Páginas

sábado, 16 de março de 2013

O caso TVI contado por Octávio Ribeiro


A revista Tabu do jornal Sol  desta semana, a pretexto da nova estação de tv CMTV, dá um destaque de oito páginas a Octávio Ribeiro das quais se mostram quatro.

Octávio Ribeiro tem sido o director do jornal que mais vende em Portugal, actualmente bem acima dos 100 mil exemplares diários.
O que Octávio Ribeiro diz do seu percurso pessoal e profissional permite entender como é que um indivíduo educado por uma certa esquerda, nascido no Barreiro no seio dos fósseis e alimentado em ideologia comunista localizada, conseguiu saltar do âmbar e pensar de outro modo.
Por outro lado, nas duas páginas de baixo explica como é que José Sócrates teve mesmo um plano para mudar a direcção da TVI, tentou ainda comprar o CM e silenciar o pluralismo informativo que não lhe agradava, naquilo que alguns magistrados entenderam como sendo um atentado ao Estado de Direito e o PGR e pSTJ da altura saparam completamente, por razões que a razão jurídica desconhece.
Octávio conta que José Sócrates em Fevereiro de 2007, quatro meses antes do caso TVI vir a público, fez-lhe um convite para substituir José Eduardo Moniz na TVI. Se isso for verdade, no que acredito, tal é a prova que José Sócrates mentiu no Parlamento e queria mesmo alterar o Estado de Direito. E quem o safou pode ter cometido um crime de denegação de justiça.

"a pedido de várias famílias", (na verdade um comentador) segue a entrevista na integralidade.






13 comentários:

Floribundus disse...

boxexas dizia que só os burros não mudam. todos vêm isso.

o que pode acontecer ao 'imigrante' com as declarações de O.R.?

a culpa é do governo, da Troica, do Papa e seguramente de todos os 'in'
da esquerda folclórica

Dario disse...

Grande treta, entao Octavio Ribeiro e diretor de um jornal que corta na casaca do governo e ao mesmo tempo e convidado para substituir outro diretor que tambem corta??


Na.


Se o plano era promover o Octavio, uma vez que ele se esta a meter num mundo congestionado e falido, como e o mercado televisivo, entao acho que lhe estao a prestar uma ajuda que ele precisa, mas nao venham com essas tretas de que ele tem andado a cortar na casaca aos politicos, porque isso nem o Octavio nem o Correio da Manha o fazem, ate as noticias sobre os ex do Ps e Psd sao coisas minimas que nao vao ao fundo do crime, salvo casos exporadicos.
O Octavio e bom rapaz, sabe onde esta metido e soube ate agora nao meter o nariz onde nao devia, vamos ver se com a tv as coisas lhe correm tao bem.

josé disse...

"soube ate agora nao meter o nariz onde nao devia"...

Então há reservas "democráticas" em que o jornalismo não se deve meter, não é assim?

Bela noção de democracia...

miguel disse...

As suspeitas são apenas de denegação de justiça,ou também de formação de quadrilha?
É que toda esta vigarice e encobrimentos ao mais alto nível são revoltantes.

José disse...

As suspeitas são de abuso de funções do Estado e ninguém teve a coragem de dizer que o rei ia nu.

Ninguém que se ouvisse bem.

Unknown disse...

Fiquei interessado no resto da entrevista. É possivel lê-la?

Maria disse...

Bem, se o Correio da Manhã está assim tão independente do poder como parece deduzir-se pelo que aqui se vai escrevendo, então estou a ver que vou começar a comprá-lo. Isto depois de muitos anos em que deixei de os comprar totalmente. Com a excepção d'O Diabo que adquiro sem interrupção desde 1985, depois de um amigo dos meus pais regressado d' Angola, nos dizer que este jornal era levado da Metrópole e quando alguém tinha a sorte de o receber emprestava-o e era passado de mão em mão, lido duma ponta à outra sôfregamente, manuseado cuidadosamente e guardado religiosamente. Isto até chegar alguém do Continente com um outro número e a história repetia-se.
A partir do dia em que ouvi contar este episódio, comecei a comprar O Diabo e nunca mais deixei de o fazer. E ainda não me arrependi. É um jornal independente, que tem voz própria. Desde o tempo da saudosa Vera Lagoa, que era uma mulher de armas e que tanta falta cá faz para descobrir a careca a mais uns tantos sabujos.
Quanto aos outros jornais desde há muito que não me dizem nada, afinam todos pelo mesmo diapasão - os dois ou três que se aproveitavam, desapareceram na voragem do tempo, calados pela ditadura democrática que nos rege, a qual proibe a liberdade de imprensa desmentindo desavergonhadamente aquilo que, na oposição, apregoava aos quatro ventos vir a restituir aos portugueses uma vez reposta a democracia!, acusando despudoradamente o anterior regime do que afinal veio a fazer em dose tripla assim que se apanhou no poder, manobrando-o a seu bel-prazer com as conspurcadas mãos - renderam-se ao sistema e obedecem cegamente a quem o controla com mãos de ferro. Uma vergonha.

Sobre o novo canal do Correio da Manhã, serei telespectadora atenta (já que tirando a TVI nenhum mais se aproveita) esperando sinceramente que não se torne na voz do dono.

Dario disse...

Nao senhor Jose, nao e assim, num pais a serio, em portugal e assim, seja com o Ps seja com o Psd. quem se mete onde nao deve, leva, tem sido assim ao longo dos anos, muuiiiitos anos.

Agora.... ha quem nao consiga ver, ha quem nao queira ver e ha quem veja mas faz de conta que nao ve, ao responder da maneira que me respondeu e ao dizer do Hoctavio o que disse, voce esta mais naquele grupo que ve, mas faz de conta que nao ve.
Senhor Jose, nao tem sido bom para portugal esses compadrios, em que se oculta certas praticas, vamos la mudar de estrategia e comecar a chamar os bois pelos nomes, quero acreditar, que, o que o senhor disse sobre o Hoctavio seja visivel no CMTv, espero mesmo, porque eu sou Portugues e gosto de Portugal.

José disse...

"quem se mete onde nao deve"

Então o papão existe mesmo?

Dario disse...

Jose, nao me admira a pergunta, admira-me o senhor ter duvidas. Mas e claro que o papao existe anda solto por tudo quando e esquina, so nao ve quem nao quer.
Por isso eu digo que nao e possivel a historia do Hoctavio sobre a tvi ser verdadeira, diga-se totalmente verdadeira, partindo do principio que, ele, como o senhor diz, e, diretor de um jornal que da umas bicadas no sistema.

So que isso e ficcao.

O CM e um jornal do povo que fala da actualidade, mas nao se mete com o poder politico que esta no poder.

Na historia do Hoctavio, so, o convite feito podera ser realidade e esta explicado em cima o porque.

José Lima disse...

Percebi bem ou este senhor Octávio afirma que antes do 25 de Abril as pessoas não se podiam mascarar no Carnaval? Se assim era, eu devo ter vivido numa qualquer realidade alternativa e não o sabia...

josé disse...

Também não percebi essa, mas o contexto é o Barreiro industrial e comunista, "cristalizado", segundo ele. Fossilizado, segundo o que entendo.

Unknown disse...

Agradeço-lhe por ter acedido ao meu pedido. Obrigado.