Páginas

terça-feira, 26 de julho de 2016

O vício da nossa dívida e a Censura que há

O Diabo de hoje:

 Como escreve o articulista,  porque será que "esta informação não abre telejornais?"
A resposta parece-me simples: quem alinha as noticias sabe que isto não pode ser dito assim. Se o for, como há uns tempos José  Rodrigues dos Santos o fez, a Esquerda cai-lhes em cima e perdem o lugar, eventualmente o emprego.

Censura, portanto, é o que temos para ludibriar o povo.

10 comentários:

Tiro ao Alvo disse...

Seria mais interessante, parece-me, comparar os saldos em 31-12-2015 e 30-06-2016 ou melhor ainda, mostrar a evolução de 30-06-2015 até 30-06-2016, para melhor se ver para onde nos estão a levar.

josé disse...

E abrir os telejornais com essa informação?

Quem é que se atreveria? O Paulo Dentinho até lhe tremem as pernas. O restante pessoal é como a Lourença: aflitivos na falta de profissionalismo verdadeiro.

Apaniguados, sem personalidade, títeres de um poder que lhes garante a vidinha.

josé disse...

O único capaz disso é o José Rodrigues dos Santos. Se o fizer, no dia seguinte está suspenso...

jkt disse...

Todos nos sabemos disso...
Não temos economia, é natural.
Não pesco muito do assunto, mas nem sei porque não temos economia. Se os outros têm...
Até temos condições, passa-me ao lado mesmo.

jkt disse...

Tipo aqui na aldeola. Um parque estacionamento de 2.5M, um pavilhão de mais que isso. Não tem nada, não vive cá ng. Não era melhor investir nalguma coisa de jeito para criar emprego, sei lá...
Sempre me fez confusão.
Mesmo esse dinheiro oferecido à população ( para estudarem ou o que fosse ) era mais bem empregue.
Autoestrada gigante, onde passa um carro de 10 em 10 minutos - para quê mesmo?.
Sei lá...
Ás vezes penso nisto e não entendo mesmo. Completamente estúpido.

Floribundus disse...

a nossa pesada CRUZ

http://www.oje.pt/saida-do-euro-ja/

Lura do Grilo disse...

Não percebo como uma verdade óbvia -cada um deve tentar viver de acordo com os seus rendimentos- custa tanto a ir parar à política.

Octávio Diaz-Bérrio disse...

Censura bem pior do que a anterior!!!

josé disse...

O José Sócrates enquanto governante pautou a sua vida pessoal segundo o critério da vivência segundo os seus rendimentos?

Agora sabe-se que não e as prova existentes apontam para que o tenha feito em modo criminoso e grave.

Porém, ainda há quem o defenda e afirme que não há provas desse comportamento.

É portanto uma esquizofrenia.

A realidade em Portugal não é o que é. É apenas o que se deseja que seja.

joserui disse...

Há um detalhe que continua a escapar-me… sempre que há viciados há o "dealer" por perto
Porque é que os "dealers" continua a mandar a droga para cá? São "dealers" ou viciados em empréstimos? Não entendo este mundo da economia da treta… -- JRF