Páginas

terça-feira, 10 de junho de 2014

O comunismo continua vivo e o PCP é o seu arauto

DN:

Um grupo de oito membros da Companhia de Bailado de Cuba desertou para os EUA, depois de uma atuação em Porto Rico, disse o pai de um deles na segunda-feira.

"Sabemos que há membros que decidiram abandonar a Companhia e não regressar a Cuba", afirmou o pai, Jorge Luis Sanchez, à imprensa porto-riquenha.
"Alguns foram para Miami e outros ainda estão em Porto Rico, à espera de viajar", acrescentou.
Como Porto Rico é parte integrante dos EUA, alguns voaram para Miami sem problemas, depois de uma atuação no Centro de Belas Artes da capital da ilha, San Juan.
A delegação cubana que viajou para Porto Rico incluía mais de 50 pessoas.


Estas notícias, comuns aos países do Leste, na era comunista, não impressionam os Filipes e os Bernardinos do PCP. Pura e simplesmente não as entendem. Serão mesmo inteligentes?

6 comentários:

zazie disse...

José: não se esqueça aque um desertor é sempre um traidor à Pátria.

Mesmo que desertem em pontas

":OP

Anibal Duarte Corrécio disse...

"Serão mesmo inteligentes?"

São. 'Fazem pela vida'

zazie disse...

Pode-se "fazer pela vida" de muito mais maneiras.

São facciosos e fanáticos e isso estupidifica.

Ou o inverso- já eram estúpidos e daí serem facilmente fanáticos e tendenciosos.

Floribundus disse...

'não adianta fugir'
disse-me em Massy um porteiro da casa de estudantes estrangeiros onde morei em 71

pertencia a uma orquestra sinfónica búlgara

a esquerda é muito xenófoba qualquer que seja o país

Anibal Duarte Corrécio disse...

"o crescente desligamento de Cavaco Silva" entre outras expressões e a forma narrativa dramática de duplo nexo que o jornalista da SIC - um lourinho com voz de cordeiro, especialista em reportagens onde enterra a direita para glorificar a esquerda, congeminou para narrar a indisposição de Cavaco Silva, o jornalismo filho de puta, soez, cabrão..

Onde se dá palco a meia dúzia de intersindicalistas comunistas que protestam na Guarda, em Beja, nos Açores, na filha da puta que os pariu, a soldo daqueles que organizam estas excursões comunas de contestação, sempre os mesmos, sempre os mesmos, que andam por aí a incendiar, a pegar fogos...


esta filha de uma granda puta da televisão de Balsemão, atiçadora social, a fazer o trabalhinho de colocar lá o Monhé, irmão do outro...

Jornalismo asqueroso. Jornalismo que não é jornalismo, mas antes uma grande máquina de manipulação de esquerda para a esquerda...

João José Horta Nobre disse...

Proponho que se faça a instalação de uma coisa igual a esta na Avenida Álvaro Cunhal:

http://www.historiamaximus.blogspot.pt/2014/06/lenine-mijao-na-polonia.html