disse...

Isso mesmo zazie :-)
Ontem fartei-me de escrever completamente drogada, tal as dores nos joelhos e, se calhar também escrevi algum erro!
Como sabe, a sociedade há séculos que é dominada pelos homens e, vê-se como está!!!
Estão ficar incomodados...

Rebel disse...

Andam, sim senhora. Sou autor de alguns. Ainda agora dei por um da minha autoria.

zazie disse...

Esse também eu vi e até citei em itálico, para o currector.

Mas quem escolhe um nick destes só há-de ter olhinhos para a primeira sílaba.

";O)

Leonor disse...

José:

A sua loja está um mimo.
É o único sítio onde gosto de comentar (nem sempre de forma séria, é verdade, porque às vezes apetece-me brincar, um pouco, com estas coisas para esquecer as agruras dos tempos que correm) e eis que dou com um currector?!

Não é uma gentileza da Rodeo Drive, é?

E posso trocar? Não se trata de ser ingrata, mas, se puder escolher, preferia um CORRECTOR!

Dava-me imenso jeito, oh!, se dava.

Karocha disse...

Looollllll

Mas com tanta injecção , já estou melhor hoje :-)

Investigador criminal disse...

Caro José,

acho que as " roupitas" perto da offshore da Heron Castilho saõ amendoins. Na certeza porém que é através da casca do amendoim ( ou da banana quando escorregam)que se descobre o macaco.
Sem ter a veleidade de condicionar a sua "pena" gostaria de ver uma artigo sobre a nova lei de financiamento dos partidos que abriu portas às malas de dinheiro e ao ( muito) estranho unanimismo da AR. Parecia uma daquelas votações de aumentos de ordenados para Deputados ou exepções às quotas de excelentes no SIADAP....
Dos comentários supra apenas um ferro: mais importante que quem investiga os investigadores ( supostamente o trabalho será sindicado em Tribunal o que acontece nos julgamentos/instrucção mas dificilmente acontece nos casos de arquivamento nos crimes públicos malgré a possibilidade de constituição de assistente... nem sequere falo nos patético controle hieráruico do MP.....) é saber o que "acontece" as esses investigadores: vão para o EUROJUST? ( lembram-se da chupeta europeia que o actual ministro da Adminstração INterna propôs para Souto Moura?)

Rebel disse...

Eu gostaria, se me for permitido, ver abordado o caso da filha do pai que ganha a vida a algo desafogada, tomando conta dos conteúdos do MJ.
É paga com dinheiros públicos, não sei se ganhou algum concurso, ou se saiu na "Farinha Amparo"

josé disse...

Rebel:

Parece-me que essas histórias envolvendo a filha de Alberto Costa não correspondem à verdade.

Em tempos, logo aquando da nomeação do pai, foram divulgadas e fiquei com a ideia que foram então desmentidas.

Foi no tempo em que as nomeações "livres", de assessores ainda eram publicadas no DR com nome, cargo, funções e vencimento.

Depois, deixaram de aparecer.

Quanto a Alberto Costa, deixemos que o relatório do inspector Santos Silva , sobre o procurador Lopes da Mota, seja conhecido.

E vai sê-lo, a partir do dia 18 segundo penso. Logo que entre no CSMP é mais que certo que sairá notícia.

E nessa altura, Alberto Costa tem um caminho único: a rua.

É um palpite, claro.

Se tudo corresse como deveria correr, reeditando assim os acontecimentos de Macau.


Quanto à lei de financimanto de partidos:
Não me impressiona por saber uma coisa: antes desta lei, nenhum financiamento deixou de entrar. Agora, nenhum financiamento vai deixar de entrar.

A Entidade das Contas é um verbo de encher e o seu presidente demitiu-se por causa do entendimento sui generis do presidente do Tribunal Constitucional que achava que estavam a entrar no seu eido.

Rui Moura Ramos contribuiu mais para o descrédito nestas coisas que esta lei.

josé disse...

O Ministério Público português NÃO quer investigar os partidos a sério, como fez o Publicco ministerio italiano, originando então a conhecida operação Mani Pulite.

Este PGR já o disse e nem era preciso: não vejo ninguém no DCIAP ou no DIAP ( mesmo a Morgado que prefere entreter-se com o futebol com o fracasso que está á vista) que queira verdadeiramente entrar por aí.

E era exactamente por aí que era preciso entrar. Até para perceber melhor o caso Freeport.

Mas não vai suceder.

A denúncia do SIndicato do MP e de João Palma tem unicamente a ver com uma coisa: a ameaça do poder político em espetar com processos de indemnização cível aos magistrados que investigam o caso.

Foi isso, no meu entender, o único motivo para o estrilho que por aí anda.

Quanto ao resto e ao essencial estamos na mesma ou pior ainda.

josé disse...

E agora vou dedicar algum tempo à música e discos de Jethro Tull.

Thick as a brick.

josé disse...

A Passion Play. Minstrell in the Gallery.

Enfim, Living in the Past...

Rebel disse...

Já agora, melhor que Thick as a Brick, temo Old loves die hard!

Calatrava disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Calatrava disse...

Está publicado no DR, só se a a fulana não é filha do visado, como por aí se consta!

Gabinete do Ministro
Despacho n.o 22 237/2005 (2.a série).—Nos termos dos n.os 3 e 4 do artigo 2.o do Decreto-Lei n.o 262/88, de 23 de Julho, nomeio a licenciada Susana Isabel Costa Dutra para prestar ao meu Gabinete assessoria na manutenção dos conteúdos da página oficial do Ministério da Justiça, com efeitos a partir de 10 de Outubro de 2005. A presente nomeação é válida pelo período de um ano, renovável tácita e automaticamente por iguais períodos, podendo ser revogada a todo o tempo, sendo atribuída à nomeada a remuneração mensal de E 3254, acrescida de subsídio de refeição.
À nomeada é devida a remuneração acima identificada em dobro nos meses de Junho e Novembro.
13 de Outubro de 2005.—O Ministro da Justiça, Alberto Bernardes
Costa.

DIÁRIO DA REPÚBLICA—II SÉRIE N.o 205—25 de Outubro de 2005 (15 122)

Karocha disse...

Rebel

Também tem o mesmo bom gosto que o José :-)
Agora ando numa de Uriah Heep!

Rebel disse...

Era, de facto, essa, a informação que eu tinha!
Mas como não pesco nada de direito, deixei-me ficar quietinho!

Rebel disse...

hehe! Também já ouvi disso. O álbum que valia a pena, se a memória me não falha, era "Salisbury", correcto?

Karocha disse...

Yes!!!

Mas também existe uma ou outra que se ouve bem :-)

Rebel disse...

Quanto aos "correctores", corrijam-me se estiver errado, mas julgo que já estamos em período de transição para o que virá a ser num futuro não muito longínquo o Brasileirês, por via do famigerado "Acordo Ortográfico"
Bué da fixe, meus!
Em face disto, tenham em atenção os dois registos, pois, com certeza, irão começar a aparecer ambos...

Rebel disse...

Sem dúvida, Karocha!

lusitânea disse...

Será que o menino de ouro anda a comprar os trapinhos nalguma loja de artigos de 2º mão ou a recorrer a roupa de dádivas dos bons corações americanos que a costumam despachar para repúblicas das bananas como é actualmente a noss?

josé disse...

Daqui"7- O Ministério da Justiça desmente de forma categórica a existência de qualquer relação de parentesco entre o ministro da Justiça, Alberto Costa, e a assessora de imprensa, Susana Isabel Costa Dutra.
09 de Fevereiro de 2006"

josé disse...

Este não é o único caso de boatos que envolvem ministros etc.

Há um que se refere à mãe do primeiro-ministro, sobre o que a mesma aufere de pensão de sobrevivência ou reforma ou lá o que seja.

O Correio da Manhã publicou num dia que a senhora tinha uma pensão de mais de 3 mil euros por mês. No dia seguinte rectificou com desculpas, escrevendo que afinal essa pensão era anual e não mensal.

Mesmo assim, o boato continuou.

O caso da Dutra é idêntico. E há outros. Este fenómeno é perigoso porque torna tudo incerto e os visados no fim de contas preferem a confusão...

zazie disse...

José:

Uma coisa que eu gostava de entender era a diferença entre o que se passa cá e o que se passa noutros locais e como são tratados os casos.

Por exemplo: estes .

Estes são chamados escândalos- políicos- o que há de diferente perante o que nem é escândalo e se torna tabu político?

Os ingleses estarão assim, muito melhor que nós?

josé disse...

Interessante nessa história é o facto de um jornal ter comprado o material de escândalo a quem o quis vender e não deveria.

O mesmo se passou na Alemanha com uma lista de devedores do fisco, vendida por um luxemburguês que a retirou ilegalmente de um banco, salvo o erro.

Lá não há um Costa Andrade para impedir este "efeito à distância"...embora Costa Andrade ande sempre a aprender com eles.

Por cá, o mais aproximado que temos disto é o dvd do Fripor.

Karocha disse...

E se comprassem o que o Der Spiegal têm, então é que se entendia muita coisa!

Mani Pulite disse...

Para o Rebel.Você como técnico de RVCC vive graças ao programa Novas Oportunidades há muitos anos,até antes de ter esse nome.Conheço muito bem esse programa a um nível mais global e estratégico e também o que se passa a nível do "terreno" como você.Globalmente não tenho qualquer dúvida em afirmar que é a maior fraude pedagógica e científica jamais realizada em Portugal no campo da educação e formação alimentando toda uma teia de pessoas e instituições tuteladas pelo PS e seus cabecilhas nomeadamente o "grupo MES/ISCTE" chefiado por Vieira da Silva.É um gigantesco polvo e sorvedouro de dinheiros públicos e comunitários que seriam muito melhor utilizados de outra forma para já não falarmos do escandaloso aproveitamento para pura e dura propaganda política da "coisa".Isto não significa que não haja pessoas no terreno de boa-fé a darem o melhor de si próprias e casos pontuais de sucesso com formandos mas qualquer Governo não socialista formado por pessoas de bem terá de reduzir e rever este programa de alto a baixo a bem do interesse nacional.Tal como as novas auto-estradas,o TGV,o novo aeroporto e outros projectos ao serviço dos interesses mais obscuros.Quanto ao meu comentário. A minha referência à Novas Oportunidades era simplesmente humorística no entendimento que os leitores do blogue do José são suficientemente inteligentes para terem esse sentido do humor.No essencial, o que eu queria chamar a atenção é para o facto que é prática corrente das grandes empresas disponibilizarem aos seus grandes clientes serviços e facilidades várias como contrapartida-muitas vezes é só uma pequena parte dessas contrapartidas-da assinatura de contratos de milhões ou biliões.Contas abertas em lojas,restaurantes ou galerias de arte,favores de todo o tipo, em qualquer local, de natureza sexual,ofertas de objectos...há uma infinidade de formas de subornar e pagar os favores de quem compra,sobretudo quando essas compras são feitas com o dinheiro do contribuinte.A loja em questão é na Califórnia,Meca do Cinema e da Informática.Este Governo tem feito muitos grandes negócios com empresas de informática norte-americanas?As Microsoft,as Intel etc...?E/ou com as suas antenas nacionais?Era melhor começar por aí.A única certeza que temos é que para ser considerado um dos dez homens mais bem vestidos do Mundo custa muito,mas mesmo muito!,dinheiro.

josé disse...

Pois, mas ninguém deu espavento à notícia...não sabem o que perdem.

Tenho o pressentimento que é mais incomodativa do que o Fripor...

josé disse...

Este indivíduo é uma caixa de surpresas.

Onde é que o tipo foi buscar estes derivados?

Onde é que terá aprendido isto e com quem?

josé disse...

Entretanto o professor Morais já está na Mota-Engil, segundo parece.

Ressalvo o erro, just in case.

Karocha disse...

Talvez peguem José!
Nunca se sabe e, com o Der Spiegal,então é que era de gritos!

zazie disse...

José:

Eu já testei entre amigos e conhecidos. Ninguém sabia e a reacção foi mesmo essa- Isto queima.

zazie disse...

Matei-me a rir com a minha mãe que já vai nos 90 anos.

Fixou tudo e foi logo telefonar a uma série de amigas e amigos para todas votarem para o apear.

No bairro dela, aposto que aí na terça já não há alminha que não saiba e a quem ela obrigou a ir votar contra (incluindo o veterinário)

ahahahahahahhahaha

Colmeal disse...

Karocha,

Saíu alguma coisa no Der Spiegel ?

zazie disse...

todos, claro. Que o veterinário não é dess@s.

":O)))))

Karocha disse...

Colmeal
Foi vendido ao Der Spiegal, que fechou a 7 chaves num cofre!
Se lhes dá a vontade e o abrem!!!
Nem queira saber...

Colmeal disse...

Deve ser uma verdadeira caixa de Pandora ...

Karocha disse...

Colmeal

É a caixa de Pandora!
E se calhar vai mesmo ser aberta...

Karocha disse...

Colmeal
Com a escandaleira no UK, não me admirava nada, que a abrissem, se é que não é já um aviso!

Mani Pulite disse...

Na lista da montra está também um outro dos mais bem vestidos do Mundo,um grande Mafioso e assassino Russo de seu nome Putin,muito amigo do outro José.Esta gente,estes e outros,encontra-se frequentemente,trocam informação e o know-how aprende-se rapidamente,nem é preciso ir às Novas Oportunidades.Desse know-how fazem parte coisas que nem imaginamos.Daí o efeito caixinha de surpresas destas coisas.É como as cerejas...

joshua disse...

Putin, Chávez, Mugabe: psicologicamente e na escala de valores, o Cromo Haute Coutture peneirentesco ultra-egolátrico nacional é muitíssimo pior que eles e tão capaz de tudo como eles.

A sociopatia torcionária das políticas e na política é mais fácil de disfarçar e vender como natural perante um povo de baixa cerviz, que não consegue falar Português uma vez vivendo em França, na Alemanha, no UK, e muito menos consegue ensinar Português aos filhos.

[Tirem-me se puderem do espírito que esta legislatura foi um só mentir e um só rapar recordista para boys, cortando em tudo apenas para objectivo de Gangue, o Grande Gangue Governamentalesco?]

Rebel disse...

Estive a fazer a contagem dos homens honestos que fazem política em Portugal. Da extrema-direita à extrema-esquerda, com os dedos de uma mão, ficam todos numerados!
A partir daqui o que é que se pode fazer?
Isto é tudo "de aviário". Esta gente nunca pagou uma propina, não sabe o que é pagar um emprétimo para uma casa, vivem do Partido que, por sua vez a todos nos proxenetiza, se é que o verbo existe!

josé disse...

José S. teve um empréstimo bancário, segundo as declarações que apresentou no Trib. Constitucional:

Empréstimo de 15 000 000$00 (75 000 €) da Caixa Geral de Depósitos (CGD), em Janeiro de 1998, para compra de habitação, com a duração de 12 anos.

Fazendo a conta aos juros, sou capaz de dizer que pagou durante esses doze anos uma prestação bem jeitosa durante a primeira meia dúzia...

Karocha disse...

Rebel

O meu rapaz que está na politica e tem um blog de economia,não pertence a esse grupo!
Fez uma posta sobre o PSD que eu acho muito boa!
Já a leu José?

cfr disse...

..."sou capaz de dizer que pagou durante esses doze anos uma prestação bem jeitosa durante a primeira meia dúzia..."

pois. se calhar por isso é que na mesma altura aproveitou e trocou o rover 111 pelo slk.

Rebel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rebel disse...

Mani Pulite:
Amanhã farei ao seu texto os reparos que me parece dever fazer. Peço-lhe desculpa, mas será coisa longa e, neste momento, estou demasiado cansado para levar a cabo essa tarefa.
Há, contudo,dois pedidos que gostaria de lhe fazer ainda hoje, caso não se importe:
1: Que me esclareça se não está a confundir Pedagogia com Androgogia
2. Em que consiste a fraude da cientificidade do Novas Oportunidades
Como não consigo entender o que escreveu, necessito de esclarecer estes conceitos. Se calhar até estaremos de acordo mas, para lhe ser sincero, temo que seja pelas razões contrárias.

Rebel disse...

Mani Pulite:
Na sequência, do “intróito” ontem feito, o que se me oferece afirmar acerca das Oportunidades ditas “Novas” e do seu comentário ao meu comentário é o seguinte:
Lamento, mas tenho de viver de qualquer coisa. Suponho, agora que me traz o assunto à liça, que haverá dinheiros públicos e comunitários no meu ordenado todos os meses. Foi coisa para que nunca tive nem tempo, nem disposição, para me ocupar, preocupado que andava e ando com a qualidade do que ando a fazer e como fazer.
De resto, a este respeito, penso que em todas as profissões haja quem não se preocupe com isso e quem viva preocupado com isso. É uma questão de profissionalismo. Afinal, este é o sítio onde melhor se sabe que há Delegados do Procurador e outros magistrados cuja actuação será, no mínimo, de profissionalismo duvidoso e, por isso, pouco merecedores do ordenado que auferem, independentemente da sua proveniência, não? E isto aplica-se a todas as profissões. Profissionais, há-os bons, maus e vilões em todas as profissões!
Se pensarmos na instituição Escola, devo dizer-lhe que muitos dos adultos que encaminho para acções de formação de nível básico no domínio da língua, vieram da escola com o oitavo ano de escolaridade feito, tornando-se para mim óbvio que a escola não cumpriu o seu papel. Mas como não quero ser salomónico, e cair na asneira a que qualquer inglês chamaria “to jump into conclusions”, lembro-me sempre que só posso ensinar quem quer aprender, que não conseguirei ensinar mais do que o aprendente quer aprender, e outras “coisas” deste género. Isto permite-me não afirmar de imediato que a “culpa” – essa solteirona que quando arranja noivo é, não raras vezes, o errado! – é do professor de português, porque, não raras vezes, não é!
Supunha-se a escola como instituição que tinha como finalidade preparar as pessoas para a vida, mas o falhanço é de tal magnitude que se constatou que é a vida que prepara muita gente para a escola! Essa gente é o adulto das “Novas Oportunidades”. Faz-me bastante impressão que um aluno de nono ano supostamente saiba que ossos existem no braço humano e, depois, perante alguém com uma fractura de um osso do braço, não saiba o que há-de fazer porque a escola não lho ensinou. Andou a perder tempo, a ministrar-lhe conteúdos que não têm o menor dos interesses, nem para ele, nem para a comunidade. Isto não é culpa dos professores!
Sabendo eu o que é o ensino, pois já fui professor, como se estruturou a coisa e como ela aparece na sua forma acabada em frente do aluno, não seria a conclusão mais inteligente da minha parte, ainda que a minha inteligência revele limitações acima da média.
As estatísticas a que tive recentemente acesso não confirmam as suas impressões acerca do processo que afirma conhecer bem. Também não entendi a sua primeira referência às Novas Oportunidades como algo de depreciativo, mas apenas como um dos termos do estabelecimento de uma comparação depreciativa para ambos os lados, e foi isso que profilacticamente quis evitar. Disso dei conta pública ao José, em devido tempo.
Sou, de facto, um bocadinho lerdo e não veja com bons olhos qualquer comparação com qualquer das pessoas que frequentam este espaço, pois nada tenho a apontar a quem quer que seja, nem cometeria essa deselegância para com qualquer membro desta comunidade. Daí, a geração deste mal-entendido, de que sou, seguramente, o responsável. Depois, não classifico ou julgo pessoas. Quando muito, julgo comportamentos, tentando sempre primeiro compreendê-los.
De resto, como não haveria de ser lerdo? Olho à minha volta, e só o impossível acontece!
Temo que esteja enganado quanto aos interesses envolvidos nas Novas Oportunidades, pois está pejada de produção made in Faculdade de Psicologia da Universidade do Porto, gente que pode perfeitamente consultar, pois possuem a pior das impressões a meu respeito. Suspeitei mesmo que os antigos Centros de RVCC teriam sido abertos para escoar a produção das psicólogas da UP, mais do que responder rápida e eficientemente a um imperativo nacional que consistia em certificar o que se tinha aprendido fora da escola para alterar as estatísticas da iliteracia nacional. Se juntarmos a isto a autoria e os preços cobrados por Referenciais de Competências-chave que há dez anos custaram cerca de sete mil e quinhentos contos (como é o caso do Básico de C.E.), e que não se vislumbra ali ponta de coerência… mais razão terá de me dar.
Na altura, alguém da ainda ANEFA me pediu um exercício que consistia em fazer o elenco das características que uma equipa de RVCC deve possuir. A minha resposta não foi muito simpática, pois arrasei a Psicologia e afirmei mesmo que mais do que uma psicóloga numa equipa de RVCC seria um factor de entropia, sendo o número zero, o ideal. Não cobrei nada por isso, foi completamente gratuito. Vivo do meu ordenado!
Posso ainda acrescentar que na comunidade Ning existe um espaço dedicado ao RVCC onde raramente vou, podendo aí ler o que escrevi para os meus pares, acerca do processo RVCC, na página de apresentação. Não foi muito bem recebida pela generalidade dos membros, a minha missiva, muito embora tivesse tido duas manifestações de apoio.
Numa perspectiva mais “diacrónica”, posso mesmo afirmar-lhe que as dificuldades sentidas no terreno não diferem muito na vigência dos dois últimos governos, com a diferença de agora o aproveitamento político e mediático ser maior e, portanto, se mentir mais. Contudo, a vigência do Governo anterior primou relativamente ao RVCC, por não cumprir promessas feitas e por colocar uma directora geral a governá-lo que estava tão bem preparada para o fazer, quanto eu estarei preparado para gerir uma exploração agrícola, isto é, nada!
De resto, acho que começou de forma genial. Era uma blind project, em que eram fixados objectivos e as equipas no terreno teriam de inventar as estratégias para os atingir. O que se passava no terreno servia de guia à “regularização” de procedimentos do processo. Para um português isso parecerá muito estranho, mas se se lembrar do que aconteceu, por exemplo, em Inglaterra, no início dos anos setenta, com o processo de legalização da escolas de Artes Marciais e com o sucesso dessa legislação, perceberá que a coisa não era tão disparatada como pareceria numa primeira análise.
Fundamentalmente, o que não é explícito nesta nossa troca de impressões, parece-me andar à roda do conceito de “saber”, presumindo eu que entende “saber” como o que foi certificado por um teste feito numa escola ou numa faculdade e traduzido numericamente numa pauta. Ora, o conceito de saber que perfilho, passa pela aplicação prática do saber teórico, sendo-me indiferente o que possa constar numa pauta. Ou sabe fazer, ou não sabe!
Quanto a tudo o resto, estou completamente de acordo consigo!
Clarificada que fica, da minha parte, a polémica, resta-me pedir, mais uma vez, desculpa ao José por trazer para este seu espaço assuntos que não são comuns aqui e, eventualmente não serão, de todo, para expor aqui, e cumprimentá-lo a si, Mani Pulite.

luis_v_silva disse...

Jose, es um triste, tao triste como o Socretino.

Depois admira-te com o pessoal que te diz que es uma vergonha por usares recursos publicos para andares na bloga. Se e que me entendes.

O teu problema e cuspires muito para o ar! Decoro amigo...Decoro!

vml disse...

lol

Karocha disse...

Vml

Assino por baixo e digo mais
LOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL