Páginas

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

A austeridade volta a ter o nome antigo...

Observador:

A ordem de Centeno: apertar o cinto para manter défice abaixo de 3%.

Mário Centeno anunciou medidas para conter a derrapagem das contas e garantir o cumprimento da meta do défice de 3%: a Administração Pública tem de reduzir gastos em 46 milhões de euros.

Então a austeridade não ia acabar, já? E já mudou de nome tão rapidamente? Isto faz lembrar outros tempos... da primeira bancarrota patrocinada pelo ami.


11 comentários:

Kaiser Soze disse...

Ahahahaha
E o Jerónimo já veio dizer que não é bichona, como o BE.

A esquerda é um sonho!

Floribundus disse...

o homem é uma luminária
no longo pesadelo social-fascista

fica adiada a construção de hospitais psiquiáticos
e gulagues

felizmente fazem fila os investidores

já oferecem centenos de euros de
ordenhado mínimo

arrium porrium!

altaia disse...

Isto é mais um gajo hospedar-se numa casa que supostamente estaria pronta a habitar com viveres para algum tempo e encontrar o frigorifico vazio e o gajo do supermercado a bater á porta para receber o que quem lá estava gastou.
Querer enganar nem sempre resulta!

zazie disse...

É hospedar é. E bem que passaram à frente e nem se preocuparam com a miséria que a austeridade tinha provocado.

Há 38 anos também se hospedaram. Andam a hospedar-se e a espatifar a casa toda, lá isso andam.

zazie disse...

Uma chatice o frigorífico estar vazio depois de o terem enchido com tanta festa e tanto forrobadó na casa da joana.

Floribundus disse...

Insurgente

Governo à época já sabia que quem ganha eleições são funcionários e pensionistas.
Professores, médicos, polícias, juízes e militares foram na conversa e, para eles, muito mais importante que a dignidade, a autoridade, a ética profissional e a independência da profissão estiveram as promoções, as diuturnidades, as ajudas de custo, as isenções, os subsídios, as baixas, os escalões e a puta que os pariu a todos.
É uma tristeza e uma dor d’alma que, hoje, um médico, professor, militar ou juiz olhe para si mesmo e antes de mais seja “funcionário público”, o grau mais baixo a que pode chegar um profissional. Logo ali acima de verme e abaixo de barata. Uma vergonha

Chaimite disse...

Nao misturem as forças de segurança...muitos votaram PNR...

Chaimite disse...

Nao misturem as forças de segurança...muitos votaram PNR...

Apache disse...

Vejamos se percebi. Vão cortar 46 milhões de euros para manter o défice abaixo dos 3% do PIB. Se não cortassem, o défice seria de quanto? 3,02%? É que 46 milhões de euros são 0,026% do PIB.
Tão rigorosos que eles estão.

Maria disse...

As fuças deste homem, Soares, provocam-me uma tal revolta interior sempre que as vislumbro em qualquer lado que seja, que se tivesse nascido e sido criada em Chigago e possuísse uma arma letal, não sei o que lhe faria, não sei não. Tudo o que de mais satânico aconteceu a Portugal a este maçon dum raio se deve em primeiríssio lugar. Nunca o nosso País teve uma criatura nada e criada no seu território, que tanta maldição tenha lançado sobre este infeliz Povo e tanto mal tenha feito a esta Terra Sagrada. Maldito seja e Diabos o levem.

Maria disse...

"... Chicago", naturalmente.