Páginas

sexta-feira, 26 de abril de 2013

O partido nacional-syriza quer tachos...

RR:

O coordenador do Bloco de Esquerda João Semedo afirma que o partido está preparado para subir ao Governo.
“Confiamos que esta é a hora da esquerda governar e dizemos que, pela nossa parte, estamos não apenas disponíveis, mas prontos para governar, para fazer parte da solução", garantiu durante um comício do partido em Lisboa, na quinta-feira à noite.
"Um governo de esquerda que rejeite a austeridade, que ponha termo ao memorando da ‘troika’ e imponha aos credores uma renegociação da dívida - este é o nosso Governo de esquerda”, explicou.
Esta sexta-feira, começa o congresso do PS.


Então não estão prontíssimos para governar o país? Mais que prontos: ansiosos. Em seis meses abrem falência no Estado e vão dizer que a culpa é do capitalismo neo-liberal.  Já tem o Ferro-que devia ter vergonha na cara mas não tem- Rodrigues e o Alegre poeta e outros que irão assegurar que o BE é um partido tão democrata quanto eles o são. O PCP, esse, vai fazer a figura do costume: fossilizar ainda mais.
O neo-PREC já começa a dar os seus frutos envenenados e o velho PREC pariu estas abencerragens. Os portugueses em geral, esses, fazem a figura de campónios prontos a ser burlados por estes chico-espertos do  novo conto do vigário.

36 comentários:

Floriano Mongo disse...

"Um governo de esquerda que rejeite a austeridade, que ponha termo ao memorando da ‘troika’ e imponha aos credores uma renegociação da dívida - este é o nosso Governo de esquerda”.

Estes vigaristas podem afirmar uma coisa e o seu contrário ao mesmo tempo, sem que elas conversem entre si, na esperança de que o interlocutor nunca se encarregará de estabelecer as ligações entre uma coisa e outra.

Estes “novos” esquerdistas (BE) têm em comum com os velhos, os pterodáctilos do leninismo (PCP) o ódio à democracia, ao livre mercado, à propriedade privada que marca a história destas esquerdas e que nesse particular mais não é do que a expressão de uma tradição. E dizem-se prontos para governar. Em que mundo?

Invariavelmente, estes monopolistas do bem, têm os seus olhos postos no futuro, num horizonte que só eles divisam, porque ninguém ainda percebeu como é que a dupla de artistas Catarina e Semedo, vai processar o mistério do desaparecimento da dívida e da multiplicação dos Euros, fora o resto.

Kaiser Soze disse...

Este tipos são umas bestas...

Não ouvi estas declarações (obrigar os credores a uma renegociação da dívida é maravilhoso! Obrigar...a negociar...) mas ouvi-o a dizer que "como já alguém disse, este Governo já é de iniciativa presidencial".

Quem parafraseia este alguém...

Vivendi disse...

A minha esperança é que o séc. xxi enterre de vez o socialismo.

A batalha será mais dura que a luta contra o comunismo (socialismo extremo) porque o socialismo de agora é bastante dissimulado para a sociedade conseguir entender os efeitos perniciosos de cada uma das suas políticas.

Floriano Mongo disse...

É legítimo descrever aspectos positivos mesmo num regime autoritário, numa ditadura, seja, porque estes podem ajudar a explicar por que a dita ditadura se sustenta ou mesmo por que existiu. O que pode distinguir democratas de não-democratas é saber se tais aspectos positivos são tomados como um NORTE, como um caminho a ser seguido.

Um democrata, — quem aceita o poder exercido por meio de eleições livres, respeitando-se os direitos das minorias e dos indivíduos —, não glorifica aspectos positivos de um regime ditatorial para justificar toda a ditadura. Ao contrário: a um democrata cumpre deixar claro que conquistas de qualquer natureza — sejam as económicas, sejam as sociais — não justificam a ditadura.

Será que um esquerdista pensa assim?

A demonização que os esquerdistas são exímios, busca transformar a História numa espécie de Juízo Final, contrastar justos e injustos, santos e demónios, como se todos aqueles que se opuseram às ditaduras — quisessem democracia.

Quais são as forças que, hoje em dia, condescendem com ditaduras? Quem é que concede com o autoritarismo em nome de supostos benefícios sociais? Seriam os ditos “conservadores”? Seriam os herdeiros do regime anterior ao 25 de Abril que nem existem mais?

Será que os esquerdistas portugueses se insurgiram, por acaso, contra a óbvia escalada autoritária na América Latina só que agora com sotaque de esquerda? Quem denunciou essas tentações totalitárias?

Onde estão as declarações ou os textos esquerdistas repudiando ditadores e protoditadores de esquerda?

Reconhecer qualidades positivas num regime autoritário para, por metonímia ideológica, TOMAR A PARTE PELO TODO é legítimo para quem não é um democrata. Além de intelectualmente desonesto.

A questão de fundo, é que não há base teórica (conceptual) ou histórica (factual) que possa ligar a democracia às esquerdas.

Muitos pretendem que as conquistas democráticas tenham nascido da pressão das esquerdas. É uma tolice. A igualdade dos homens diante da lei é uma ideia que precede em muito a militância esquerdista, de matriz marxista. Ao contrário até: essa gente sempre considerou que tal princípio era o mais sofisticado aparelho de perpetuação da desigualdade — e a “IGUALDADE”, não a LIBERDADE, é que sempre foi a verdade positiva das esquerdas. E a sempre serviu para justificar todos os crimes, no passado e no presente.

Abra-se um volume qualquer de Lenine em qualquer página, leiam-se 10 linhas, e logo aparece uma diatribe contra a… “democracia burguesa”. Isto não é assim porque eu quero, é assim porque assim se deram os factos: a história das esquerdas é também a história da luta contra a democracia.

Há, hoje em dia, um intelectual de esquerda honesto, dada a desonestidade intelectual essencial do esquerdismo: Slavoj Zizek. Ele, afinal, admite que a violência e o terror são instrumentos essenciais da luta política esquerdista. E, com efeito, ironiza as chamadas “esquerdas democráticas” mundo afora. E, na essência da sua ironia, está um truísmo: se são forças democráticas, não podem ser de esquerda; se são de esquerda, não podem ser democráticas.

mujahedin مجاهدين disse...

Muitos pretendem que as conquistas democráticas tenham nascido da pressão das esquerdas. É uma tolice. A igualdade dos homens diante da lei é uma ideia que precede em muito a militância esquerdista, de matriz marxista.

Pois é. Desde que há leis pelo menos...

Mais a sério, desde quando é que apenas em democracia há igualdade de homens perante a lei?


zazie disse...

E quem é que é faz essa "metonímia" ó Floriano.

V. pirou-se e tinha sido mais interessante continuar a conversa.

zazie disse...

O v. problema é lidarem com grandes palavras, como universais que se entendem indo ao dicionário.

É a Liberdade; a Democracia; a Igualdade.

E o que é isso tudo, alguém consegue explicar apenas repetindo a abstracção?

Claro que não. Mas soa bem e é uma mania bem actual. os neotontos também sacam logo da dona Liberdade e aquilo até parece palpitação amorosa.

espreme-se e não sai nada. Permite tudo e o seu contrário lá dentro.

o mesmo para a Igualdade. Por isso é que estes nomes até deram bandeira e partilha a meias.

zazie disse...

A igualdade perante a lei não veio da democracia e pode existir sem ela.

O inverso também. Pode existir voto e alternância democrática (a democracia é mais coisas mas tende-se a reduzir a isto) e a igualdade perante a lei, ser assim a assim- porque não é mas legalmente parece que é.

zazie disse...

E lá anda ele com as minorias.

é puto. É inteligente e redige bem mas é puto.

Acredita que as minorias também já era uma causa no tempo do Bismarck


":O))))

zazie disse...

Explique traduzir esta frase por palavras vulgares:

«Ao contrário: a um democrata cumpre deixar claro que conquistas de qualquer natureza — sejam as económicas, sejam as sociais — não justificam a ditadura.»

Substitua a palavra "democrata" por pessoa. Qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, em qualquer tempo, em qualquer momento social que é sempre um contínuo histórico e nunca é igual.

Agora tente continuar a frase a ver se faz sentido.

Assim:

« A uma pessoa,cumpre deixar claro que conquistas de qualquer natureza, sejam económicas, sejam sociais...»

não justificam o quê?

O que é que v. tinha antes da petição de princípio?

O que é que tinha que podia ser lei, em qualquer parte do mundo; em qualquer tempo, em qualquer sociedade com todas as suas diferenças e características que são históricas?

Consegue dizer?

zazie disse...

Sabe o qeu tinha?

Tinha justificação de guerras de ingerência e democracia à bomba.

Era isto que tinha, por antecipação- porque a palavra democracia sob bem, é sempre para deitar abaixo uma coisa oposta que soa mal.

silviasantos2323 disse...

Comunicado à nação portuguesa do Capitão de Abril Duran Clemente, dado hoje a conhecer:

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=567856696567740&set=a.215414665145280.54625.215406995146047&type=1

mujahedin مجاهدين disse...

Aos jovens, à Juventude está reservada a bonita tarefa de, em Liberdade e em Democracia, construir um Portugal melhor. Foi exactamente para eles, para os jovens, para quem o 25 de Abril foi mais generoso. Merecem-no e estamos certos abraçarão e honrarão esse compromisso. Compete-nos, aos mais velhos, essa pedagogia e esse ânimo.

Ó Floriano, o "nosso" deve estar a falar para si...

Ehehe

mujahedin مجاهدين disse...

Que tamanha generosidade a dos nossos capitães...

Até se me comove o coração... Verte-se-me uma lágrima. Em todo o jovem livre e democrata a emoção da gratidão impede decerto a repressão do lacrimejo sentimental. Não é possível resistir-lhe...

Obrigado ó capitão! Obrigado ó alvorada! Por me fazerdes ir por o mundo fora, desbravá-lo, longe dos meus e da terra que me viu nascer! Vou livre, sem nada de material que pertença, apenas com a saudade daqueles que amo e estimo!
Fizestes o passe de mágica insuperável! Nem o próprio Christo conseguiu fazer seguir o caminho da pobreza àqueles que nele não criam! Fizestes de nós ateus santos, cheios de virtude democrática! Criastes em nós a emancipação suprema! - Christo disse: deixa tudo e segue-me. Vós, ó capitães, ó paladinos da alvorada, dissestes - deixem-nos tudo, e vão! E eles foram! Aos milhares eles por ahi vão, despojados de tudo o que é material!

São torrentes que jorram dos meus olhos agora, ó distinctos guerreiros! Rebenta de gratidão emocionada, o coração deste jovem livre! Necessito um balde para acolher a solução salina que despejo sobre a face, o corpo, o chão... tudo! Minto! Um balde não! Uma bóia! Um escaler!

Ai! Acudi - acudi prompto que me afogo...

maria vai com as outras disse...

Caro Floriano Mongo, de há muito que venho a este blogue e, congratulei-me pela sua participação como comentador, pela mais-valia que trouxe.
Sei que existe um “saudosismo” um pouco bolorento, em que se põem em confronto questões de princípio com acções individualizadas e irrelevantes; admiro como mantendo a elevação, consegue “conviver“...
Este último post, com a qualidade que o caracteriza, “sofre” um ataque que não consigo entender. Misturam-se alhos com bugalhos em mau português, na tentativa de “desconstruir” o que escreve.
Tal “perseguição” leva-me à interrogação: o que faz aí?
Cpts
Rosa
PS. Uma dúvida: a comentadora Zazie é a mesma que contribui com monólogos rascas no Blasfémias?

zazie disse...

A palerma da que ainda não sabe que nome usar, descobre logo outro nick quando me quer atacar.

Até rimou.

ò palerma, vai bugiar.

zazie disse...

Esta sujeita é tão estúpida, tão estúpida que imaginava que bastava mudar de nick apra não se perceber logo quem era.

Manuel de Castro disse...

Mas os ilustres comentadores não sabem pensar sem preconceitos???

Não sendo de esquerda, vou recordar-voa alguns factos lineares:

1 - A esquerda radical foi afastada dos Governos de Portugal no 25 de Novembro;

2 - Quem esteve no poder nas duas últimas décadas foram o PS, o PSD e o CDS;

3 - Portanto foram estes - com mais ou menos corrupção, com mais ou menos favores aos interesses do costume - que conduziram o país ao descalabro em que ele está.

Tenham isto em atenção, por obséquio, para não estarmos aqui a trocar comentários faltando à verdade.

mujahedin مجاهدين disse...

O que a abécula não se apercebe, ou não quer aperceber, é que não é possível ser saudosista de algo que nunca se teve ou viu...

A ignorante animaleja diz que é mau português... Não é por o não saberes ler que se torna mau, ó triste! O defeito não é na língua, é antes no par de palas à guisa de olhos, e que se ostentam no calhau que te serve de cabeça.

Mas serve isto para se ver em primeira mão como é esta gentinha: detectam uma questiúncula e tratam logo de a explorar no sentido da divisão. Velam sempre e à mínima atacam.
É nisto que empregam os ranhosos das suas fileiras, e eles de bom grado o fazem. Alguém anda a ver o que se escreve nos blogues "democráticos" "de esquerda"?

Sempre foi esta grande vantagem que tiveram e têm.

mujahedin مجاهدين disse...

Mas vale a pena "desconstruir" mais a coisa.

Pergunta a percevejosa criatura ao Floriano que faz ele aqui, sofrendo "perseguições" e "desconstruções", não sem antes lhe gabar a elevação e capacidade de convivência mas, mais importante, dizer que também ela frequenta o blog há muito tempo!

Assim como quem admoesta uma criança que faz asneira, não por mal, mas por ingenuidade: - «Que faz o menino aqui? Os antros do saudosismo bolorento não são lugar para meninos democratas bem-comportadinhos!»
Será caso para perguntar à perceveja: que faz aqui? Vela para que as inocentes crianças democráticas não se percam em troca de ideias com os saudosistas bolorentos? - não vão perder eles a virtude e a inocência democrática, enredados nas artes negras do obscurantismo saudosista.

Democratas só devem discutir com outros democratas, menino Floriano! Não devem conspurcar-se trocando impressões com sujos não-democratas (excepto se forem de esquerda, posto que, no esquerdismo, não-democracia é uma forma avançada de democracia)!

Enfim, finalmente, consegue ainda passar uma frase de profundidade abismal, que só me faz lembrar o Dada Engine.

que se põem em confronto questões de princípio com acções individualizadas e irrelevantes

Para quem não saiba, o Dada Engine é um algoritmo gerador de texto inteligível, mas completamente aleatório. É ver, e ver como a frase da criatura podia ser tirada de um dos outputs do tal algoritmo.

Carregar a página várias vezes, de cada uma vem um resultado novo.
http://herbert.the-little-red-haired-girl.org/cgi-bin/dada.cgi/pomo.pb

mujahedin مجاهدين disse...

O link acima é isto:

http://en.wikipedia.org/wiki/Postmodernism_Generator

zazie disse...

Não ligue.

Ela há-de ser monga; ele há-de ser "minoria".

ehehehe

Estas coisas costumam ter sempre uma explicação mais básica

mujahedin مجاهدين disse...

Pois são capazes de ter. Mas uma coisa é certa: o que eles fazem, sempre a pairar por aqui e por outros sítios, sempre à coca da oportunidade de mandar a ferroada, ou debicar na ferida se lhes cheira a sangue, sempre observando o que fazem os inimigos, mais ninguém faz.

Mas nem tudo é mau: deu para mostrar o Dada Engine.

Viu? Se não viu, veja que acho que vai achar piada.

Já li coisas de Hegel que parecem tiradas do algoritmo... Pelo menos na tradução inglesa.


zazie disse...

Acho que até existia uma página online onde se podia escrever e inventar esses textos.

É um gozo com muito de verdade, ainda que, a mania de citar o Sokal a torto e a direito, também tenha descambado numa forma de encobrir a ignorância.

Mas o que é que leu do Hegel? (Hegel?!)

zazie disse...

O resto, não complique:

ela é gaja com mania de trica e o problema dele dever ser complexo por ser preto, ou assim, qualquer outra coisa que dê para encaixar em "minorias"

ehehe

Sem crise. O rapaz é bacano e cada um la tem as suas paranóias.

zazie disse...

O Hegel não tem nada de posmoderno e tenha cuidado que não é com estas caricaturas que se inicia na filosofia.

Naumdinho disse...

Gostava que vocemessezes burguesia fossilizada fossem encostados á parede por um pelotão e desapossados de tudo.Um choro feliz e honesto viria juntamente com a vossa libertação para junto do senhor e do Salazar,que certamente está la em cima ao ter eliminados tantos perigos para a sólida lusitania.Tirem-vos o berço e só sobra baba e ranho e agradar ao paizinho.Se saissem do umbigo e levantassem os cornos da orgia em que estão metidos talvez conseguissem ser mais imparciais.Então as leis que existem desde o hamurabi alguma vez protegeram o povão?Não foi a pressão das esquerdas demoniacas? Até um iliterado como eu consegue ver isso,não foi no renascimento,nem na idade media que as leis sociais tiveram efeito, foi nos secs.XIX e XX.O desprezo elitista pelos vossos camaradas lusos é no mínimo triste e mais niilista que os vossos odios de estimação.Se eu não herdei nada o que me impede moralmente de tirar ou ocupar aquilo que seja,só para poder correr em pé de igualdade com os meninos burgueses.Umas ferias num campo de trabalho era o que precisavam

mujahedin مجاهدين disse...

Zazie,

li uma vez umas coisas a propósito de já nem sei o quê, mas aquilo nem era nada de especial. Era o tipo a falar da natureza do som e não sei que mais. Eu vou procurar. Não tem nada que ver com pós-modernismo no entanto, nem nada disso.
Eu é que me lembrei porque é assim um fraseado obtuso do género do gera o algoritmo...

mujahedin مجاهدين disse...

Eu quando dizia eles, não me referia ao Floriano, atenção!

Só peguei na democracia por causa daquela questão da linguagem que a gente vinha discutindo.

Agora refiro-me é à tipa mais os da laia dela, incluindo o grunho que comentou aqui acima que deve ser daqueles proletários que nunca pôs os pés numa fábrica nem pegou no cabo de uma enxada.

Eu fui "proletário' por um dia e chegou-me bem. Foi um abre-olhos, por assim dizer. Nunca mais vi as coisas da mesma forma... Ahah! Mil vezes cavar terra de sol a sol que oito ou dez horas metido numa fábrica...

Por isso é que estes merdas me metem nojo. Nunca conheci um único que tivesse feito coisa semelhante. Um único.
Burguês... 'tá bem abelha...

zazie disse...

Esta gente é doente.

E depois são tão caricatos que nem se envergonham de contar as misérias da família e mais a couve a que limpavam o cu para provarem que a culpa era do Salazar

ahahahaha

É que na Suécia e em França todo o povo limpava o cu a toalhas de seda, por terem democracia

":O)))))))

zazie disse...

A naundinh@ quando lhe vêm as memórias das misérias familiares à cabeça sabe logo que nick usar.

Naumdinho disse...

Isto parece o clube dos amiguinhos do elogio&conclusão brilhante.Grandes académicos, a deriva autoritária só aconteceu em democracias de esquerda que na verdade não eram democracias, em contraste com as democracias de direita que nunca resvalaram para o totalitarismo.Já agora citem exemplos.E digam qual é a esquerda atual que defende o fim da democracia ou de eleições.E Porque um bombista de direita é certamente mais idoneo que um de esquerda.E a direita sr Mongo insurgiu-se contra quais ditaduras de direita?Na america do sul?Na Asia?A venezuela deixou de vender petroleo aos americanos?O boom economico á albanesa durante os 40 anos daquela ratazana assexuada do salazar é que nos tinha lançado em grande. Mujaedeen o paizinho pos o menino de castigo na empresa?Ó que querido,o menino engasgou-se com scones foi?Teve que ver os males que passa a maior parte dos pobrezinhos?Realmente tnes uma experiencia de vida soberba!Pede á Zazie que deve ser da nobreza citadina para te dar uma festinha no cabelo seu marialva..Incrivel afirma-se que nao ha base factual e historica para ligar a democracia às esquerdas e passa por verdade.E antes do marxismo as revoltas dos camponeses conduziram a grandes mudanças sim sr a esquerda é que é revisionista.Já agoram peguem nos livros de historia em países onde a esquerda não infectou a educação e vejam as grandes diferenças ó bacocos.A propriedade privada não é um estrangulamento?Como se a direita facha nunca tentasse minar a democracia..E agarram-se a ideia erradas do passado como se isso justifica-se eternamente o valor do capitalismo ou do salazarismo bolorento

Naumdinho disse...

E ser da working class é uma bela merda na maior parte dos casos, por isso so posso defender melhores condiçoes para nós

zazie disse...

ahahaha Já me fartei de rir a imaginar o sotaque do Náumdinho a dizer isto.

":O)))))

Cada cromo que aparece.

zazie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zazie disse...

É a maluca da lidiasantos almeida e sousa/silva/maria vai com as outras.