Páginas

sábado, 23 de maio de 2015

Rigor Espresso e cretinismo à bica

Observador:

De acordo com o Expresso, Ricardo Salgado enfrenta acusações de prática de atos dolosos de gestão ruinosa. Acrescenta ainda o semanário que o supervisor tem provas documentais de que Salgado ordenou que a contabilidade da ESI fosse alterada, o que, neste caso, “mostra que Salgado, por exemplo, terá mentido na comissão parlamentar de inquérito”.

Estas práticas “terão lesado depositantes, investidores e demais credores”, segundo as acusações do BdP citadas pelo semanário.

Indiciados pelo mesmo ilícito, segundo o Expresso, estão José Manuel Espírito Santo, Manuel Fernando Espírito Santo e Ricardo Abecassis. Todos desempenhavam à altura dos acontecimentos funções de administração no Banco Espírito Santo ou nas holdings do grupo familiar e são formalmente acusados de terem participado, ou tomado conhecimento, de falsificação da contabilidade da ESI e, mesmo assim, permitirem que os títulos de dívida das sociedades fossem colocados junto de clientes em montantes muito significativos.

As acusações do BdP a 15 ex-administradores do BES, ao BES, à ESFG (Espírito Santo Financial Group) e à ESAF (sociedade gestora do grupo) incluem, entre outras, a prática de atos de gestão ruinosa em detrimento dos depositantes, investidores e demais credores, por falsificação da contabilidade da ESI, violação de regras sobre conflito de interesses a título doloso na colocação junto de clientes do BES de papel comercial da ESI, prestação a título doloso de falsas informações e a não adoção de um sistema de gestão de riscos compatível na colocação dos títulos de dívida da ESI junto de clientes do BES.


Para o Expresso a "gestão ruinosa" é um ilícito. De que tipo será, não explica, esperando certamente que o público leitor associe a "crime".
É assim que se manipula informação e se desinforma o leitor.

O único crime associado a "gestão ruinosa" é o de "administração danosa" que é exclusivo das empresas públicas. O BES, tal como o BPN ou o BPP não eram empresas públicas. Logo, os seus gestores podem ter cometido outros crimes, como falsificação ou burlas; "gestão ruinosa" enquanto crime é que não cometeram pela certa.

Porque é que o Expresso continua a enganar pessoas e a passar por chico-esperto à imagem dos seus directores, autênticos cretinos?

4 comentários:

Floribundus disse...

abcesso de fixação para não se falar de
44
da eleição de miss costa rica

foca disse...

Porque o tio Balsemão têm há anos umas contas a ajustar com o tio Salgado, e os empregos merdosos que contrata têm como condição para subir na "cadeia alimentar" alinharem com os caprichos do dono.

Floribundus disse...

net
« A Landsgemeinde (Assembleia provincial, em alemão) é uma das mais antigas e mais puras formas de democracia direta, pela qual os eleitores se reúnem ao ar livre, e votam erguendo suas mãos. »
num Cantão da Confederação Helvética

no rectângulo só nos referendos

« Democracia representativa é o exercício do poder político pela população eleitora não diretamente, mas através de seus representantes, por si designados, com mandato para atuar em seu nome e por sua autoridade, isto é, legitimados pela soberania popular. »
com o sucesso partidocrático que se conhece

a propósito do futuro dos 44 se o ps ganhar as legislativas

Floribundus disse...

volto a este autor

"a representação "política" tende a "educar"
– isto é, a deseducar –
as pessoas na convicção de que elas não podem gerir os problemas da sociedade, porque existe uma categoria especial de homens dotados da capacidade especifica de "governar"(p.274)

CASTORIADIS, Cornelius. A fonte húngara. In: Socialismo ou Barbárie. O conteúdo do socialismo. São Paulo: Brasiliense, 1983.