Páginas

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Mais uma vergonha para este Ministério Público

Sol:

O Tribunal Criminal de Lisboa absolveu hoje Pinto da Costa, Ana Sofia Fonseca e Felícia Cabrita do crime de ofensa ao Ministério Público (MP). O presidente do FC Porto tinha comparado o MP à PIDE, num livro das jornalistas.

Na sentença, a juíza da 1.ª Secção do 2.º Juízo Criminal de Lisboa conclui que Pinto da Costa limitou-se a fazer «um juízo de valor» sobre a actuação do MP e que «o direito à crítica insere-se na liberdade de expressão», por muito depreciativa ou injusta que seja.

Este Ministério Público parou no tempo. Algures nos anos setenta...

1 comentário:

victor rosa de freitas disse...

O topo do Ministério Público continua a comandar um exército salazarento pondo os peões de baixa patente a queixarem-se de serem "ofendidos" se alguém se atreve a criticar a "corporação" ou os mesmos peões ou os "chefes".

Nada de novo debaixo do céu!