Páginas

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

O recluso 44 perdeu a opinião pública, a vox populi...

Pronto, já está. A seguir ao choque e espanto, aparece a consternação e a reacção pavloviana e habitual. A cabala ressuscitou e o ataque às instituições avançou e já está no adro, com a procissão a começar.
Os factos deixam de contar porque são questionados na sua realidade. A alternativa que é a vidida durante anos toma a dianteira e tenta sobrepor-se à sobreposta. O que era feito de meros boatos e rumores,  facilmente digerível por correligionários crédulos e apaniguados afadigados na manutenção de privilégios, tornou-se dúvida insuportável e devidamente exorcizada pelo ataque aos "bandalhos" e "pistoleiros do costume" agora suavizados em "malandros" pelo mentor espiritual desta canalha democraticamente legitimada para denegrir quem os ataca com base em pressupostos legais.

A insuportável perspectiva da perda dos benefícios de uma vida, à socapa destes padrinhos, tira-lhes o senso e o sono.
Os factos deixam de valer como tal e sobrepõem-se os ersatz para enganar, mais uma vez, os que lhes garantiram estatuto e poder. Porém, desta vez é tarde. As pessoas já perceberam que esta mentira velha da inocência proclamada e presumida já cansa e não pega.

E por isso os jornais respigam pela primeira vez um assomo à realidade em detrimento da fantasia da mentira usual.

O Correio da Manhã, alvo de uma opa hostil e secreta do recluso 44 nos idos de 2009, não tem mãos a medir para mostrar a enormidade do golpe. Como o jornal a que está associada uma estação de tv não vai em cantigas serôdias, tendo como parceiro desta coligação improvável um Sol que desponta outra vez, aparecem os outros medias de uma antiga Controlinveste falida,  manipulados pelo advogado que está em todas, Proença de Carvalho que nestes dias não tem mãos a medir ( hoje aparece-lhe outra emergência, com as buscas ao GES/BES, dirigidas pelo "juiz dos tablóides") .

O Proença bem se esfalafa mas não ttem fôlego para tanta investida de realidade. Vai soçobrar, desta vez, porque está fincado num pobre motorista, apresentado ( bem ou mal) como antigo toxico-dependente e em testemunhos vazios de conteúdo falso.
Contra factos destes...não há argumentos que cheguem e a lutar contra moinhos de vento darão com os burrinhos na água. Chegou ao fim, a "festa".  Proença tarda nada perderá a maioria dos lugares nas empresas de referência e um dia distes será uma nulidade a rastejar pelas ruas de uma amargura merecida, se não for pior...
A opinião pública, essa já ninguém lha devolve.  E isso costuma ser fatal. Quem comeu a carne durante anos tem agora que roer os ossos e Proença de Carvalho tem contas a prestar. Muitas.

Público de hoje, um artigo sensacional de João Miguel Tavares


Outro, demolidor, de Alberto Gonçalves na Sábado de hoje:



Entretanto, as notícias sobre o "apartement" são de truz ( fica perto da  ponte Mirabeau onde Apollinaire escrevia que "sous le pont Mirabeau coule la Seine"...)  e de Paris vem outra vez a luz num artigo de um jornal de esquerda, o Libération.

Expresso online:( sim, já vem no Expresso...)

Um político "duvidoso", "sempre borderline", "sanguíneo, autoritário e de estilo cintilante à la Sarkosy". É assim que o jornal francês "Libération" descreve José Sócrates, num artigo, publicado esta quinta-feira, sobre a detenção do ex-primeiro ministro português.

O caso Sócrates, diz o jornal, "corresponde a um novo degrau de imoralidade na vida pública". No artigo, assinado pelo correspondente do "Libération" em Madrid, descreve-se as suspeitas que levaram à acusação do ex-governante por fraude fiscal, corrupção e branqueamento de capital. Explica-se como "o modo de vida em Paris chamou a atenção da brigada financeira portuguesa", como o seu motorista "fazia regulares viagens Lisboa-Paris para lhe entregar grandes quantidades de dinheiro em cash" e como o seu amigo e empresário Carlos Santos Silva serviu de pivô num esquema de transferencias financeiras. O "apartamento no valor de 2,8 milhões de euros, a frequência de restaurantes de luxo e as escutas telefónicas fizeram o resto".

E o resto é muito. Desde logo, o escândalo desmontou a imagem do "antigo líder socialista que, em maio de 2011 se demitiu, enquanto o seu país estava à beira da falência". Sócrates queimou o seu "retrato político bem merecido, de um cidadão honesto que serviu o seu país o melhor possível" e que "no final do seu primeiro mandato obteve resultados visíveis na mudança de uma administração pública anquilosada". Passou a ser "o líder duvidoso, esse produto mediático ou o politico Armani (citando o 'Público', que sublinhava o seu lado esquerda-caviar) envolvido em vários escândalos dos quais conseguiu, de cada vez, escapar às garras da justiça".

O texto do "Libération" termina com uma análise de Fernando Rosas, apresentado como historiador. "Desde o princípio, ele foi esse jovem lobo, oportunista, sem ideologia, obcecado por escalar todos os degraus até ao poder supremo, sempre borderline". Apresentado como "antigo militante do partido de direita, o PSD, passou para os socialistas em 1981" e acrescenta-se à biografia de Sócrates ter sido "admirador de Tony Blair" mas que "sempre conheceu um percurso pouco claro". "Há mesmo fortes hipóteses do seu diploma de engenheiro civil, obtido em 1980, ser falso", conclui o artigo.

23 comentários:

S.T. disse...


Não nutro qualquer simpatia pelo personagem e acredito convictamente de que existirão indícios sobejos para as medidas de coacção aplicadas .

Espanta-me contudo o espectáculo mediático consentido às portas do EP de Évora , nocivo em si mesmo ao concurso da Justiça .


Disse .

Zé Luís disse...

eh, eh, eh, estive fora uns dias e isto animou.

O Bochechas Chulares, que julguei morto, vinha com as pilhas carregadas.

E estes a estrebuchar parecem os benfas a queixar-se dos árbitros na estranja.

Ganda Nóia...

Zé Luís disse...

Pelo relatado, bem andou a previsão do juiz CA quanto a temer o Alarme Social.

Tá feito. O gajo sabe disto.

Ganda Homem.

josé disse...

"Espanta-me contudo o espectáculo mediático consentido às portas do EP de Évora , nocivo em si mesmo ao concurso da Justiça ."

E quem o procurou e provocou? Soares, claro.

E não havia meio de lhe pôr cobro porque o que ele queria era mesmo aquilo.

Até foi com a enfermeira a quem paga 10 mil euros por mês.

Quem tem meios para pagar tal coisa a uma enfermeira particular? Os Salgados?

Se isto aparecesse num dos tais "tablóides" Soares estava feito, porque é verdade.

josé disse...

Se amanhã o Correio da Manhão tivesse como manchete " Soares paga salário de 10 mil euros a enfermeira" como é que este velhadas se iria defender?

Se calhar têm caridade por esta besta, é o que é.

S.T. disse...



Razão acrescida , José , para pôr termo aquilo , bastando para tanto um pequeno contingente policial que crie um perímetro de segurança ao acesso ao EP .

José disse...

A direcção do ep de Évora, se fosse comigo já tinha sido suspensa depois do que se passou ontem com o recluso 44.

É tão simples como isso.

S.T. disse...


Nem mais , José .

Carlos disse...

""ttssst

Carlos disse...

"Vemos , ouvimos e lemos, não podemos ignorar..."

S.T. disse...


( Pelo que se passou ontem e pelo que se passou hoje : aquilo só aproveita a quem queira perturbar o inquérito .)

josé disse...

O recluso 44 ontem justificou a sua medida de coacção: está apostado em perturbar o inquérito e só a cadeia o impedirá. E mesmos assim...

Carlos Conde disse...

O José hoje está declaradamente optimista. Demasiado optimista.
Entre iludidos, vigaristas e comprometidos, votaram mais de 2 milhões neste 44.
Acha mesmo que agora por sublimação desaparecem?
Sou céptico e acho que tem de existir um elemento catalisador para o fenómeno acontecer.

Floribundus disse...

o boxexas apareceu a mancar para o lado esquerdo
a antecipar o velório do caso

felizmente perdeu o apoio do bes-salgado que ajudou a afundar

e vai perder outros porque gostam de estar do lado do vencedor

e este é 'carta fora do baralho'

espero que se verifique
'quando ao gavião cai a pena, não há mal que lhe não venha'

miguel disse...

Desconheço se corresponde à verdade, mas estava num comentário no "Do Portugal Profundo" e vou citar:

" Anónimo disse...
Caro António,

Parabéns pelo seu blog e pelo verdadeiro serviço público que o mesmo representa.

Aqui lhe deixo umas pistas para perceber melhor como é que foi possível o Mário Soares entrar no EP de Évora apesar de não ser dia de visitas.

Pesquise lá na internet e veja quem é o actual DG dos Serviços Prisionais, o tal que criou uma excepção à lei para o amigo Soares.

Já viu quem é esse Rui Sá Gomes?

Pois bem, é maçon (é só coincidência, claro...) do GOL, antigo Secretário de Estado do Rui Pereira. O Pereira, como bem sabe, é antigo MAI de Sócrates e maçon todo poderoso das secretas (sim, continua a mandar nas secretas onde continua o outro Pereira, o tal Júlio que foi lá posto por ele há 10 anos, e que lá continua com o beneplácito da dupla Passos/Relvas - mistérios insondáveis tecnofornianos ou algo ainda mais inconfessável?).

Ah, esqueci-me de dizer que o Rui Sá Gomes é também quadro do SIS, o tal serviço das limpezas criminosas para amigos que parece que vai ser branqueado, metido lá pelo Pereira quando era ele próprio director do SIS. Até dizem que foi o Sá Gomes o autor do famoso relatório do SIS sobre a Moderna....

Enfim, só coincidências claro."

Custa acreditar. Quem souber, que valide.

Manuel de Castro disse...

Quem sabe lhe saí o tiro pela culatra, ao Sócrates. Com tanta celeuma na rua às tantas os desembargadores da Relação dão nega ao recurso da m/c. Mas precisam de ter estofo.

josé disse...

"os desembargadores da Relação dão nega ao recurso da m/c".

Agora até nem precisam de se esforçar muito: a actividade intra-muros do recluso 44 justifica a sua prisão ipso facto.

Perturbação do inquérito até na prisão. Olha se fosse cá fora...

Floribundus disse...

para tirar o gajo da pildra há sempre um amigo disponível

Unknown disse...

Xeque :

http://expresso.sapo.pt/casa-de-socrates-em-paris-esta-registada-em-nome-de-carlos-santos-silva=f900160

Miguel D

BELIAL disse...

...mas deus queira que não ganhe "o favor" do cabo.
Há que evitar "mais" ensaboadelas.
A "gaiola" que lhe baste.

S.T. disse...


Só para desanuviar :

https://www.youtube.com/watch?v=ty3z9Yh6uAg

Maria disse...

Este safado, que parece ter sete vidas, paga na maior das calmas 10.000,00 à enfermeira, pudera!, dez mil euros para ele não passam de trocos. Ele está a rebentar de bagalhoça com os milhões de milhões que conserva bem resguardados em vários off-shores (tal como o Sócrates e outros ladrões de colarinho branco, agora mais para o rosado e azulado), milhões esses que ano após ano têm vindo a ser descaradamente roubados aos portugueses e que se iniciaram em grande beleza com o multi-bilionário assalto ao Banco de Portugal em 74/75, seguindo-se o escandaloso surripianço ao Fundo de Fomento do Ultramar (quantia immensa sonegada aos portugueses pela máfia socialisto-comunista...), continuando com "um dia de trabalho para a Nação"... pois concerteza.., esta mais outra quantia bruta a que a 'tal Nação' jamais pôs a vista em cima..., segue-se o assalto ao BES (ou foi à Caixa?) dos cento e oitenta mil contos (uma fortuna para a época) pela pretensa extrema esquerda com o beneplácito total mas encapotado dos socialismos 'moderados'/maçónicos ..., a seguir o criminoso e descaradíssimo assalto às Jóias da Corôa Portuguesa propositadamente levadas a uma exposição qualquer na Holanda, porque é evidente, mesmo para escroques, roubá-las em Portugal era pusado demais, etc., etc. Não esquecendo os lucros astronómicos de que a classe política sistémica tem vindo há décadas a beneficiar, por interpostos receptadores, lucros esses provindos das inúmeras redes criminosas a actuar à luz do dia e em plena liberdade por todo o país. Sem contar de premeio com os contínuos roubos e assaltos ao erário público pelos mesmos de sempre e não obstante ainda hoje têm a supina lata de se auto-intitular os 'salvadores' da Pátria e os 'libertadores' do povo português. Crimes dos mais graves a que um País se pode sujeitar, perpetrados pela própria classe política em exercício e fora dele, a mais corrupta e vil a que Portugal já assistiu na sua longuíssima História e inacreditàvelmente continuando impune até ao dia em que nos encontramos.

Se tudo isto não tem vindo a provocar uma chaga profunda e insanável na alma da Nação, então não sei o que o fará.

zazie disse...

Engraçado é qeu só agora os jornalistas se lembrassem de ir a Paris para se informarem destas coisas básicas.

Até para isto foi preciso aparecer primeiro a polícia.