Páginas

terça-feira, 24 de novembro de 2015

O Correio da Manhã não é um jornal aborrecido...

Há 40 anos o cantor americano Loudon Wainright III publicou um "álbum" em que uma das canções -"Talking Big Apple 75"- falava de New York como uma cidade em que havia de tudo, incluindo violência, desgraças, tragédias, sujidade, droga, putedo, enfim, quase tudo o que este indivíduo aponta ao jornal Correio da Manhã porque lhe pespega ainda com a praga do futebol em muitas páginas e páginas.
 

 
No fim da canção, para rematar, releva tudo isso com o verso "Oh...but it´s not boring!" .


Tal e qual o Correio da Manhã: um estendal de desgraças na primeira página, relatos sumários de acidentes, crimes, faca e alguidar a rodos e com a liga à mostra em várias páginas que convidam sabe-se lá a quê...
Mas...não é aborrecido e tem notícias que mais ninguém tem. E se o jornal é um estendal de misérias nesse estendal encontra lugar o que outros jornais não publicam de todo e isso faz a diferença. Se em cada número do jornal houver, como há geralmente, duas ou três notícias singulares e importantes que mais ninguém publica por causa de censura interna e do respeitinho devido aos patrões, isso é jornalismo de gema.

Por exemplo, ontem e hoje há  notícias muito interessantes.

Por exemplo, sobre o almoço de confraternização que juntou cerca de 400 apoiantes de José Sócrates e no qual um Sombra do regime podre que temos, Almeida Santos, proclamava urbi et orbi e sem se descompor minimamente que José Sócrates era "vítima de uma perseguição injusta", " como veremos mais tarde"...

Porém a notícia não são as declarações extraordinárias e cínicas deste Sombra que já se gabou de ter sido um dos primeiros legisladores do regime e que indubitavelmente é um dos pilares do sistema de Justiça que temos. Este Sombra, quando surgiu o Casa Pia, lá apareceu a dizer à turba-multa dos media que "as testemunhas podem mentir". Quando o TGV se aprestava a mudar de poiso, lá surgiu o Sombra das trevas da Ota a garantir que era um perigo porque com o terrorismo " as pontes podem cair". E assim continuadamente.Sempre atrás de algo ou alguém e desta vez escolheu este Inenarrável patético. Por algum motivo deve ser e suscita preocupação...

Mas não, isto não é notícia porque é fenómeno recorrente do regime a morder nos cães que ladram enquanto a caravana passa.

A notícia é replicada hoje:

Se for verdade que José Sócrates levou consigo, ao almoço com apoiantes, seguranças privados à margem da lei, é caso para perguntar se as sombra do regime já se projectam para além dos Sombras. E será inútil o mesmo indivíduo denegar conhecimento de causa. A proximidade dos "jagunços" é de tal ordem que só o ridículo poderia permitir que nem o Jamé se apercebesse da cena de gangsters e tipica de uma certa mafia. Isto já chegou aqui...e nem Berlusconi terá ousado tanto.




19 comentários:

zazie disse...

Esse Pimentel Ferreira é a dar para o psicopata e só diz imbecilidades. De vez em quando muda de nick e tanto é galerista na Holanda como universitário noutro sítio qualquer e filósofo-economista que só anda a pé.

zazie disse...

Já li que os gorilas eram do Soares.

Zephyrus disse...

A propósito de um novo livro sobre Jack, o Estripador, discute-se aqui no Reino Unido uma alegada influência do Avental para abafar casos que envolvam os maninhos. Fala-se em 2 milhões de membros desde o século XVIII. Entre eles três reis, Oscar Wilde ou Churchill. O tal livro tem uma teoria: além de avançar com a identidade do Estripador, que seria um cantor, diz que era mano do avental e que o caso teria sido abafado pelos maninhos. Diz-se ainda que o caso Titanic foi abafado pelos maninhos. Enfim, discute-se a influência dos manos do avental na Justiça inglesa e a sua capacidade de proteger os seus em toda e qualquer circunstância.

Seria interessante que algum jornalista fizesse uma compilação em livro do caso Casa Pia. Eu se fosse jornalista faria essa obra. Almeida Santos é maninho do avental e a Catalina Pestana dizia que até os aventais de outros países se mexeram para abafar o caso. Esquecidas ficaram declarações sobre a alegada identidade do Americano, um embaixador amigo de um ex-PR português, identidade essa revelada um dia na TV por Pedro Namora, ou sobre a utilização de rapazes portugueses institucionalizados em experiências de Medicina Dentária nos EUA. Pergunto: se Cavaco Silva ou Passos Coelho enviassem jovens portugueses em orfanatos para serem submetidos a experiências científicas com compostos nocivos para a saúde, como reagiriam os partidos políticos, a Esquerda, a comunicação social? Se eu fosse jornalista fartar-me-ia de publicar livros sobre estes casos.

Estive este fim-de-semana em Portugal e comprei o Sol. Vem um artigo sobre a vida de Centeno. Aluno brilhante, dizem, é só elogios, tirando uma observação sobre um colega do Banco de Portugal. Fiquei a saber que era de Vila Real de Santo António. Conhecia sim a familia Centeno de Tavira, um dos seus socialista que foi director do Instituto Portuário do Sul. Sei umas coisas. Liguei a um amigo e falei-lhe do Centeno ser de VRSA. Resposta: «conheço os pais dele...». Fico por aqui.

Zephyrus disse...

Esse Pimentel é fina e chique. Aqui em Inglaterra há tablóides a sério que não podem ser comparados ao Correio da Manhã. São notoriamente populistas e manipulam até dados para fazer campanha contra a imigração da Europa de Leste e contra a UE. A Inglaterra não é propriamente um país pobre e corrupto e as publicações sérias têm artigos muito equilibrados com factos, tabelas, gráficos, números. Não vejo nada disso em Portugal numa Visão ou numa Sábado, ou nu Expresso. O Correio da manhã não é um The Sun ou Daily Express.

Zephyrus disse...

Esse Pimentel deve ser daqueles portugueses que imaginam uma Europa rica cheia de gente culta que na realidade não existe. Ontem comprei um livro de um inglês que viveu 10 anos nos países nórdicos e mudou muito a sua opinião sobre a alegada perfeição dos ditos. Diz que são paroquiais e de pancas parvas, e com extremismos de toda a ordem e feitio. Parece que 5% dos dinamarqueses assumem ter feito sexo com animais. Curiosamente o prof. Pedro Arroja quando escrevia tentava desmontar a alegada perfeição dos nórdicos.

Jorge disse...

Passei a comprar diariamente o Correio da Manhã em substituição do Jornal de Noticias. Passei a fazê-lo por me identificar com o seu projecto jornalístico que é importante viabilizar e que é apostado em desmontar a podridão a que esta república chegou ás mãos do Partido Socialista. A sede no Porto do Jornal de Noticias está à venda por Dez milhões de Euros e igual acontece em Lisboa coma o Diário de Noticias. Quanto ao Jornal de Noticias no Porto pergunto onde estão os Abrunhosas a acorrentar-se como fizeram no Coliseu ?? A esquerda é uma lástima.

Zephyrus disse...

Talvez a maior diferença que vejo entre a Europa rica e Portugal esteja na difícil relação com os números e por consequência com o dinheiro. Há um problema de instrução financeira misturado com uma dificuldade em ver a realidade como é e uma tendência excessiva para sonhar alto. Se houvesse instrução financeira no povo os resultados eleitorais seriam certamente outros. Como se resolve esse problema? E de onde vem? Qual a sua origem? Eu aponto algumas hipóteses: a Igreja Católica portuguesa (e saliento portuguesa pois há regiões europeias riquíssimas que são muito mais católicas que Portugal), o acomodar aos lucros fáceis do Império e a posição das elites perante a burguesia e o trabalho.

zazie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zazie disse...

Mas isto dos guarda-costas é demais.

Zephyrus disse...

Costa PM.

Que nojo.

Ainda bem que saí de Portugal a tempo.

zazie disse...

Nojo mesmo.

José Luís disse...

O jornal "o Diabo" de hoje, particularmente, também traz bons artigos.
E lançava um apelo àqueles que ainda compram o "Expresso" ( a não ser por razões "profissionais", como eventualmente poderá acontecer com o autor deste blogue): deixar de o comprar de uma vez por todas pelo menos enquanto o mano do agora nomeado pm for seu director.
Já convenci alguns amigos e conhecidos a fazer o mesmo e fui bem sucedido, dizem.
Se aquilo já era mau e faccioso até dizer basta imagino a partir de agora. E, como se considera de "referência" é caro.

Luis disse...

O tal "sombra" que disse que "Sócrates era "vítima de uma perseguição injusta", " como veremos mais tarde"..." é o mesmo que dizia que tinha de se afastar "aquele" juiz do processo "Marquês" a todo custo, a bem ou a mal.
E com esta fica tudo dito quanto a matéria de democracia e de republicanismo desta gente. Para esta malta, democracia sim se for por eles controlada.
Tristes estes... e nojentos.

zazie disse...

Dúvidas?

Van Dunem na justiça

Lamas disse...

José, o novo governo do PS inclui a "nata" socratina.
Estou desejoso de ver como a nova ministra Van Dunen vai articular as suas ideias com o programa do PS para a justiça mais os socratinos.

CCz disse...

Vou ver se logo à noite coloco no meu blog este sinal enquanto Costa for PM http://superfourpaulista.com.br/wp-content/uploads/2014/02/fita-preta.png

Ricciardi disse...

Há uma ou duas semanas o CM afirmava que Miguel Macedo tinha recebido 'luvas'.
.
O Correio da Manhã podia dar a notícia sem fazer juízo de culpa?
-Podia, mas não era a mesma coisa para as vendas. A indução à compra por sensacionalismo.
.
Este jornalismo não é de investigacão. É de promiscuidade. Alguém da PJ ou do MP faz o favor de enviar notícias acerca do andamento das investigações, a troco do que quer que seja, e o dito jornal atalha caminho e já dá como culpado o Miguel Macedo.
.
Seja verdade ou mentira Miguel Macedo já foi condenado.
.
Dizem que é a Liberdade de Expressão. Para mim é libertinagem e anarquia.
.
Rb

joserui disse...

*Alegadamente* condenado caro RB. O CM é um jornal vagamente aparentado a um pasquim e no entanto, é lá que se podem ler notícias de inegável interesse para Portugal como nação(?) que ainda é.
Onde estão os outros, que com o seu jornalismo de qualidade, de investigação e de referência lhe fazem frente e o relegam para as notícias cor de rosa e a faca e alguidar? É o pasquim oficioso do bloco de esquerda? Ou os vários pasquins oficiosos do PS? Onde está esse jornalismo de referência nada libertino e anarca? O jornalismo que o sossega a si como cidadão é o jornalismo que deixa o 44 sossegado, mas isso nem é jornalismo nem é nada. É o país tomado de assalto por quadrilheiros e maltosa a soldo e mais uma vez, lá voltamos ao mesmo. -- JRF

Alberto Sampaio disse...

O cm tem-se mantido independente isso incomoda muita gente que, acrescentaria, não é digna de viver em democracia.