Páginas

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

O discurso deletério de sempre

Económico:

"Na pirâmide da corrupção, temos no topo a corrupção do Estado", acusa Maria José Morgado, responsável pelo Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa, durante uma conferência do ciclo "Ministério Público e o Combate à Corrupção". Esta é a corrupção de "maior sofisticação" e de "mais difícil detecção", acrescentou.

Este discurso da directora do DIAP não é o mesmo do da directora do DCIAP nem do PGR, aliás presente no evento. No entanto, ninguém quer tirar consequências desse facto...

2 comentários:

Carlos disse...

Digam-me quem são os corruptos, para eu me desviar quando passar por eles.
Deixem-me rir!...

Carlos disse...

Ninguém vê corruptos? Deve ser um problema de cataratas. Causam muita névoa nas vistinhas.