Páginas

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Os pergaminhos da bastonária da OA


Observador:

A Ordem dos Advogados (OA) começa esta terça-feira a ser julgada no Tribunal do Trabalho de Lisboa para justificar porque despediu uma funcionária sua, na sequência de um processo disciplinar. Ana Vieira da Silva foi despedida com justa causa por negligência e por tratar a bastonária Elina Fraga por “alheira” — por ela ser natural de Mirandela — e o presidente do Conselho Superior, Menezes Leitão, por “porcão”. O julgamento acontece a menos de um mês de eleições na OA.

3 comentários:

joserui disse...

Diz que não há quem pior pague aos funcionários que os advogados… não sei… o Marinho e Pinto fazia-se pagar bem. E logo a seguir parece que são os arquitectos. Tudo boas raparigas e rapazes! -- JRF

Floribundus disse...

o ladrão do sá leão, meu ex-advogado e irmão da mesma lojeca

não é exemplar único pelo que oiço

até foi acusado de pedofilia por emigrantes e tentou comprar uma testemunha

fui ouvido no MP e disse ao funcionário que me provocou que aquilo era a lástima das lástimas
e local pouco recomendável.
pensei que ia ser agredido.

zazie disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHA