Páginas

segunda-feira, 16 de março de 2015

Lerpou. O naipe era fraco.

Observador:

Ao sexto pedido, a mesma decisão: o habeas corpus interposto pela defesa de José Sócrates foi recusado esta segunda-feira pela Supremo Tribunal de Justiça. O juiz relator Santos Cabral e o juiz adjunto Oliveira Mendes consideraram que “sem embargo da relevância das questões suscitadas e da sua importância processual”, estas não podem ser fundamento de um pedido de libertação imediata por prisão ilegal. Oliveira Mendes, por seu turno, acrescentou um esclarecimento. Segundo a lei, há dois pressupostos que devem verificar-se para a investigação ser instruída por um tribunal superior: o suspeito em causa ser primeiro-ministro e os crimes de que é indiciado terem sido praticados no exercício das funções. Sócrates já não era, nem é, primeiro-ministro.


24 comentários:

zazie disse...

Posi lerpou.

Mas veja isto:

http://www.cmjornal.xl.pt/multimedia/videos/detalhe/advogado_de_socrates_insulta_jornalista_da_cmtv.html

Já comentei q.b. no Blasfémias e só tenho pena de não ter sido comigo.

O animal levava tamanho insulto em resposta, a dar também na tv, que acabava ali a carreira de palerma armado ao pingarelho.

josé disse...

Não vale a pena dar corda ao advogado Araújo. Ele fabrica-a para se enrolar.

josé disse...

Por outro lado parece que foi à Laranjo do CM.

Às vezes merece.

S.T. disse...



Os dois à saída do STJ , pareciam o «dueto da corda» ...

josé disse...

É um jornalismo detestável, de abutre e com títulos ainda piores, como arrasa isto e arrasa aquilo.

Hoje na capa aparece uma notícia desse tipo em que se escreve que "juiz arrasa justiça de sócrates". mesmo hoje em que a decisão de habeas corpus iria ser proferida por esse mesmo juiz.

A notícia de primeira página nem dá a enteder inteiramente qual era o motivo do arraso, pelo que ficava o sensacionalismo à espera que o comprassem.

zazie disse...

Pode merecer mas não por aquilo que fez.

Ela nem se meteu à frente dele.

O tipo foi ordinarão e directamente com ela- com uma mulher.

Nenhum homem fala assim com uma mulher. Ponto.

zazie disse...

Muito sinceralmente, sempre achei a Laranja tolinha e disse-o com nick online.

Mas isso são coisas diferentes. O tipo insultou uma mulher, de forma absolutamente grunha- a dizer que ela cheirava mal, e fez isto publicamente frente às tvs.

Desculpem- eu tenho pó a feminismos; podia destestar tudo o que a sujeita faz ou escreve mas isto é de tal modo grunho que só lamento ela não ter respondido à altura e em directo.

Porque estes são os homens anti-machistas- esta é a canalha que passa a vida com merdas de género e coitadinhas das mulheres que são vítimas e discriminadas profissionalmente mais não sei quantos.

E são assim- porque isto vem de bode escardalho e bode escardalho é este nojo em se quebrando o verniz.

josé disse...

Não vi mas entendo o Araújo. É o CM que anda a fazer a folha ao 44 desde o início.
O que não quer dizer que esteja desculpado por isso. Se foi ordinário devia levar um estalo ali logo.

josé disse...

O que a Laranjo devia fazer era mandar-lhe um bufardo ali e acabava-se o assunto porque o Araújo não responderia com as trombas a abanar.

zazie disse...

"Um colega agora acabou de cair"

AHAHAHAHAHHA

Como é que o tipo caiu?

":O))))))))))))))

Parece que ele empurrou com o pé

":O)))))))))))))

zazie disse...

Só agora é que vi o video todo.

Ela foi parva.

Então o tipo diz-lhe na cara que "a senhora devia tomar mais banho, cheira mal" e ela fica-se e ainda continua a chagar e nem lhe responde à letra?

E depois faz a reportagem nas calmas como não fosse uma mulher que foi insultada por um homem?

Pronto- o Mujah diz que o povo não muda- eu garanto que isto é brugta prova de mudança.

Nunca uma mulher da minha geração acharia natural que um homem a insultasse assim.

Nunca. Levava tamanha em público que nunca mais.

zazie disse...

Agora deu-lhes para o feminismo e coisas bestas do género e pronto- falta-se ao respeito e fica tudo a ser tratado "sociologicamente" ou "politicamente"

josé disse...

Pois. Vai ser pior a emenda que o soneto.

Um bufardo bem aplicado e pronto, o Araújo aprendia.

zazie disse...

Claro. Mas ela continuou aos pulinhos, armada em "profissional" e nem se deu por sentida.

Por favor. Eu começo é a perceber de onde vem tanta "vítima de violência doméstica".

Unknown disse...

Surpreende que, por esta altura do campeonato, o bicharel ainda não goze da companhia de qualquer membro do "gang" governamental que tão brilhantemente capitaneou...

BELIAL disse...

Tadito do zezito, sem guito...

"Quando a cabeça não tem juízo, o corpo é que paga - deixa-o sofrer, deixa-o sofrer..."

Floribundus disse...

Pensamento da semana
por Rui Rocha, em 16.03.15
Quando a cabeça não tem juízo, o Habeas Corpus é que paga.

hajapachorra disse...

Voseemos não sabem donde saem estas cachopas. Eu sei, oiço-as todas os dias a dizer caralhadas e são licenciandas, menstruandas, obturandas... O homem disse o que sentiu, mau cheiro. O feminismo pateta tem um preço, ah pois é. Ajavarda tudo. Depois queixam-se da violência doméstica que de doméstica não tem nada.

hajapachorra disse...

vocemesseses

hajapachorra disse...

Ela é uma profissional. Como o animal feroz e o paulinho das feiras são profissionais.

José disse...

Para mim é uma má profissional apesar de ter visto ontem o director Octávio Ribeiro a dizer o contrário.

Não aprecio este tipo de jornalismo e devia ser banido.

José disse...

O do Público acaba por ser pior. Como logo vou tentar demonstrar...

zazie disse...

« e são licenciandas, menstruandas, obturandas»

Pois há-de ser isso mesmo. Estão bem uns para os outros.

BELIAL disse...

Tãnia - nome fixola...