Páginas

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

A fugir com o reco às costas...

Revista Tabu do jornal Sol de hoje. A crónica do director que dá novo relevo à anedota do bácoro às costas do malfeitor que nunca se dá por achado...


24 comentários:

Vivendi disse...

A visão de um ancião:

O doutor Salazar pode ter feito asneiras, mas morreu pobrezinho, considera o cirurgião pediátrico António Gentil Martins, para quem a baixa taxa de natalidade é o maior drama do país. Sentado em frente à ala pediátrica lisboeta do Instituto Português de Oncologia, fundado pelo seu avô Francisco Gentil, o médico de 84 anos fala da sua luta contra o modelo do Serviço Nacional de Nacional, como descreve no livro "Ser bom aluno não chega". Aquele que, em 1978, separou as primeiras gémeas siamesas que sobreviveram em Portugal e que foi bastonário da Ordem dos Médicos, discorre sobre a evolução do país. "Veiga Simão, ministro antes e depois do 25 de Abril, dizia algo como: foi uma pena, no 25 de Abril, terem destruído 'Deus, Pátria e Família' e ficado só com a liberdade. Pegaram apenas na liberdade e, ainda por cima, deram cabo dela. Estragaram tudo e isto tem sido uma bandalheira".

http://www.jornaldenegocios.pt/especiais/weekend/detalhe/gentil_martins_este_sns_foi_um_feito_historico_irresponsavel.html

jkt disse...

É normal a baixa taxa de natalidade.

Grande parte dos jovens ( que até uns já nem se podem considerar jovens) nem sobreviver conseguem sem a ajuda dos pais, quanto mais pensar em fazer filhos.

Ao menos têm o bom senso de não trazer pessoas ao mundo para a indignidade. Isso já é de aplaudir.

jkt disse...

Alta taxa de natalidade para a miséria é pior...
Da forma que está o Pais não dá. Era ainda mais miséria.

Floribundus disse...

pior são as:
reincidências
prepotências
Et cetera

nos primeiros 50 anos do séc. xx os casais pobres chegavam aos 15 filhos

e os mais ricos a um máximo de 2

nasci em 31
mim 'cara pálida com escalpe' estar profundamente traumatizado
por

não ter usado vestuário de 'marcas' a não ser as da braguilha

como casal tivemos ambos problemas de infertilidade


lusitânea disse...

No Bairro da Cova da Moura e em muitos outros não há problemas de natalidade.E são quase sempre mães solteiras...

lusitânea disse...

Quanto ao Sócrates, o preso 44, só tenho pena de não ter a sua corte com ele.Pá deixarem o infeliz só...

jkt disse...

As exigências são outras.

Muita despesa.

Saúde, pré-escolar, educação obrigatória por doze anos (com despesas altíssimas em materiais), as roupas não tem que ser de marca, mas custam dinheiro, já não se aceita andar com aquele calçado de madeira e um caderno num saco plástico.
O pequeno-almoço não pode ser vinho e pão.

Não se podem meter as crianças a trabalhar com 6 anos.
Existem coisas agora que são tidas como fundamentais (computadores, telemóveis, tabletes, consolas de jogos).

Actividades lúdicas, da escola ou assim (custam dinheiro).
Exige-se também, como mínimo, estudos na faculdade (mais despesa).

Por isso, para manter um nível de vida digno a um filho e consoante os padrões actuais é praticamente impossível para 70% da população.
Ignorar tudo isto é trazer miséria ao mundo.

A baixa taxa de natalidade em PT, tendo baixado, é bom sinal.

Sinal de bom senso e responsabilidade.

Irresponsável é apelar-se a que se façam filhos num Pais miserável como este. Não sei a quem isto interessa...

O papa também disse que é egoísmo não se ter filhos, sim, sim. A Igreja gosta muito disto, da miséria... aliás vive dela.

zazie disse...

Por acaso ele disse o contrário e até comparou com os colehos.

Mas nem vou perder tempo em argumentações dessas e comparações com outros gastos muito na moda.

zazie disse...

Quem vive da miséria são os comunas.

jkt disse...

Sim esses... já se sabe.

Vi por alto o comentário num site, não sei bem que disse.

Bem, não são nada da moda. São exigências.

Mas pronto, vou deixar o offtopic.

zazie disse...

São da moda no sentido que são fruto da destruição da família.

Trocam os filhos por outro tipo de luxos e animais domésticos.

A prova que não é por pobreza é que os mais pobres continuam a procriar.

Terry Malloy disse...

Fabuloso.
Registo, com agrado, ter-se entrado na fase do escárnio.

foca disse...

A natalidade é baixa porque o egocentrismo é alto.
A conversa de estou ocupado com o curso e a carreira é em grande parte treta. Não querem é abdicar de conhecer os tascos da moda, as férias na neve, a carrinha BMW, e outras essencialidades.

Isso e a bichanagem, que são mais que os vírus da gripe! É certo que alguns ou algumas ou lá o que aquilo seja sempre querem adotar uns africanos para trazer nas revistas em conjunto com o caniche.

jkt disse...

Sim e não foca.

Muito desemprego nos jovens, que vivem em casa dos pais com 30 anos.

foca disse...

O muito desemprego é dos últimos 4 anos
A baixa natalidade dos últimos 20
Não ajuda, mas não é razão suficiente.

Ainda o 44 andava por aí a fazer escolas de luxo com o amigo da Lena e já os potenciais clientes tinham deixado de nascer.

Floribundus disse...

a trabalhar no sector primário só há 'cranianos', africanos, asiáticos

as aldeias do interior despovoaram-se para se vir morrer de fome e doenças na grande Lisboa

moro no jardim 'merda de cão', onde caminho com cuidado por entre um cagalhão e outro

a comida de cão e gato é mais cara do que a de criança mas não necessitam de mamar nem de mudar a fralda

os cães são o futuro do estado social
disswe e repito

zazie disse...

"mas não necessitam de mamar nem de mudar a fralda"

Floribundus- pois não é que já há gente louca a exigir SNS para animal doméstico?

jkt disse...

Tem a ver com várias coisas.

Pais miserável, miminhos dsde sempre, educação, preguiça ( nao querer trabalhos cansativos - desemprego eterno), perda de valores de familia, tecnologias, capitalismo, consumismo, niilismo, egocentrismo etc.

Quem tem filhos e supostamente até podia ter mais... só tem um.

Se calhar no fundo, isso de ter filhos passou de moda só... Vi por alto de manha a tomar o cafe a melhor foto nao sei de que foi dois tipos a beijarem-se ou o que sei la..

Fica dificil a reproduçao assim.




Qt ao socrates em baixo no outro ele ja ia no doutoramento lol. Fez uma tese q dizem perfeita até meio rapido, bem burros aqueles que andaram aos anos a fazer teses lol.
E noutro livro tambem kkk
Um dia qd sair das filosofias e politiquices ainda vai ser o primeiro homem a ir a Marte ! Servia bem para a NASA, procuram assim pessoal com o perfil dele, para AstroNOT.


kkk

jkt disse...

tdos a baterem palmas la nos states, o Sócrates em Marte a compor o Rover com os conhecimentos de engenharia e narrando com o seu inglês técnico e aqui o pessoal a morrer de rir

kkkk

Kaiser Soze disse...

José,
estava para lhe perguntar isto mas não tenho tido tempo:
conhece o blog dos magistrados de que falou o Advogado do 44?

BELIAL disse...

1 - Pois se o homem está presumidamente inocente..."lasst socrates frei" - como pediam em relação ao tipo de spandau.

Lembram-se: "eu dei o meu melhor", dizia o tramoieiro compulsivo.

2 - Quanto aos filhos: fazê-los não custa nada...sustentá-los é que é o caraças... :-)

"Onde come um comem dois, quem cria um cria dois": não é dito necessariamente rigoroso e incisivo - mas, apenas conciso. :-)
Que o diga o tramoieiro...

José disse...

Kaiser:

Não conheço tal blog e desconfio que nem sequer é blog, mas um grupo de discussão privado entre magistrados numa qualquer intranet.

O advogado Araújo quer fazer chicana e tudo lhe serve...

muja disse...

Bom, o homem não traz um reco às costas... é uma vara deles inteira!

Se este processo não der em nada, enviem-lhe a ASAE a ver se tem guia de transporte de animais para tanta alimária... cuido que mesmo a boleia a uma vara de porcos ainda requer papéis em ordem.

Streetwarrior disse...

Eu relativamente ao Socrates...e sobretudo áqueles que cá fora estão...só tenho esperança de uma coisa.
È que o Socrates ao ver-se preso sem hipotese de se ver liberto, arraste esta corja toda atrás com ele.
Senão...de que serve...