Páginas

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Amadeu Guerra: uma muito boa escolha para o DCIAP

Se se confirmar a nomeação do procurador-geral adjunto Amadeu Guerra como novo director do DCIAP, a escolha é muito boa.
Amadeu Guerra é um magistrado com muita experiência e diversificada em vários sectores, para além da magistratura. É um indivíduo esperto e com um sentido correcto do que é e deve ser o Ministério Público. É da velha escola e tem a noção do sentido do dever e serviço públicos.
Os jornais de hoje traçam um perfil limitado da figura, sem fotos actualizadas ou currículo abrangente. Falta por exemplo escrever que Amadeu Guerra foi auditor num ministério em que João Cravinho era mandão, no tempo daquele que todos sabem quem foi e agora é caixeiro-viajante por conta de uma multinacional farmacêutica. Enquanto auditor deu pareceres e muito bem direccionados ao combate a uma corrupção larvar que o ministério não aproveitou, porventura por não querer tal coisa. Amadeu Guerra deixou a auditoria com uma visão precisa dos meandros da corrupção de alto coturno, em Portugal. Tem um conhecimento preciso desse polvo e desses miasmas.
Espera-se agora, à frente do DCIAP um Amadeu Guerra coerente, empenhado nesse combate e cujos contornos conhece bem. Ao contrário de Cândida de Almeida não parece ser alguém a quem possam comer as papas na cabeça ( Alípio Ribeiro, o blogger, não entendeu nada...).
Por exemplo, estou em crer que Amadeu Guerra sabe descodificar muito bem os esquemas de corrupção larvar que rodeiam ou permeiam estes assuntos ( como os que o Correio da Manhã hoje revela), o que não acontecia com Cândida de Almeida. Desejo muitas felicidades a Amadeu Guerra, particularmente nesse combate  e fico satisfeito por ver que alguma coisa essencial está a mudar no MºPº.

15 comentários:

Floribundus disse...

finalmente Alguém séria e competente.
basta de nalgas com celulite

Pedro Lopes Rodrigues disse...

"Batota nas PPP chega á Judiciária"

Podem esperar sentados.

A batota é precisamente a base ideológica deste estado pária.

Quer sejam governos Socretistas quer sejam Relvistas, quer sejam Boxexistas ou Escavaquistas.

Corruptos a investigar a corrupção?
Ai que barrigada de riso.....

JMCL disse...

Oxalá surjam resultados! A falta de esperança é o pior que pode acontecer, e estou mais para aqui virado.

Luis disse...

Espero que tenha razão, Zé.
Eu também pensava que a PGR era "a" boa escolha e, na verdade, a forma como está a conduzir a questão dos crimes "eventualmente" praticados por gente ligada à nomenklatura angolana, está a ser uma desilusão, pois está a deixar que a política (e os políticos nacionais) interfiram e condicionem a justiça.
Notícias enganosas do jornal oficial estalinista do regime angolano metem medo a alguém? Deve esquecer-se a origem suja de dinheiro angolano porque queremos investimento deles e, logo, não os podemos importunar com essas coisas da investigação? Mas eles não sabem investir dinheiro limpo?
Afinal parece mesmo verdade que quando o dinheiro (ainda que sujo) fala a verdade cala.
E fico-me por aqui.

Carlos disse...

Se o José tem boa opinião (e aqui é autoridade), então deve merecer todo o crédito. Esperamos que faça bem, o que tem de fazer - tão só.
O maior sucesso no novo cargo para AG.

josé disse...

Luís:

Lei por favor o que escrevi no postal sobre o "puto". O Ministério Público tem que fazer o que deve fazer sem que a política interfira.

Mas deve fazer com pinças. A mandar cá para fora notícias sobre "averiguações preventivas" é dar tiros no pé.
Se averiguações há a fazer que sejam com o sigilo máximo e sem deixar rasto.
Se houver elementos suficientes e não apenas os que têm vindo a lume, pois então que caia o Carmo e a Trindade que a PGR não se intrometerá, estou em crer.

Até agora os angolanos têm alguma razão.

contra-baixo disse...

Os Angolanos têm toda a razão, queria ver fazerem o mesmo ao congénere alemão da PGR.

foca disse...

Esperemos que faça melhor trabalho que aquela coisa da proteção de dados que é uma aberração para sorver dinheiro

Karocha disse...

Parece que já há confusão :-(

Dario disse...

Espera-se principalmente que comece a mostrar resultados, nao daqui a quatro anos, nao daqui a dois, mas no imediato, sendo ele um conhecedor do que e a corrupacao em portugal, tem tudo para colocar em sentido essas ervas daninhas que tanto mal teem feito aos portugueses.
Que nao seja mais do mesmo, que nao seja uma Candida no masculino e o que se pede.

Kaiser Soze disse...

Não conheço o Sr. mas como veio para substituir a Cândida Almeida não me parece que possa ser uma má notícia.

Fiquei mais impressionado com as duas notícias coladas.
Tanto a do trabalhador-estudante que agora faz propaganda médica como do Jorge Coelho que parece ter acordado depois de o mandarem de saco da Mota-Engil. Pode ser um ressabiado a vingar-se. A ver vamos.

Ah, estava a contar ver aqui qualquer coisa sobre o Durão Barroso.

josé disse...

Sobre o Durão?

Vai ver sobre outro figurão: da ARS de Lisboa e Vale do Tejo. Mais logo...

Carlos disse...

"Vai ver sobre outro figurão: da ARS de Lisboa e Vale do Tejo. Mais logo..."

José, mas o que vem a ser isto? um novo estilo na fuga do segredo de justiça?

naoseiquenome usar disse...

( sobre o assunto de "mais logo": só ligações perigosas, credo! está tudo minado)

Carlos disse...

"Vai ver sobre outro figurão: da ARS de Lisboa e Vale do Tejo. Mais logo..."

Afinal, foi só um boato no melhor estilo de "para quem é bacalhau basta!"