Páginas

domingo, 7 de julho de 2013

Figuras institucionais

Esta imagem é do Sapo Notícias de hoje. A legenda diz onde é. A figura ao lado do primeiro-ministro é Henriques Gaspar, o novel presidente do STJ. Bom sinal.

Atrás de ambos está Paulo Portas, a olhar...para onde não devia. Mau sinal.
Um pouco ao lado está outra figura, mulher de  um figurão ausente. Sinal habitual.

Na SIC, sobre o acontecimento, diz-se que na altura em que Passos Coelho entrou na Igreja, foi aplaudido como há muito o não era. Melhor sinal.

20 comentários:

Floribundus disse...

o rectângulo tem dois hemisférios: o dos crentes e o dos outros.
o dos crentes é normalmente mais paciente e objectivo
o outro é o do 'tudo já', que termina habitualmente em coisa alguma

sinais positivos há quem acredite no PR e no PM.
as segundas figuras não vencem os campeonatos

JC disse...

O que esses palmas devem ter doído à TROIKA 2 (Avoila, Jeronimo e Arménio) e à esquerda em geral, nomeadamente ao Inseguro.

hajapachorra disse...

Não gosto de os ver ali. A nenhum deles, a menos que o presidente do STJ seja católico. Abortistas, homofílicos, mentirosos compulsivos não precisamos. Só de pecadores. Aqueles não se acham pecadores. Gostam de ir na corrente, são do 'bem', como qualquer bacoco do be ou do pcp.

arg disse...

Uma parte do lixo tuga, "ajuntado". Sois rascas.

Maria disse...

Realmente! É preciso ter muita lata... E que oportuna foto! A revelar clarinho como água o carácter duplo da personagem. Ambicioso de poder pelo poder e desconfiado de tudo e de todos. Basta ver para onde ele está a deitar o olho.
Passos, tenha ou não capacidade governativa e não é isso que agora quero frisar, é um homem honesto, bem-intencionado, educado, não acredito que seja capaz de trair um amigo e sobretudo penso que se ele não faz melhor no cargo dificílimo que desempenha, é porque não consegue ou, o que é mais do que certo, não o deixam. Está rodeado de gente traidora, desprezível e falsa. E como traidora que é, esta gente pensa mais em si do que no bem e na recuperação do país. Os seus inimigos estão não só no seu próprio partido mas também e principalmente naquela meia dúzia oposicionista negra que indirectamente o rodeia e não o larga (o núcleo duro que dentro do sistema comanda efectivamente as "tropas", coadjuvado pela comunicação social(ista) falada e escrita, quase no seu todo) e lhe faz a vida negra. Pobre Passos Coelho, com quem ele se foi meter..., o seu pai bem o avisou. Como diz o povo, antes a morte que tal sorte.

A outra criatura da foto, que até está lado a lado(!!) com aquele que a demitiu do alto cargo que detinha na Cruz Vermelha e que ela (tanto quanto o marido) invectivou durante anos... e, hipocrisia máxima, foi-se sentar-se mesmo ao seu ladinho e presentemente (ou sempre foi assim?) deve adorá-lo e mais ainda o marido, outro hipócrita e cínico, que até já diz maravilhas dele como político e que até devia estar no lugar de Passos!!!..., é uma personagem para quem nem sequer consigo arranjar a designação mais apropriada tal o horror que ela mais o seu bando de traidores à Pátria, provocam. Metediça, oportunista e falsa como Judas. Muito mais haveria para dizer mas é melhor ficar por aqui.

Vivendi disse...

E agora?
Assistimos ao longo da semana que passou a uma vibrante trama política em que os portugueses viram uma personagem a suicidar-se e depois a renascer das cinzas ainda mais forte...

A personagem passou a ser o player principal do governo.

Só que estamos perante alguém que nunca foi capaz de transmitir ao longo destes dois anos de governo uma ideia clara do que realmente quer e pretende para o país, foi sempre promovendo uma política de intriga, manipulação nos bastidores governativos e desviando-se do foco principal de encontrar um rumo para o país pela austeridade (que é inevitável).

Que estratégia vem agora a caminho? Que Paulo Portas teremos desta vez? Ninguém é capaz de saber, se calhar nem ele próprio, vamos aguardar pela sua nova roupagem para percebemos a representação que vem aí, apenas sabemos que temos pela frente a personagem mais inteligente e híbrida da política portuguesa...

Portas, é isto, podemos esperar dele tudo ou nada.

Com a troika em cima dos acontecimentos iremos saber rapidamente nos próximos dias ao que vem e do que ele será capaz ou não de realizar.

Carlos disse...

José, hummm!...

...aplaudir à entrada da igreja, um dos vendilhões do "Templo", é um bom sinal!?

naoseiquenome usar disse...

As próximas aparições devem ocorrer todas a missa!!!!

josé disse...

Pode ser um bom sinal porque as pessoas entenderam o essencial, a meu ver.

Em política o que parece, é.

Kaiser Soze disse...

Aquele microclima não me parece representativo de Portugal. Acho e espero que na rua não cuspam no PM mas tenho dúvidas (por uma questão de modéstia) que o aplaudam.

Ah, e gosto muito que a TV pública transmita missas.
Uma maravilha de um Estado que se pretende laico.

josé disse...

As missas religiosas para entronização de um cardeal, como patriarca de um país, mesmo que o seja apenas de Lisboa, não me incomodam nada.

As missas laicas que todas as semanas decorrem a AR algumas vezes incomodam. Principalmente quando a homilia é dos mesmos do costume: as catarinas e os arménios mais os avoilas do ps.

Kaiser Soze disse...

Não me referi à missa de entronização. Apesar de me dizer pouco, entendo o acto e a sua relevância.

Refiro-me à que "deu" antes e que dá todas as semanas. E aos 70X7 desta vida. E a uma cena cujo nome não me lembro mas que dá, salvo erro, todos os dias à tarde na RTP2 (acho que é qualquer coisa como Eclesia mas não juro).

foca disse...

José
Onde foi buscar esta foto?
O site do Expresso tem a mesma noticia mas outra fotografia

josé disse...

Está lá indicado: Sapo Notícias. Não sei quem a tirou porque não vem indicado.
A ligação Sapo era para o site do Expresso, como às vezes é para outros sítios, com fotos próprias.

mujahedin مجاهدين disse...

Pois é, o Eclesia é uma coisa terrível... Diria mesmo que é capaz de ser a raíz de todo o mal na comunicação social!

Ora se não ficava ali melhor um "suplemento" cultural ou um programinha para uma Furtado ou um Malato por exemplo, que estão a passar mal como toda a gente sabe, e decerto muito se alegrariam com alguma solidariedade democrática da parte do contribuinte.

Acabe-se já com esse atentado intolerável ao sacrossanto princípio do laicismo de estado!

naoseiquenome usar disse...

Sempre na missa, como disse (as aparições doravante do governo e do PR), já agora, de todas as confissões!!!

josé disse...

De todas as confissões quando tal se justificar. De resto, Portugal continua a ser um país com grande tradição católica e é assim que deve ser.

A tendência jacobina para a igualitarização de tratamento das confissões mais não pretende do que mascarar a intenção de aniquilar as confissões.

Ou será que o animismo eventualmente praticado por imigrantes africanos, tem a mesma dignidade confessional que o cristianismo ocidental, em Portugal?

josé disse...

Est modus in rebus, como diziam os latinos.

Kaiser Soze disse...

passive agressive.
coisa de macho

Kaiser Soze disse...
Este comentário foi removido pelo autor.