Páginas

sábado, 31 de outubro de 2015

O Expresso não é charlie, é mais francisquinho

Para o Expresso a importância da censura do grupo editorial Cofina sobre os assuntos judiciais do caso Marquês, resume-se a isto, na edição de hoje: uma coluninha que ninguém lê, apenas para não deixar passar em claro que também foram charlie...
Tem isto e nada mais. Nem um artiguozinho de opinião, nem uma notícia mais detalhada ou reportagem concreta. Isto é tudo o que lá vem.

A vida custa a ganhar a todos e os da Cofina que se amanhem...

2 comentários:

JReis disse...

o Chiquinho Balsemão não tem possibilidade de fazer um jornal melhor pois tem de emprestar algum dinheiro aos amigos... Chiquinho Balsemão não se importa nada de ficar mal na fotografia, o mais importante é tratar da vidinha... Foram 40 anos assim não seria agora depois de velho que iria mudar. Passemos à frente...

Floribundus disse...

o tó monhé não aparece
manda os serviçais de serviço

devem por legendas quando entrevistam o corisco

catarina, a Grande, anda a miar baixinho

no pc já tocou 'a saque e a degola'