Páginas

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Pinto Monteiro..."por que não te calas?"

Daqui, InVerbis:

O ex-Procurador-Geral da República (PGR), Pinto Monteiro, garantiu estar "de férias da justiça", mas não "de férias da cidadania", deixou ainda um alerta para o facto de se poder estar a desenhar "uma menor transparência na separação de poderes".

"É preciso um grande rigor não só na observância da clássica separação de poderes, como no respeito pela autonomia e independência das instituições, sem consentir que em nome de imaginários poderes ou duvidosas aproximações, o essencial seja posto em causa", declarou, recordando que a separação de poderes foi consagrada para "defender o cidadão e não aqueles que detêm esses mesmos poderes".


 Pinto Monteiro refere-se a quê e a quem?  Não se sabe mas por mim só me ocorrem ideias pouco favoráveis ao antigo PGR.
Em primeiro lugar a afirmação reveste-se como uma insinuação dirigida à actual ministra da Justiça, o que é muito mau sinal.
Em segundo lugar e sobre separação de poderes basta mostrar estas duas fotos, para que Pinto Monteiro se lembre do que se passou ainda não há muito tempo, quando era PGR...

6 comentários:

Lura do Grilo disse...

O homem arrebita! Até já tem explicações para a desertificação do interior.

Floribundus disse...

o homúnculo dos 3 da vida airada devia lembrar-se que já na democracia grega havia 3 poders: isonomia, isotimia e isogoria.

portanto abusa em relação àqueles a quem chama cidadãos, porque estes não lhe podem responder por não ter o mesmo espaço de divulgação.

o gajo devia lembrar-se da expressão do Novo Testamento 'cego a conduzir cegos'

zazie disse...

Esta foi das mais fortes que aconteceu e ia jurar que pouca gente se deu conta.

A sequência das fotografias que colocou diz tudo.

zazie disse...

Bem que na altura todos perguntámos a que título estes mecos se tinham juntado.

Depois foram as eleições e só muito depois a notícia das escutas e dos avisos e do telemóvel que foi fora, deu para refazer as contas e as datas e perceber melhor.

Karocha disse...

Eu dei zazie está no meu mural do face com gargalhadas eheheheh

Dario disse...

Em portugal e assim mesmo que as coisas funcionam, todos sabem tudo menos aquilo que deveriam saber.

O exemplo mais perfeito e o professor Marcelo, aquele homem sabe de tudo, quando teve oportunidade para mostrar deu barraca e nem oposicao soube fazer,mas agora tem conselhos para tudo e para todos e a maioria dos portugueses ate acha que aquele homem dava pra tudo, desde primeiro ministro a presidente, segundo certas sondagens, diga-se.

No caso destes homens da justica, a mesma coisa, enquanto la estiveram foram a vergonha que se sabe, mas agora ca fora estao preocupados com tudo e ate sabem como se faz para ser bem feito.
No fundo no que toca a justica portugal e um desastre, ninguem pode mesmo acusar ninguem.
Vergonha