Páginas

domingo, 28 de julho de 2013

Marcelo sobre Machete: um pum. Um pim e também um pam.

Marcelo Rebelo de Sousa falou hoje na sua prédica dominical no caso Machete. No pasa nada. Conhece Machete há 50 anos quando o mesmo já era assistente na faculdade de Direito ( Constitucional, o que MRS acha uma vantagem para o Governo porque sempre poderá colher o parecer prévio do suposto constitucionalista...).

Sobre o BPN? Ainda menos. Só recebia senhas de presença e declarou tudo ao IRS. O conselho de supervisão era uma espécie de verbo de encher pelo que não há problema algum em Machete nada ter visto na supervisão. Sobre o BPP? Idem aspas. Então se o presidente da supervisão era o Balsemão, como é que o Machete, mero ajudante, seria responsável fosse do que fosse?
A FLAD? Ainda menos. Os americanos afinal só não gostavam do administrador Machete porque o mesmo investia nos bancos portugueses e não nos estrangeiros. Um patriota, com atestado passado pelo MRS que o conhece de ginjeira há 50 anos.
Talvez por isso mesmo declarasse logo no início que esperava que Machete não aceitasse o cargo. Mas porquê, se no pasa nada?
MRS sempre foi assim...desde o tempo dos dez negrinhos.

30 comentários:

zazie disse...

A história dos 10 negrinhos é o máximo

":O))))

Zephyrus disse...

Não percebi a história. Nessa época ainda não tinha sequer nascido.

zazie disse...

Foi uma historieta do Portela Filho.

O josé já a contou aqui.

zazie disse...

Já está o link
ehehehe

Mentat disse...

"...e quem o vê e ouve na tv ou nem sabe como era ou já nem se lembra."

Eu fui dos que nunca se esqueceu do que ele era, daí a minha embirração com o personagem.

E nunca tinha lido aquela crónica, que agora achei um espanto e perfeitamente actual.
.

zazie disse...

Eu não consigo embirrar.

Ele é soft e tem uma malícia e finura de espírito muito engraçadas.

zazie disse...

Quero dizer, é tudo tão soft e matreiro que nem entra na poltranice.

Fica lá perto mas não creio que seja poltrão.

zazie disse...

Há-de ser por aquele motivo...

ehehehehe

Mentat disse...

Cara Zazie

Eu sou mesmo um casmurro, mas para mim é tão ladrão quem entra na loja, como quem fica à porta a vigiar.

Além disso quem entra na loja ainda se arrisca a levar um tiro, quem fica à porta normalmente é um cobarde porque pode fugir.
.

Mentat disse...

"Há-de ser por aquele motivo..."

Não me diga isso, que eu ainda estou "abananado" desde que aqui me apontaram essa hipótese.

ehehehehe

.

zazie disse...

ehehehehe

Zephyrus disse...

Se eu pudesse contar tudo o que sei, e que me foi relatado em tempos por um advogado de Coimbra...

Ahah

Zephyrus disse...

Mentat, a probabilidade de ser aquilo que pensa é bem elevada...

lusitânea disse...

O sonho do prof Marcelo é ser governador como o pai mas agora só cá dentro...

zazie disse...

Lembrei-me agora de quem também tem esta tendência para o "no pasa nada"- é tudo anjinho, é o MEC.

Mas, nesse caso, parece-me até muito mais artificial e postiço do que no MRS.

zazie disse...

E nem vejo nisto o "ficar á porta". O MRS não fica à porta.

Ele é assim- tem sempre várias versões para qualquer coisa e escolhe a que lá deve achar mais elegante para a ocasião.

josé disse...

Pim pam pum...

josé disse...

É esse traço de carácter que o torna robótico e se tal for uma camada espessa que já não o deixa perceber o fundo, como me parece que é, tenho pena porque é um caso perdido.

Quer-me parecer que o tipo ainda sabe que é assim, mas já duvido.

josé disse...

O Portas é exactamente a mesma coisa.

Há ali um problema grave de personalidade, um distúrbio.

josé disse...

São psicopatas bons. Ou seja não viraram para a ofensa física ao outro...

zazie disse...

ehehehe

Grande análise, ó José.

Podemos parecer marados mas mais ninguém nota estas pequenas nuances

":O)))))

josé disse...

P Ricardo Costa é igual com uma particularidade de vulto: é burro.

josé disse...

O Sócrates tem do mesmo com um acrescento: é solipsista em demasia e não tem princípios morais de educação e tal chega para lhe permitir fazer o que fez.

zazie disse...

Sim; no Sócrates esta vacuidade torna-se uma mentira descarada e sem escrúpulos.

No Portas é mais mázinha e arrivista.

No Marcelo parece sempre ser uma cena de gourmet à franciú.

Fala assim e saem passarinhos chilreantes da boca para fora.

zazie disse...

No MEC é embrulho- como na escrita.

Se o embrulho parecer bonito, então fica assim e não interessa o que lá está dentro.

Manuel disse...

no caso do sócrates chamar-lhe-ia psicopata dissimulado .
" A principal caracteristica do
psicopata dissimulado é a enorme, e
a gigantesca falsidade, digamos que
o psicopata dissimulado é o tipo da
pessoa que está do seu lado
sorrindo para você, mas que ao você
virar as costas, está falando horrores
a seu respeito, porém ele nunca sai
do seu lado! São otimos atores, suas
vidas são totais peças teatrais.
Seu comportamento se caracteriza
por um forte disfarce de amizade e
sociabilidade. Apesar dessa
agradável aparência, ele oculta falta
de confiabilidade, tendências
impulsivas e profundo ressentimento
e mau humor com os membros de
sua família e pessoas próximas.
Isso significa que ele pleiteia um
estilo de vida socialmente teatral,
com persistente busca de atenção e
excitação, permeada por um
comportamento muito sedutor.Esse
subtipo dissimulado costuma exibir
entusiasmo de curta duração pelas
coisas da vida, comportamentos
imaturos de contínua busca de
sensações. Seguindo as
características básicas e comuns a
todos os psicopatas, o dissimulado
também tende a conspirar, mentir, a
ter um enfoque astuto para com a
vida social, a ser
calculista, desonesto e falso. Muito
provavelmente ele não admite a
existência de qualquer dificuldade
pessoal ou familiar, e exibe um
engenhoso sistema de negações. As
dificuldades interpessoais são
racionalizadas e a culpa é sempre
projetada sobre terceiros.
O Psicopata Dissimulado age com
premeditação e falsidade em todas
suas relações, fazendo tudo o que
for necessário para obter exatamente
o que querem dos outros.Mesmo
aparentando intenções de proteger
certas pessoas, o Psicopata
Dissimulado é frio, calculista e falso,
caracterizando mais ainda um estilo
fortemente manipulador. Essa
característica pode ser conseqüência
da convicção íntima de que ninguém
poderá amá-lo ou protegê-lo, a
menos que consiga manipular a
todos. Apesar de reconhecer que
está manipulando seu entorno
social, tenta convencer aos outros de
que suas intenções são boas e que
suas atitudes são, no mínimo, bem
intencionadas.
Quando as pessoas com esse tipo de
psicopatia são pressionadas ou
confrontadas, sentem-se muito
encabuladas e suas reações oscilam
entre a explosão agressiva e
vingança calculista. A característica
afabilidade dos Psicopatas
Dissimulados é superficial e
extremamente precária, estando
sempre predispostos a depreciarem
imediatamente a qualquer um que
represente alguma ameaça à sua
hegemonia, chegando mesmo a
perderem o controle e explodirem
em cólera."
copiei daqui :
eutodinhanaintegra.blogspot.com/2011/02/o-psicopata-dissimulado.html?m=1

o animal feroz... eh eh

hajapachorra disse...

Não abaneis o raio do armário; fora os íncolas tornam-se ainda mais insuportáveis. Já o MEC não está fora nem dentro. Ele é um armário, um armário a armar aos armários que não servem para nada.

Kaiser Soze disse...

Também vi parte do comentário do MRS e, naturalmente, pareceu-me ridículo este anúncio do tipo OMO que protagonizou.

Há, contudo, algo que me anda a fazer confusão porque ouvi uma vez, de fugida, no dia da tomada de posse e nunca mais foi reproduzido na imprensa, que eu tenha visto:
Então o filho do Machete é, desde há pouco, Juiz Conselheiro?

josé disse...

O filho do Machete é "juiz político" do TC. Foi indicado pela AR.

Kaiser Soze disse...

Pois. Parece-me relevante, especialmente tendo em conta a importância que o TC tem tido e que vai ter dentro de momentos.

Mas fiquei com a impressão que a referência ao filho do Machete foi uma coisa que escapou ao repórter.