Páginas

sábado, 30 de janeiro de 2016

caca comunista

Observador:

Igor Atamanenko, um ex-agente russo afirma ter encontrado provas de que Estaline espiou Mao Tsé-Tung e, entre outros meios, terá recorrido à análise das fezes do dignitário chinês, noticia a BBC World.
O objectivo da análise das amostras dos excrementos era o de traçar o perfil psicológico dos espiados. Na década 1940, a polícia secreta de José Estaline criou um departamento especial para fazer cumprir este objectivo, refere a imprensa russa citada pela BBC.


A propósito deste assunto escatológico há duas crónicas de VPV que merecem partilha.

A primeira publicada em 23 deste mês que corre:






A segunda é de ontem:



O que é que isto interessa, andar sempre a falar do PCP? Uma coisa só:

O PCP continua a influenciar a sociedade portuguesa em geral, através da linguagem que implantou no léxico corrente, conseguindo tornar a linguagem anterior a 25 de Abril de 1974 como sendo "fascista" e fê-lo com um sucesso notável.

Enquanto a mudança que se impõe não for considerada como prioritária continuaremos a ouvir falar de direita e esquerda com o sentido que VPV demonstra: sem sentido algum.  E isso é importante para se escolher eleitoralmente uma vez que a linguagem molda o sentido do voto, tanto ou mais que  a imagem, nos tempos que correm. Foi por isso que este Jerónimo do PCP se lixou com os menos de 5% que arranjou nestas últimas eleições.
A imagem do BE e a linguagem que usa ultrapassaram o PCP pela esquerda, num exercício eficaz mas ilusório porque ambas as agremiações políticas pertencem ao mesmo campo: o dos que combatem o capitalismo e querem uma sociedade com menos ricos supostamente para haver menos pobres...

7 comentários:

Kaiser Soze disse...

O Presidente dos EUA, ao que parece, quando fora da Casa Branca defeca (verbo de sonho!) numa sanita especial para recolher os dejectos e não permitir a sua recolha.

Pareceu-me ridículo mas, pelos vistos, sabem mais do que eu.

zazie disse...

Realmente, até pela merda se reconhecem

":O)))))))))))))

Floribundus disse...

tenho andado a fazer um estudo químico sobre os coprolitos

para verificar o que se comia no final do Paleolítico
e no começo do Neolítico

quando morrem deixam sempre conteúdo intestinal

estórias da deusa Cacca

Zephyrus disse...

A situação está a ficar muito feia caros.

1) A agência canadiana já vai dizendo que vai baixar o rating.

2) Se isto suceder, precipita-se logo o resgate.

3) Com a extrema-direita em alta e o Reino Unido à beira de sair da UE, das duas uma, ou não há resgate, somos pisados pelos amigos gregos como já fomos nos 80 e caímos numa miséria venezuelana durante décadas, ou então levamos com uma dose a valer com cortes transversais na Função Pública, vai ser a valer.

4) O Costa só faz figurinhas tristes na Europa, desde chamar o embaixador da Dinamarca para dar satisfações sobre os refugiados, como se Portugal fosse algum exemplo histórico de direitos humanos e liberdade, ou bater o pé contra a velha aliada, a Inglaterra, na questão do referendo.

5) Portugal tem de piar fininho com os ingleses, além de termos cá dezenas de milhar de portugueses a trabalhar, recebemos milhões de turistas ingleses e exportamos muito para o Reino Unido. Mas o Costa gosta de ser armar em galo com quem tem a faca e o queijo na mão. Que vergonha, que miséria, que tristeza.

6) Fizeram um esboço de Orçamento com desorçamentações, à boa maneira socratina. Que enganam o povo, que não tem literacia financeira, ou que os jornaleiros se deixam enganar todos sabemos. Mas não enganam outra vez os credores como fizeram no passado.

7) Adiaram o pagamento ao FMI por opção política, que nos vai ser bem cara.

A lista é bem maior. Um desastre, um desastre. Portugal parece uma Venezuela ou uma Argentina, que vergonha, hoje sinto vergonha de ser português, há uns meses diziam-me em Inglaterra que Portugal era um grande país, que queria honrar as dívidas e melhorar a economia, éramos o oposto da Grécia, e agora? Ainda os gregos nos vão passar a perna.

João José Horta Nobre disse...

«A imagem do BE e a linguagem que usa ultrapassaram o PCP pela esquerda»

O BE está a utilizar as tácticas de Gramsci para conquistar o poder. Trata-se de marxismo cultural na forma pura e é isso que o torna um partido muito mais perigoso do que o PCP. Essa malta bebe também toda da Escola de Frankfurt, um verdadeiro ninho de terroristas intelectuais.

Unknown disse...

Todos estes aldrabões têm sucesso mais que garantido : actuam para uma plateia "biblicamente estúpida", além de abúlica, ignorante e venal.
Não temos desculpa possível, enquanto Povo.

zazie disse...

Pois é- "romantismo para os corações sensíveis".