Páginas

quinta-feira, 30 de março de 2017

O busto desengonçado e o geringonço desfocado

Daqui, uns versos a la O´Neill...


5 comentários:

joserui disse...

No tempo do obscurantismo fassista era fado, futebol e Fátima, agora é futebol, futebol e futebol. Este busto, a figurinha do Costa e do Marcelo, o aeroporto com o nome do futebolista… Este país não tem pinga de dignidade. Podiam mudar o nome da ilha para Ilha do Ronaldo, mais os ronaldenses, o bailinho do Ronaldo, a banana do Ronaldo, vinho do Ronaldo…
Mas como dizia o Dr. Salazar, está bem assim e não podia ser de outra maneira.

Floribundus disse...

no busto do monhé faltam as beiçolas
a dizer graçolas

o entertainer
ajuda à festa

'foleirada braba'

zazie disse...

Está delicioso. Também pensei em linkar

ehehehehe

Maria disse...

Olhem, eu até acho que o busto está bem parecio, só os dentes é que estão demasiadamente escurecidos, o que lhe retira alguma parecença.

Passei ontem por uma banca com revistas, onde parei por momentos para olhar para a capa de uma Gente, Lux ou Vip, não fixei qual, cuja capa tem uma imagem recente do Ronaldo e ao lado desta uma fotografia em pequena dimensão dele com o filho, que presumo tenha sido exactamente esta a que enviou ao escultor, por si já aprovada, para ser a adaptada ao busto. E pelo visto terá sido isto mesmo que ele quis mostrar aos leitores da revista e aos admiradores. A expressão de Ronaldo nesta foto da revista, a principal e maior - mas também a de pequena dimensão que aliás é igual - é exactamente aquela a que se observa no busto. O sorriso, os olhos, um ligeiramente mais contraído e descaído em relação ao outro, as sobrancelhas, o cabelo, a expressão dele quando sorri, está tudo igualzinho. A fotografia da capa da revista tem muita luz, não se notando por isso ventuais rugas, mas que no entanto o escultor achou por bem reproduzí-las para dar maior realismo ao busto (nas fotos por este recebidas para a execução do trabalho, aquelas estarão de certeza bem à vista, caso contrário o escultor não as teria colocado), rugas essas que o Ronaldo efectivamente possui. O pobre do escultor limitou-se a reproduzí-las tal e qual, baseado nas fotos recebidas. Foi tudo. Aliás o escultor disse na entrevista que deu, após as muitas críticas recebidas e na minha opinião descontextualizadas ou, se não, exageradíssimas, que o Ronaldo (e família) gostou das provas em gesso que lhe foram enviadas e que aprovou, pelo que ele decidiu executar a obra. Ronaldo só parece ter pedido para lhe serem suavizadas as rugas.

Afinal qual é o problema? Se o próprio "modelo" gostou das provas que deram origem ao busto, por que motivo existe tanta polémica à volta do mesmo? Não percebo, francamente. A mesma polémica aconteceu com a sua estátua, mas não pelos portugueses e sim pelos norte-americanos..., sobretudo pela imprensa desportiva, porém aqui a causa, motivada por uma inveja óbvia e descarada, foi muito outra e que me coibo de citar, mas quem as leu sabe perfeitamenet a que me refiro.

Quanto a ser dado o seu nome ao Aeroporto do Funchal, que me desculpe o Ronaldo - de quem gosto muito não só por ser um grande português, como um filho exemplar e também um ser humano de excepção que participa em inúmeras obras de beneficiência (sem esquecer o fabuloso futebolista em presença, mais que não seja por ter dado os seus primeiros passos no meu Sporting o que terá contribuído para o seu êxito futuro, desculpem lá o aparte:) - mas não acho bem. Ele é ainda muito novo, tem muitos anos pela frente para um dia mais tarde serem-lhe prestadas as homenagens devidas e até ser dado, quem sabe?, talvez e então o seu nome ao Aeroporto da sua querida Ilha.

Maria disse...

"eventuais"