Páginas

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Ignorância SIC

SIC-N:

Ainda não estão apuradas as responsabilidades na derrocada que matou três estudantes da Universidade do Minho, mas a Polícia Judiciária terá afastado, para já, a hipótese de homicídio negligente.

A PJ já decidiu, provisoriamente,  e a SIC deu o mote... mas quem decide nos casos de morte violenta, como foi este, não é a PJ. E quem se pronuncia juridicamente em termos processuais não é a PJ. É o Ministério Público.
Portanto, a ignorância SIC é a do costume: não percebem e alardeiam o facto. É a SIC de Balsemão, 40 anos depois da Revolução.

5 comentários:

Wegie disse...

A semana passada estive retido 3 horas num comboio Alfa à espera da remoção dum cadaver da linha, pois nem bombeiros nem policia o queriam fazer. À espera do Ministério Publico. 40 anos depois...

José disse...


É a formação que a polícia ( GNR e PSP) tem. Precisam do MºPº para certificar que o cadáver de um atropelado pelo combóio, mesmo com a cabeça decepada, está mesmo morto e tem que ser removido para a casa mortuária.

Esta formação dura há décadas...

Depois a culpa é do MºPº...porque há sempre quem faça as figuras da SIC.

José disse...

"pois nem bombeiros nem policia o queriam fazer".

Estão fartinhos de saber que em primeiro lugar chama-se um perito médico-legal, para atestar a morte. Se a cabeça está decepada, ninguém mais o poderá atestar...e por isso esperam pelo perito.
Depois esperam pelo MºPº, para dar ordens.
Não sabem o que fazer aos cadáveres devidamente certificados se o MºPº não lhes disser: é para a morgue, senhor guarda.

E depois é o MºPº que apanha estes bonés que alguns atiram.

José disse...

Porém, se um qualquer jornas de um qualquer pasquim tipo jornal da SIC lhes pergunta opinião esportulam logo o disparate.

Manuel de Castro disse...

Muito bem, José, sempre em cima do acontecimento! Muitas das notícias que circulam são uma lástima, misturando amiúde os factos com os juízos sobre eles.