Páginas

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Corre tudo muito bem até ficar tudo muito mal...

Observador:

Juros voltaram a superar a fasquia dos 3,5%, reentrando no intervalo em que o nível de preocupação da agência DBRS aumenta. A partir dos 4%, agência já disse que ficará desconfortável com o "rating". 


Tirando isto corre tudo no melhor dos mundos...e já estamos no caminho certo outra vez. Este indivíduo não tem dúvidas que isto vai. Deus queira...:

António Costa sublinha que sistema financeiro saiu do impasse e vai ajudar crescimento.

11 comentários:

AAA disse...

Suspeito que há gente que já se está a sentir desconfortável, mesmo antes dos 4%...

Dudu disse...

Possível comentário de A.Costa: para a semana haverá melhores notícias.

Floribundus disse...

o monhé beiçolas
dirá que a dívida é culpa do 'Tramp'

porque o bce compra

Floribundus disse...

"Veni, vidi, vici" (latim clássico [ˈweːniː ˈwiːdiː ˈwiːkiː]; "Vim, vi, venci") é uma frase em latim supostamente proferida

pela geringonça

josé disse...

Mais prosaico:

Chegaram e disseram. Tiraram o chapéu e foram-se.

josé disse...

A conta virá a seguir, mas como a Economia tem imponderáveis e variáveis múltiplas pode ser que nos safemos.

Espero que assim seja embora esteja muito céptico.

E não percebo nada de economia.

Dudu disse...

Com a economia a crescer a estas taxas, com estes impostos e sem reformas, nunca vamos ter folga para pagar a dívida.
Mas, às vezes há milagres.
E como diz o outro, Natal é quando um homem quiser.

Neo disse...

Sim, partilho da vossa esperança. Fazer tudo mal costuma dar certo.
A máquina de propaganda é tão eficaz que o sapo parece um príncipe :)

Neo disse...

Sim, partilho da vossa esperança. Fazer tudo mal costuma dar certo.
A máquina de propaganda é tão eficaz que o sapo parece um príncipe :)

josé disse...

A expectativa era baixa e o prognóstico era bancarrota antes o fim deste ano.

Escapamos até agora...

Floribundus disse...

do aumento da dívida ninguém se safa

nem da nova austeridade