Páginas

sexta-feira, 24 de junho de 2016

A voz dos ridículos...



O presidente da Assembleia da República, um órgão de soberania que aparentemente depende do Executivo, deu-se ao ridículo, assim:

Observador:

Numa nota distribuída à comunicação social, o presidente da Assembleia da República anunciou esta sexta-feira que retira o parecer pedido ao conselho consultivo da Procuradoria-Geral da República sobre o objecto da Comissão de Inquérito à Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues explica a decisão, com a correcção feita pelo PSD e CDS do texto com o objecto do inquérito parlamentar.

7 comentários:

joserui disse...

Caramba caro RB… o homem nem deu tempo para congratulações… e "Neste sentido, fez bem Ferro Rodrigues"? Hehe… Que palhaçada indecente. -- JRF

Floribundus disse...

estamos na idade do ferro
com ferrugem

o Coliseu e o Parque Mayer
apresentavam rábulas com menos efeito cínico ou cénico

votem ferrÉXIT/

Ricciardi disse...

Jrf, não me interessa o ferro Rodrigues. Interessa-me, isso sim, que o processo de recapitalização não seja afectado por uma comixao d inquérito. Se o psd retirou a parte relativa à recapitalizaçao da comissão de inquérito pretendida fez muito bem. Ganharam tininho.
.
Desconfio que o psd ainda vai voltar atrás e adiar o timing da comissão. Só lhe ficava bem.
.
Rb

josé disse...

Este faz sempre tudo bem. Fez antes, fez agora como fez há uns anos ao accionar uns putos por causa de umas brincadeiras e perdeu. Antes tinha feito bem em declarar que se estava a c. para o segredo de justiça e agora esta tudo bem outra vez.

É uma pessoa de bem.

Unknown disse...

Um povo que se retrata ao permitir que semelhante canalha se pavoneie no cadeirão de S.Bento...

Maria disse...

Este Ferro provoca-me vómitos até à bílis. Não posso ver o homem no écran. Como é que um povo orgulhoso e nobre, que até 1974 teve a honra de ser governado por políticos de carácter acima de qualquer suspeita, permite que gente tão vil e desprezível tenha vindo a governar o nosso País desde essa altura até hoje sem que nada tenha feito para os afastar do poder? Já para não falar no facto de Portugal possuir como segunda figura do Estado(!!!) um pedófilo consumado(!!!) que fez parte, em comandita com um bando de comparsas d'igual baixo calibre e mesmo partido, de uma seita cujos membros eram frequentadores assíduos desse antro de vício e crime e que albergou uma rede de pedofilia no seio do Estado com o objectivo de recrutar e abusar sexualmente de crianças orfãs e desprotegidas e inacreditàvelmente à guarda do próprio Estado. Este escândalo funcionou durante décadas sem que aqueles que faziam e ainda fazem parte do sistema e com inteiro conhecimento do que se passava, o denunciasse para que os prevaricadores fossem detidos. Se a prática duplamente criminosa levada à cabo por este bando diabólico não é do mais infra-humano que existe ao cimo da Terra então não sei o que lhe chamar.

Salvo se alguém estiver possuído pelo espírito do mal, é humanamente impossível descer-se tão baixo na escala dos valores morais e cívicos que distinguem o bem do mal. Valores que moldam o carácter das pessoas psicològicamente equilibradas e espiritualmente sãs. Este Ferro Rodrigues e os membros activos da rede de pedofilia - mais os colegas de partido que fazendo (ou não) parte daquele antro de degradação, devassa e crime e tendo conhecimento da sua existência e do que lá acontecia, nunca o denunciaram à Polícia e percebe-se perfeitamente porquê - não são seres humanos normais, são cobras venenosas metamorfoseadas em figuras humanas.

zazie disse...

Deve ter dito isso com o cinto das calças bem apertado, por causa das coisas...