Páginas

sábado, 5 de agosto de 2017

Os ceo´s do SNS

CM de hoje, sobre salários dos médicos do SNS:


A questão não é o "salário de Barroso" pois a lista publicada e que foi surripiada de lugar sigiloso ( os médicos não gostam que se saiba quanto ganham efectivamente...) é que constitui o verdadeiro escândalo.

Há muitos médicos do serviço público que ganham salários de ceo. Julgam que por terem o ofício específico de tratar doentes devem ser privilegiados relativamente aos demais cidadãos que sendo funcionários públicos têm funções diversas.

De resto, a maioria dos médicos em funções nos hospitais públicos não ganham nada disto que aparece na lista. Estes privilegiados, sim e resta saber exactamente porquê. O tal Barroso diz que é por estar em serviço permanente ( "24 horas, 365 dias por ano"). Lembro-me que na altura em que este Barroso andava a comentar futebóis na tv, se calhar estava a ganhar a dois carrinhos e em exclusividade permanente, o que leva a crer que a todo o momento o indivíduo poderia ter de abandonar a cadeira de komentador, onde passava largas horas, para acorrer a emergências.

Por outro lado a explicação ainda vai um pouco mais longe: o salário médio  ronda os 7 mil euros, sendo a base 5 mil euros. Ganham tanto, em média, como o presidente da República neste país e acham isso perfeitamente banal. Afinal, são médicos...nesta terra de parolos que ainda não percebeu que um médico é um profissional de medicina como outro qualquer, com uma função específica que sendo inestimável não o deveria distinguir no salário. Os bombeiros também são; os enfermeiros, idem e por aí fora. Isto não é demagogia porque é apenas resposta a demagogos.

Como é que conseguem ganhar tanto assim, duplicando depois o tal "salário médio"? Com os "incentivos". Exactamente, "incentivos"...e tal fenómeno não se restringe a esta classe de cirurgiões hepáticos.

Se tivessem vergonha não precisavam de tantos incentivos.

11 comentários:

lusitânea disse...

Ora ora e aquela do "para os amigos tudo, adversários nada e para os restantes que se cumpra a Lei?"
O inventor morreu mas deixou obra...

foca disse...

José
Tem toda a razão

Aliás, é o mesmo que qualquer engenheiro que trabalhe na administração pública pensa dos magistrados.
Porque carga de água é que um magistrado imberbe com 10 anos de serviço recebe muito mais do que outros técnicos superiores podem almejar ao fim de 50 anos de trabalho dedicado e competente?

zazie disse...

Pois... e fazem greve porque a ganância não tem limites

josé disse...

"Aliás, é o mesmo que qualquer engenheiro que trabalhe na administração pública pensa dos magistrados."


Sabe quanto ganha um magistrado, a começar? E quanto ganha no fim da carreira como juiz ou magistrado do MP?

No fim ganham não chega a 4 mil euros líquidos. É demais para quem efectivamente tem exclusividade?

joserui disse...

Se há classe que se impôs e mamou o que quis depois do 25A foi a dos médicos. Esta lista é a mais uma confirmação. Fora o resto.
Porque agora entra-se num hospital privado com uma dor de estômago e sai-se de lá com mil e um exames marcados e uma cirurgia. Se o estado não puder mão nisto, os médicos vão operar e empobrecer 10 milhões de portugueses.
Eu que sou anti-esquerda e deveria ser "anti-estado" por definição, noto que neste país nada melhorou depois de privatizado… áreas estruturais nunca deveriam ter saído da autoridade do estado — mesmo tendo em conta o estado do estado ladrão. O país entregue aos privados ainda é mais sugado e mais depressa.
Como se não bastasse, tudo o que é grande empresário está sempre encostado ao estado e qualquer problema, aiaiai, lá vem o estado. Que vão mamar na quinta pata do vitelo!

joserui disse...

Todo o palerma que tira um curso neste país quer começar por cima… querem ser patrões e ganhar ao nível de um administrador de topo. Não há médico que não sabe nada de nada, que não se queixe do que ganha nos primeiros anos.
E mesmo os que tenho na família a ganhar balúrdios, são os que mais choram. A minha mãe já por duas ocasiões distintas em plena reunião familiar perguntou a duas (que têm 10x mais ou mais) se precisavam que lhe emprestasse algum, de tal forma é patética a conversa… enfim, não há grande paciência.

Floribundus disse...

'os novos deuses'
num país laico e socialista

foca disse...

José
Um engenheiro em final de carreira recebe cerca de 2000€ líquidos, e também tem dedicação exclusiva.
Ou seja, metade de um magistrado

joserui disse...

É nestas alturas que me apetece comentar à la blasfémias… o que é que obriga o engenheiro a trabalhar para o estado? Que se candidate a outro emprego e ande para a frente. Pode é não ser para a vida. De qualquer modo, por um lado o salário médio é 700€, 2000€ é quase o triplo; por outro qualquer trolha ganha mais do que isso, livre de impostos.

zazie disse...

eheheh

zazie disse...

Um juiz ou um polícia, ainda é servidor do Estado, agora um engenheiro é como um prof. Não se encoste ao funcionalismo público que não perda a profissão por isso