Páginas

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

A Maçonaria dos bons e maus mações

Moita Flores está na RTP Informação a fazer uma defesa descabelada da Maçonaria. Atropela-se nos argumentos ( acabou de dizer que a independência de Timor começou com conversas entre maçónicos de todo o mundo) e acha a Maçonaria o centro do mundo do bem. Moita Flores acha que esse mundo do bem nem sequer é secreto mas aberto. Só faltou dizer que a Maçonaria é a mãe da democracia...e do valor da transparência como regra.

Moita Flores, claro está, acha que há bons maçons e maus mações. Evidentemente, Moita está do lado dos bons. E defende a dama de modo descabelado, relegando para a giena a tal loja que não conhece e de quem se fala.
Dos seus parceiros de conversa, Rui Rangel, juiz, diz que não pertence a lojas. Marinho e Pinto idem, aspas, acrescentando que nunca pertencerá.
O programa é muito parecido com outro que passa à mesma hora, na SicNotícias: O dia seguinte. É sobre o futebol.

3 comentários:

Floribundus disse...

diz o ditado
'atrás duma mouta está outra'

o polícia, o tricano e o outro falam de qualquer coisa. são enciclopédicos.

o meu impublicável diário maçónico tem 3 capítulos
gente séria (velha guarda)
pilhas e pulhs
maçonaria do 'olho divino ao trou du cul'. fica na BNP

bruno disse...

Diário da República, 2.ª série -- N.º 217 -- 11 de Novembro de 2011



Gabinete do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais



Despacho n.º 15296/2011



Nos termos e ao abrigo do artigo 11.º do Decreto -Lei n.º 262/88, de 23 de Julho, nomeio o mestre João Pedro Martins Santos, do Centro de Estudos Fiscais, para exercer funções de assessoria no meu Gabinete, em regime de comissão de serviço, através do acordo de cedência de interesse público, auferindo como remuneração mensal, pelo serviço deorigem, a que lhe é devida em razão da categoria que detém, acrescida de dois mil euros por mês, diferença essa a suportar pelo orçamento do meu Gabinete, com direito à percepção dos subsídios de férias e de Natal.



O presente despacho produz efeitos a partir de 1 de Setembro de 2011.



9 de Setembro de 2011. -- O Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais,



Paulo de Faria Lince Núncio.



205324505



Expliquem-me como se eu fosse retardado. (ou talvez seja).
















SALÁRIO + 2.000,00 EUR + SUBSIDIO DE FÉRIAS + SUBSIDIO DE NATAL (em regime de comissão de serviço).

Se o Sr. foi emprestado por um organismo do Estado a outro organismo de Estado, porquê o acréscimo dos 2.000,00 eur ao salário ??????????????

O despacho é de 11 de Novembro de 2011 ( Os tachos continuam)

Carlos disse...

José, francamente!...os paineleiros do chuto na bola, conseguem ser mais disciplinados na conversa.