Páginas

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Os trabalhos de hércules de um Sócrates

Segundo o Do Portugal Profundo, José Carvalho Pinto de Sousa concluiu a sua "tese de mestrado" que não passa de um "mémoire" destinado a preparação de um eventual master em Ciência Política, na Sciences Po de Paris, em menos de nove meses! "Desde o final de 2012, quando escolheu o tema, até julho de 2013 quando diz que defendeu o «mémoire»", escreve António Caldeira.

Uma gestação apressada que pariu um livro de quase duzentas páginas e que suscita   várias perplexidades.
A primeira, desde logo, é uma evidência saltitante para a inteligência comum: como foi possível em tão curto espaço temporal, a um aluno cujo francês percorria as ruas da amargura mais negra, escrever na língua de Sade um "mémoire" tecnicamente aprimorado e sans défaut, uma "tese" de tal tomo que o próprio Mário Soares, padrinho do evento de lançamento pública da obra, classificou de "excepcional"?
Outra é a capacidade em veicular como feito académico de relevo um estudo preparatório de um mestrado...
Confesso que é impressionante e temos génio à vista...ou então será outra coisa menos visível. Veremos?
Está na hora dos jornais perguntarem a uma certa Astrid von Busekist se temos génio e em quê...

7 comentários:

JC disse...

José, um video interessante sobre Portugal dos anos 60, produzido pela TWA (companhia aérea americana), que retrata bem o Portugal desse período "fascista, obscuro, negro, cinzento" e tudo o mais que agora é apelidado pelos historiadores encartados do regime.

http://www.youtube.com/watch?v=efFgmgJOhjY

Floribundus disse...

todo o mitómano patológico vive num mundo irreal onde só é visto de fora.

este atlas carrega um mundo irreal.

prometeu que pega fogo a tudo.

sisifo de vão de escada.

por muito menos há quem se considere napoleão

S.T. disse...


Para desmascarar o farsante , teria bastado uma pergunta...em francês...

José Domingos disse...

Este inútil, é uma fraude.
Num estado de direito, estava preso, mas a malta do avental, constitui cidadãos de primeira, acima de qualquer suspeita, autênticos pilares morais da sociedade, e claro, são de esquerda e jacobinos, Estão abençoados.

Joaquim Carlos disse...

Toda a gente sabe a catrefada de assessores que 'aquilo' paga, os valupis e quejandos, moços tenros, hábeis na verve que têm trabalhado a narrativa desde a evacuação do Só Crash daqui para mais longe.

O Só Crash mal sabe construir uma frase, mas tem quem pense por ele e lhe produza sabedoria infusa.

Tudo é podre. Tudo é putrescente. Tudo é fechada e, a julgar por uma prestamista com quem tive infelizmente de me cruzar, a coisa está de volta para as grandes refregas politiqueiras de curto prazo à babugem da Crise aberta pelo TC. O Necrófago não está fatigado de nos lesar. Quer mais.

Joaquim Carlos disse...

Tenho dito.

rui verde disse...

O génio socrático é o mesmo que apresenta um licenciatura (no mínimo irregular,no máximo ilegal e criminosa)em engenharia civil pela Universidade Independente.Assunto por que passa sem passar (vide última entrevista hagiográfica ao Expresso)e que continua sem decisões judiciais...A história repete-se na vida académcia do senhor...Mas,o problema é que poucos se preocupam com isso.