Páginas

sexta-feira, 29 de março de 2013

Marianne-Mediapart- o jornalismo que não temos

A revista francesa Marianne, de esquerda civilizada e culta, daquela que aprecio, mostrou esta semana nas suas páginas as vicissitudes do caso chamado "branqueamento de fraude fiscal" que atingiu um governante do socialismo à Hollande que os socialistas de cá, pelos vistos, já nem querem ouvir falar.

O dito governante, dr. Cahuzac de nome e prefixo, médico e fiscalista prometido para o socialismo francês, foi apanhado com depósitos suspeitos na sua conta, alimentados por uma...farmacêutica. Sintomático, não é? As farmacêuticas transformadas em remédio para males de dinheiro de políticos...
Pois bem. o governante socialista não foi acusado de nada em concreto e comprovável, ainda. Mas já abandonou o posto.
O caso foi descoberto por um jornalista autêntico, um modelo para aqueles que não temos por cá e que atormentam políticos ao pequeno-almoço.
Edwy Plenel, mentor do sítio Mediapart, um outro modelo de jornalismo dos tempos que correm, electrónicos e de internet, tratou do assunto e escreve estas duas páginas na revista Marianne desta semana que deviam ser lidas nas escolas de jornalismo que tempos se por acaso os professores o fossem ou pudessem ser. Provavelmente nem conhecem a Marianne. Não têm tempo para isso...

O artigo aparece na sequência do editorial do Correio da Manhã de hoje e é para os sócrates deste país lerem, mais os patifes que os acolitam.



Sem comentários: