Páginas

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Público: será mesmo um pasquim sem respeito pelos leitores?

A edição do Público de hoje não traz uma palavra sobre o desmentido da PGR à notícia de primeira página, com desenvolvimento interior acerca do Passos e do seu  "director de campanha eleitoral".

Aqui neste blog que não é ocs tal facto obrigar-me- ia a um desmentido, a uma reafirmação ou a um simples pedido de desculpas pela potencial aleivosia.

O Público, tido como jornal de referência, está notoriamente a c.* para tal coisa.

É profundamente lamentável e digno de um jornalismo de cocheira antiga ou de sarjeta nova.

Porém, há sempre a hipótese de estar a preparar a resposta para um dia destes, amanhã se aprouver e assim escapar ao vitupério.

Veremos.

2 comentários:

Floribundus disse...

ao republico
deviam chamar
a 'cu cheira'

não há papel higiénico que limpe tanta merda

o estado necessita ir ao endireita
está todo empenado

Miguel Quintas disse...

Vale tudo