Páginas

sábado, 13 de agosto de 2016

Branquear sempre, sempre o comunismo

Sapo:

Fidel: um estratega sedutor, sonhador e controverso.

Compare-se este título de um qualquer escriba de redacção que aprendeu o jornalismo nas madrassas tipo ISCTE com o que o mesmo escriba escreveria se estivesse a falar de Salazar...

Este nojo branqueador dura há mais de 40 anos e não mostra sinais de mudança.

12 comentários:

zazie disse...

Anormalzinho

Neo disse...

Verdade, José!
Leia-se o que dele diz o Juan Sanchez e o que vem a propósito:
"Nunca ninguém poderá calcular com precisão a fortuna do Comandante. Mas, para nos aproximarmos da verdade, temos de começar por compreender a realidade cubana, partindo do princípio de que Fidel Castro reina como monarca absoluto na sua ilha de 11 milhões de
habitantes. Em Cuba, ele é a única pessoa que pode dispor de qualquer coisa, apropriando-se, vendendo ou dando o que quer seja. Só ele, com uma assinatura, pode autorizar a criação (ou o encerramento) de uma empresa do Estado, na ilha ou no estrangeiro», escreve.

Em 2006, a revista Forbes incluiu o ex-líder cubano na sua lista dos 10 «reis, rainhas e ditadores» mais ricos do mundo. A publicação estimou a fortuna de Castro em 900 milhões de dólares (cerca de 714 milhões de euros), mas o governo de Cuba desmentiu sempre informações sobre o alegado património milionário do seu líder, alegando que Fidel vivia do seu salário oficial de 36 dólares (cerca de 28,5 euros) por mês."
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=774879

Bastante sedutor.
Fassismo, nunca mais...ahahaha!

lusitânea disse...

Madrassas tipo ISCTE ah ah ah

Dudu disse...

Castro terá dito que um dia a História o iria absolver.
Parece que tal dia já chegou, pelo menos para alguns.

josé disse...

Nenhum ditador acha que agiu como tal. O casal romeno que foi empalado ( é um modo de dizer) pelo povo que diziam representar, um tal Ceausesku e mulher achavam que eram os pais do povo romeno. Pelo menos a mulher achava-se a mãe...

Castro é igual.

Neo disse...

Não me parece :)
Todos eles são inteligentes, argutos, ciosos do poder. Matam e torturam para não ceder nenhuma parcela dele. Rodeiam-se de gente disposta a tudo para viver nas suas boas graças.
Sobretudo, garantem o mais que podem que ninguém os apeia do cargo até à morte. Passam o poder a descendentes, familiares ou perpetuam a oligarquia partidária precisamente para evitar uma colisão frontal com a Justiça, o que invalida a noção de que agiram guiados pelo bem comum ou outra nobre intenção ilusória ou real.

josé disse...

O golpe genial desses salafrários é convencerem o povo que agem em nome dele e detém a legitimidade para tal e conseguem-no com a doutrina marxista-leninista. São piores que os antigos reis.

foca disse...

Cuba é uma terra de felicidade

São felizes os proxenetas, as funcionárias dos mesmos, os contrabandistas, os biscateiros.
Vivem todos no limiar da miséria, não têm liberdade de expressão, mas gostam.

Deve ser o único paraíso conhecido em que há milhares de pessoas a tentar fugir e ninguém a tentar entrar.

Bilder disse...

as origens http://henrymakow.com/2015/04/Karl-Marx-Was-Rothschilds-Third-Cousin%20.html

JPRibeiro disse...

Branquear? É como aquelas "notícias" da agencia de imprensa norte coreana...

Hector Velasco Rigoberto Diaz é jornalista cubano, e correspondente da Agence France Presse em La Habana onde reside. Arriscava ser fuzilado ao dizer outra coisa.

O SAPO é que devia ser honesto e identificar as fontes. Aposto que nem pagaram nada pela "notícia"...

josé disse...

O problema que existe em Portugal há 40 anos é esta autêntica merda jornalística que mexe e remexe na porcaria mas nunca suja as mãos porque essa porcaria não tem cheiro nem parece porcaria.

Mas é e os novos jornalistas são os herdeiros dessa tradição. É o pior jornalismo possível e não sei como não se interrogam a si mesmos por este jornalismo de merda.

Nem todos serão maus e nem todos merecem isto.

jbp disse...

Não são jornalistas, são educadores de rebanho.