Páginas

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Inédito: o recluso 44 telefona cá para fora e até manda escrever para os jornais...

Para provar que realmente o recluso 44 é mesmo especial e diferente do corrente, amanhã o jornal Público traz uma carta que o mesmo lhe enviou. Por interposta pessoa, naturalmente. E não seria de estranhar que essa pessoa fosse a visita de hoje, dia em que nem havia visitas para os outros presos, embora segundo o jornal a carta seja apócrifa e escrita a mando do recluso 44.

"Isto é um caso político", disse o visitante, patético na sua expressão que envergonha o país que somos. "Até agora ele devia ter sido primeiro julgado", disse também o patético. E até mandou um recado para o juizz de instrução. "Eu também sou jurista", disse, disparatando um conselho sobre um julgamento que já devia ter sido feito.

Quanto ao recluso 44 é fantástico o que se passa no EP de Évora. A partir daqui o melhor é repristinar o comentário de Domingo na RTP e deixá-lo defender-se pela tv. Esta da carta ao Público não é muito diferente...

Pelos vistos o recluso 44 diz que vai defender-se com as armas do Estado de Direito. Vê-se...a mulher do advogado que agora divulgou a carta apócrifa, já se deu ao luxo de comentar o interrogatório efectuado em segredo de justiça, num tweet qualquer que entretanto apagou.
Isto está bonito e parece que ninguém põe cobro a este despautério em que o recluso 44 se "defende com as armas do Estado de Direito"...ridicularizando o mesmo Estado de Direito.
Resta saber se esta estratégia do recluso 44 é a melhor, mas isto soa-me demasiado a Vale e Azevedo.
É evidente que o MºPº tem que dar o máximo no esforço investigatório para mostrar ao recluso 44 que não adianta muito esbracejar quando se está em areias movediças.

Para já, impõe-se uma visita formal ao bijan de Los Angeles, no Rodeo Drive. Para saber quem colocou na montra do estabelecimento esta vergonha nacional...e quem a pagou.



25 comentários:

jbp disse...

Segundo diz o público, a carta foi ditada pelo socretino, via telefone, ao advogado.

josé disse...

Pior ainda.

josé disse...

O advogado não pode fazer o que fez. Vai ter processo na OA

jbp disse...

o tal programa da TSF de ontem onde apareceu o omnipresente Proença de Carvalho http://www.tsf.pt/Programas/programa.aspx?content_id=2128161&audio_id=4262615

jkt disse...

Como assim caro José?

josé disse...

Então o advogado pode ser intermediário do presidiário na comunicação que este bem entender fazer com quer que seja?

Se assim for, que adianta a medida de coacção?

jkt disse...

Sim tem razão.
Bem, podia ter pedido aos outros visitantes, e acho que pode escrever para onde quiser.

Carlos disse...

Numa coisa tem razão o arguido- embora lhe tenha dado outro nome - "a novela só agora começou"

Fogo de artificio, bolas para a bancada, falsos alarmes, etc, etc,é coisa que não vai faltar.

Carlos disse...

Ops!...

Nesse comunicado, não encontrou o arguido espaço para inocentar os outros presos neste processo? nomeadamente, o seu funcionário?

José disse...

Não. Teve tempo para telefonar o que quis, por quanto tempo quis.

Os serviços prisionais estão a facilitar inadmissivelmente e a discriminar este recluso em relação aso demais.

Os outros podem telefonar à família de vez em quando e por brevíssimos instantes. Este teve o tempo todo.

Estas é que são as "armas do Estado de Direito" que ele comprou e agora usufrui...

São armas letais para a credibilidade desse mesmo Estado que este salafrário se permite usar.

E ninguém de responsabilidade se indigna com isto, se não caem-lhe em cima.

A PGR já disse alguma coisa disto?
É o dizes...

Kaiser Soze disse...

a Clara Ferreira Alves e o Sousa Tavares também acham que ele devia ser tratado como todas as outras pessoas...ao mesmo tempo que acharam bem a conferência de imprensa que anunciou as medidas de coacção (como acontece com todos os cidadãos nessas circunstâncias) e mal a conferência não ter revelado a fundamentação em concreto, para que todos saibamos, da medida aplicada (como acontece com todos os reclusos).

Bando de idiotas!

Ps. achei que o Soares tinha ido ver as instalações onde se ia acomodar mas, depois, acordei.

Kaiser Soze disse...

É verdade!
Ouvi ou li uma coisa que me pareceu impossível e como aqui o pessoal anda mais informado...

O Proença de Carvalho é mesmo o advogado do motorista?!

Floribundus disse...


fico com a sensação que o sector socialista do MONSTRO tomou conta do estado

democracia socialista e social-fascista
'uns são mais iguais que outros'

josé disse...

O Proença de Carvalho é mesmo o advogado do motorista?!

Pois parece que sim, o que diz tudo.

zazie disse...

Diz demais e é para lhe manter a boca fechada.

Manuel disse...

Um oportunista sem ideologia. Estes franceses andam cada vez mais desagradáveis. Toda a gente sabe que o homem está inocente e o culpado é o juiz.

http://expresso.sapo.pt/liberation-arrasa-jose-socrates=f900090

Kaiser Soze disse...

hmm... pensei que podia ter visto mal...

o Proença deve estar em pré-reforma porque se anda a desfazer de clientela que, presumo, dê muito trabalho (primeiro foi o excelso Ricardo);
o Motorista devia ser muito bem pago para contratar o Proença.

se eu fosse cínico acharia isto tudo muito esquisito!

zazie disse...

Os padrinhos costumam pagar tudo aos capangas.

zazie disse...

Aposto que até a mulher-a-dias é comprada.

A máfia sempre funcionou assim. Não há servidor de padrinho que não lhe deva favores.
São pagos para estarem dispostos a tudo.

simon disse...

E que mais tem isso, ó loja, não te basta que o gaja esteja preso, impedido de fazer qualquer coisa, para além de escrever missiva e por especial favor a dirigir, uma, a quem a publique, enquanto tu fazes bem o queres, até ditar "bitaites" ao teu blog, para o nosso gozo geral ?

Floribundus disse...


qualquer inocente pode ser atropelado pelo trânsito ... em julgado

choldra disse...

Este simon ,já que gosta tanto do biltre,podia ir-lhe fazer companhia na "pensão com todas as comodidades". Dado ter apenas águas correntes frias uns valentes banhos suecos deviam-lhes fazer bem à higiene mental de que andam há muito carecidos.De preferência se praticados no pátio do recreio e para gáudio dos colegas.

choldra disse...

Deviam aproveitar a estadia do meliante na refinada pensão para os serviços de reinserção lhe fazerem uma análise detalhada da personalidade. Aquilo dava um tratado de psiquiatria:complexo de napoleão,cleptómano,mentiroso compulsivo,paranóico e sabe-se lá mais o quê.

josé disse...

simon templar:

o santo é o menino de oiro, não é?

Então vais já ver do que a casa gasta...

Carlos disse...

"toca, Pacheco"