Páginas

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Espantoso!

Daqui:

O Procurador-Geral da República está satisfeito com que se tem feito no combate à corrupção em Portugal, mas alerta o poder político para a falta de meios do Ministério Público.
Pinto Monteiro considerou, esta quarta-feira, que há leis suficientes para o combate à corrupção, o que falta, na sua opinião, é aplicar essas leis, mas o trabalho é moroso, difícil e complexo.

«Nunca a corrupção foi tão detectada e investigada em Portugal como nos tempos actuais. Apesar de alguns insucessos, a prevenção e punição são hoje qualitativa e quantitativamente maiores do que no passado recente» , afirmou.

O Público de hoje refere os números do DIAP sobre corrupção: actualmente, em Portugal, há quatro presos preventivos e sete em prisão domiciliária por corrupção activa, em resultado da actividade daquele departamento do MºPº que abrange a área de Lisboa.

4 comentários:

Carlos disse...

Desculpe José! mas, é só para enteder: não disse no "post" anterior que não fazia comentários a ridicularias?

cfr disse...

o comentário da Cãodida ainda é mais espantoso ao dizer que arquivou o processo socrates por falta de pagamento de uma taxa de justiça.

Flash Gordo disse...

Isto noutros países seria escandaloso suficiente para abrir todos os telejornais:
http://www.publico.pt/Sociedade/candida-almeida-nunca-pediu-ao-me-o-dossier-de-socrates-na-uni-1528793

E isto é só a parte que nós conhecemos.

AF disse...

Ena! Quatro mais sete! Isso é uma multidão!