Páginas

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

O julgamento da UnI e as notícias

TVI:

O ex-primeiro-ministro José Sócrates não vai estar presente como testemunha no julgamento do caso Universidade Independente, que esta segunda-feira prossegue no Tribunal de Monsanto.

José Sócrates informou o tribunal de que não iria estar presente por estar a viver no estrangeiro, mais concretamente em Paris, França.

Sic-Notícias:

Luiz Arouca está a ser julgado por associação criminosa, abuso de confiança, fraude fiscal, burla, corrupção e falsificação de documentos.

Entre os principais arguidos do caso UNI estão o ex-reitor Luíz Arouca, o antigo vice-reitor Rui Verde e Amadeu Lima de Carvalho, o antigo acionista da empresa SIDES, acusados de associação criminosa, abuso de confiança, fraude fiscal, burla, corrupção e falsificação de documentos.

A crise na UNI começou com suspeitas de irregularidades no funcionamento da instituição, tendo-se verificado em fevereiro de 2007 sucessivas reviravoltas no controlo da instituição e da empresa que a detinha, a SIDES, disputadas por duas fações em litígio.

A instituição foi encerrada compulsivamente a 31 de outubro de 2007, por decisão do então ministro do Ensino Superior, Mariano Gago.

(...)

À chegada ao tribunal, Luís Arouca não quis prestar declarações aos jornalistas.

O ex-primeiro-ministro e antigo aluno da Universidade Independente José Sócrates e o antigo ministro e deputado socialista João Cravinho devem hoje ser ouvidos como testemunhas no julgamento do caso UNI.

O advogado do antigo reitor da Universidade Luiz Arouca, adiantou à Agência Lusa que o seu cliente prescindiu da audição de José Sócrates como testemunha defesa, mas que o Ministério Público (MP) o indicou como testemunha de acusação, pelo que a sua audição terá de se efetuar.

O causídico disse desconhecer em concreto se José Sócrates, a residir atualmente em Paris, estará hoje presente no Tribunal do Monsanto, em Lisboa, mas admitiu que a videoconferência não é praticável neste caso e que a sua audição por carta rogatória também não seria normal.

Durante a sessão de hoje estava também prevista a audição do ex-primeiro-ministro José Sócrates, que até às 09:20 ainda não tinha chegado ao Tribunal.

A TVI 24 já sabe que José Sócrates não está presente em audiência de julgamento, hoje. A SIC- Notícias ainda anda aos papéis...

2 comentários:

Carlos disse...

Cautela e caldos de galinha...

Não vá o diabo tecer!

ZéBonéOaparvalhado disse...

A convocatória do Ex Primeiro Ministro foi feita pelo Tribunal?