Páginas

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

A Maçonaria benfazeja e o PCP do costume

Esta imagem é tirada de um blog cujo autor se intitula, apropriadamente, "Jumento".

Inês Pedrosa que escreve uma coluna no Sol , diz hoje no jornal que chegou a ser sondada para integrar lojas maçónicas. Por três vezes. A primeira há quase trinta anos e "invocava a aprendizagem, a amizade e a evolução espiritual."
Pedrosa não diz, mas deve ter sido uma loja em anexo, reservado a mulheres na órbita do Gol. Esta maçonaria dos bons não admite mulheres na mesma sala, como dantes, no Estado Novo, havia escolas de ensino primário do sexo masculino e outras do sexo feminino, contíguas e por vezes sob o mesmo telhado, lado a lado ou em cima e em baixo.
Os outros dois convites foram mais "pragmáticos" como diz a autora. Um dos convites era acompanhado de promessas inefáveis: " Se precisasse de um médico ao domingo, bastava um telefonema." Assim, tal e qual e a lembrar aquele episódio rocambolesco de um fax, a um Domingo para completar uma licenciatura em engenharia de um certo figurão que por aí anda.
O outro era mais redondo: "seria bom para o meu futuro, porque quem entra para a Maçonaria tem emprego garantido". Ó se tem! E em cargos de luxo, geralmente pagos por todos nós. Porém, Pedrosa sente-se um pouco desencantada com a promessa benfazeja. Diz que conhece amigas da maçonaria que estão desempregadas, coitadas e...discriminadas porque logo acrescenta que as lojas masculinas funcionam melhor sob esse ponto de vista.
Mas esta discriminação, a Maçonaria entende como sendo...positiva. Não é discriminação é assim a modos que...ninguém fala nisso.

O Sol dedica largo espaço ao assunto e na primeira página chama a atenção para o facto de o PCP não admitir ninguém que seja da Maçonaria. Lá saberão porquê...mas é caso para perguntar: como é que eles sabem se um militante é ou não da Maçonaria? Afinal o PCP obriga a um registo de interesses particular e para efeito interno que denega no público e alargado espaço da A.R.?

Já se sabia que o PCP é um partido com paredes de vidro. Fosco, mas frágil. O que não se sabia é que a hipocrisia era tamanha dentro daquelas paredes.

18 comentários:

zazie disse...

ehehehe

Karocha disse...

LooooLLLL em 95 também fui convidada para ir para as "Meninas"!!!

bruno disse...

eu sou derviche rotante, ritual de Konya ,com muito orgulho

josé disse...

Bom proveito.

JC disse...

Ah "ganda" Konya!

Wegie disse...

derviche rotante, ritual de Konya???What the fuck is this?

Wegie disse...

Deve ser um derviche que quando vê um vergalho roda e mostra o rabo...

zazie disse...

ehehehe

Não é nada. Vai ao google que descobres.

Já me fartei de rir com tanto cosmopolitismo. Como se fosse pouco o budismo da Avenida de Roma, já temos sunitas na zona Jota e místicos sufis na blogosfera

":O))))))

zazie disse...

Que seguem a tal koina do famoso eixo turco-cartaxense.

Wegie disse...

Acabei de ver um video dos Derviches Tourneurs de Konya. Uns paneleirotes com uns barretes a girar loucamente. Malha-lhes Deus!

zazie disse...

ahahahaha

Vou ver isso.

":O))))

zazie disse...

ahahahahaha

Aqueles de combinação branca e bracinhos amarrados à camisa de forças?

Agora estão a rodar como a Maria von Trapp na pradaria Suiça

":O)))))))))

hajapachorra disse...

E alguém já viu uma 'saudação à bandeira' dos rotários?

Wegie disse...

Do regulamento dos Rotários:

"...o Director do protocolo deve ter algumas características para o desempenho das suas actividades:

Optimismo: É a alegria, o prazer, o entusiasmo e a cordialidade que transparecem no seu semblante."


ahahahahah!!!!

Wegie disse...

Não pode ter cara de cú à paisana...

zazie disse...

Como é a saudação?

ahahahahahah

Estas coisas são tão patuscas. Acho piada a quem se presta a elas e as leva muito a sério.

(sem se rir)
":O))))))))

hajapachorra disse...

Primeiro embrulham alguém na dita, depois alanzoam com uma litania que adormece um elefante. Quando acordei já estavam dois dentro do embrulho. E assim per saecula saeculorum até que um fabiano do ensino superior ou das modas alves quebra o encanto e se começa a morfar.

zazie disse...

ahahahahahahah