Páginas

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Jornalismo para além do para quem é, bacalhau basta

No passado 9 do corrente o director do Sol publicou este texto na revista Tabu, em que procurava demonstrar que o "jornalismo político é muito complicado". Este tipo de jornalismo não é complicado e até é muito simples de entender: é um jornalismo de causas em que o redactor dá a sua opinião, nem que seja no modo como escreve e entrelinha a notícia ou a crónica jornaleira ( e são cada vez mais os jornalistas armados em croniqueiros).

Na edição do Público de 11 de Agosto de 2013, o advogado Ricardo Sá Fernandes escreveu um belíssimo artigo sobre os perigos de o jornalismo e a crónica de jornal enveredar pelo parece que é e portanto será, ou seja uma variação do tema do para quem é, bacalhau basta. Isso a propósito das decisões judiciais que versam sobre decisões de órgãos da administração pública. Uma lição ao cronista ( que aliás aprecio ler) João Miguel Tavares. E também ao director do SOl que anteriormente se tinha pronunciado sobre o mesmo assunto em modo desabrido e aqui já comentado depreciativamente. Desconheço se aquele lhe respondeu mas gostaria de saber que sim...


23 comentários:

António Barreto disse...

Alberto Buela, "o filósofo dissidente" refere que, hoje, os filósofos são os jornalistas!

zazie disse...

Eu diria é que hoje os filósofos são jornalistas.

Uma ligeira alteração semântica que diz mais verdade.

zazie disse...

Peter Sloterdijk faz jornalismo mas vende best seller como filósofo.

zazie disse...

O Roberto Calasso é jornalista mas vende como filósofo e "historiador d'arte".

O zizek é parvo e vende na qualidade disso mesmo.

Isto, já para não entrar nos "filósofos da ciência"... Um pavor e perigosos.

Os da bióética até deviam ir de cana.

Joaquim Pereira disse...

“Os da bióética até deviam ir de cana”
E os bruxos dos psiquiatras queimados!

zazie disse...

Os psiquiatras são médicos e nada têm a ver com os psicos e psicanalistas.

Esses é que, ou são bons bruxos, ou podem ser grandes fraudes

":OP

zazie disse...

Esses tipos de Oxford e Cambridge que defendem o infanticídio em nome da cientoinice à Peter Singer deviam o quê, a não ser ir de cana?

zazie disse...

OPróprio Peter Singer precisava de passar umas férias no jardim zoológico a ver se aprendia a zurrar menos.

Floribundus disse...

no 'estado a que isto chegou'
sinto que o 'lixo humano das letras' me trata cada vez mais como 'embalagem descartável'.

por isso refugiei-me na química aplicada à arqueologia, à nutrição na Antiguidade, e por aí fora incluindo os clássicos como
Luciano em 'memórias de um burro'

'o velho, o rapaz e o burro'. 4 opções todas erradas.
com excepção do asno de oiro a quem chamaram menino

silviasantos2323 disse...

Sessão de Agitação e Propaganda, no Liceu Camões dias 30 e 31 de Agosto:

http://www.bloco.org/content/view/2836/1/


O Fórum Socialismo 2013 - Novas Ideias para a Esquerda vai decorrer nos próximos dias 30 e 31 de Agosto em Lisboa, no liceu Camões. Esta 7ª edição traz-nos debates sobre ambiente, economia, história, cultura, lutas internacionais e LGBT, mas também sobre a crise, a austeridade e sobre o combate ao Governo da Troika. A entrada é livre, mais informações aqui. Ver programa completo.

zazie disse...

Estas coisas são de meter medo ao susto.

A Sílvia devia fazer um blogue a noticiá-las.

A sério, isto é de tal modo surrealista que só pleonasticamente e até com envio para jornais alguém pode começar a aperceber-se do Admirável Mundo Novo em que já vivemos.

Joaquim Pereira disse...

zazie,
Quanto aos da bioética, dou-lhe inteira razão; já quanto aos “psicos”, sejam eles psiquiatras ou o raio que os parta, Vª Exª não sabe do que fala, todos armam aos bruxos, são uns criminosos — manifestamente, com todas as letras —.

zazie disse...

Mas se eu lhes chamei bruxos...

E disse que há bruxos bons e bruxos maus...

Não sei onde está a contradição.

A psicanálise é uma cópia de segunda dos ritos dos curandeiros.

Os ritos dos curandeiros baseavam-se num pensamento muitíssimo evoluído e que diz mil vezes mais do que muito prontuário médico.

A diferença é que nunca foi aplicado como determinismo de patologias a que todos podemos estar agarrados, excepto os que vestem a bata para o detectar.

zazie disse...

Os psiquiatras, mais uma vez, não vêm ao csao, pois são médicos.

O que eles fazem é medicina.

O problema pode existir quando os que não são médicos se acham com mais capacidades para apalpar alminhas e receitar remédios que nem podem.

É como desmontar uma carroceria de um automóvel para tentar perceber um erro no motor.

Depois enfiam para lá uns remédios ao calhas e nem sabem voltar a montar o automóvel.

Mentat disse...

"...começar a aperceber-se do Admirável Mundo Novo em que já vivemos..."

Cara Zazie

Bem pelo menos até já se faz hambúrgueres em fábrica.

http://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/2013-08-03/cientistas-vao-comer-primeiro-hamburguer-de-carne-artificial-na-proxima-segunda.html

E vai ser ambientalmente correcto, porque assim já não tem de se dar “kompensan” às vaquinhas neozelandesas, porque a sua flatulência estava obviamente a contribuir para as alterações climáticas.

Só que o Huxley enganou-se, essa “carninha” não vai provir de coração de frango.
Espero pelo menos que em Portugal se recorra a uma vaquinha mirandesa.
.

Mentat disse...

Isto foi só para "amenizar" o debate.
:)

zazie disse...

ehehehe

zazie disse...

Mas, as controvérsias acerca da psiquiatria são muito antigas e eu creio que a anti-psiquiatria também esteve cheia de péssimos bruxos.

Em abstracto a psiquiatria é necessária porque, como é mais que óbvio, a nossa mente é muito complicada e não existem apenas doenças que se apalpam.

Agora os métodos de tratamento é que podem ser discutidos.

Mas eles são médicos. Já os psicanalistas nem precisam de o ser e os psicos não o são de todo.

Deixar esses fazer o trabalho dos primeiros, sem conhecimentos de medicina é que pode ser muito perigoso.

Mentat disse...

Cara Zazie

»»Psiquiatras versus psicanalistas versus psicos«««

Com esta sua posição concordo a 100%.
De vez em quando gosto de concordar consigo.
Mas é só de vez de em quando, não se habitue.
:)

Costumo dizer (e não é completamente a brincar), que a psicanálise é um negócio que veio ocupar um nicho de mercado, nos não-católicos para compensar, a falta que lhes faz a Confissão Católica.
E que os Psico, estão na mesma situação, ocupando o nicho da “Direcção Espiritual”, que nos Católicos é um trabalho que Padres e Freiras realizam pro-bono.

Não é completamente a brincar que digo isto, porque uma vez li a sobre a “penetração no mercado” destes dois “negócios” nos EUA, e efectivamente é muito baixa, nas populações de religião Católica (ou com ancestrais católicos).

zazie disse...

ahahahaha

Essa tem muita piada e uma grande dose de verdade.

lidiasantos almeida sousa disse...

Pata Zezie me esclarecer: O Psiquiatra e antes antropólogo Doutor Mário Simões introduzia no Curso de Medicina a HIPNOSE. Há pelo menos outro psiquiatra o Dr. Afonso de Albuquerque que utiliza também, a hipnose. São ambos chamados de bruxos. Concorda?

zazie disse...

O Afonso de Albuquerque nem o Gungunhana hipnotizou

ehehehehehe

lidiasantos almeida sousa disse...

Obrigada, já desconfiava. E o Mário Simões que conseguiu introduzir a Hipnose no curso de Medicina? Bom fim de semana foi muito amável